Ouça agora este podcast!

Quando nós traçamos um objetivo de vida, é fundamental traçar as estratégias que devem ser colocadas em prática para alcança-lo. E, no caso da aprovação em um concurso público, o estudo é o principal caminho.

No episódio de hoje, vou te apresentar às 3 Lições para quem está sem ânimo para estudar. Tudo para que você consiga a energia necessária para colher os melhores resultados e conquiste logo a sua aprovação!

Se existe uma verdade que eu considero incontestável, é que estudar é a única arma que nos leva a um patamar superior, que leva a nossa vida para o próximo nível, seja no campo pessoal ou no profissional.

O objetivo é sempre o ponto de partida. Mas, para que a realização seja plena, alguns fatores devem ser considerados na sua rotina durante o processo de realização, como o conhecimento necessário, os Hábitos de consistência e o Tempo de maturação. É como uma criança aprendendo a andar de bicicleta, primeiro ela aprenda a pedalar, a se equilibrar, depois ela insiste em tentar manter a bicicleta de pé enquanto ensaia as suas primeiras pedaladas, até que, finalmente, passado o tempo de aprendizado, ela consegue andar de bicicleta. Se você tiver disciplina e persistência, vai conseguir adquirir o hábito de estudar de uma forma bem natural. Uma grande verdade é que em todas as fases da nossa vida, conhecimento é fundamental para superarmos qualquer desafio. Quanto mais informação você buscar, mais conhecimento você vai acumular e assim, você sempre terá essa vontade dentro de você para atingir os seus objetivos.

Eu sou Pablo Amorim, o Mestre dos Concursos do Dicas Curtas e, semanalmente, trago aqui neste podcast, várias dicas e informações para ajudar você a ter alta performance nos estudos e conquistar a sua aprovação mais rápido em um concurso público.

Então, para que você não perca nenhuma dica e fique atualizado com todas as informações que estarei compartilhando aqui, basta assinar o podcast e acompanhar todas as semanas o Mestre Em Concursos Públicos do Dicas Curtas.

Agora, vamos para o que interessa!

 

Aprendendo a combater a falta de ânimo

Por que isso acontece? Nós sabemos exatamente o que temos que fazer, planejamos tudo, definimos os horários… Mas, lá no fundo nós sabemos que não temos a mínima vontade de realizar nem as tarefas mais simples para atingir os nossos objetivos. No nosso caso, simplesmente sentar e estudar…

Talvez essa falta de ânimo exista por não haver expectativas de melhora, ou por falta de clareza de que essas melhoras podem demorar um pouco para acontecer. Lembra dos episódios anteriores, onde nós falamos sobre recompensas?

Nosso cérebro adora recompensas.Tudo  o que nos dá prazer, temos vontade de realizar de novo. Porém, o  inverso também é verdade. Ou seja, nós temos a tendência de evitar tudo o que nos causa dor. E sentar por horas a fio, em uma rotina que pode levar meses ou anos, sem perspectiva de resultados, pode ser muito doloroso. Mas por que temos esse sentimento de desânimo quando sabemos que precisamos estudar para passar em um concurso público?

Você sabe que se você não se concentrar nos estudos, não ler a matéria, não fizer os seus exercícios, você não vai passar no concurso. Chegar no dia da prova bem preparado, com a matéria toda na mente é maravilhoso. É uma sensação de total empoderamento. De saber que você está no controle e que a sua aprovação é consequência natural. Se o resultado é bom para nós, não deveríamos ter energia para a atividade? A nossa subjetividade como seres humanos coloca tudo a perder. Sabe por que? Porque lá no fundo nós não estamos focando no resultado final, não focamos em como nossa vida pode ser transformada quando passamos em um concurso público.

A tendência é ficarmos pensando no processo, e em como pode ser doloroso e trabalhoso passar horas a fio sentados, sozinhos, concentrados apenas nos estudos. Não perca essa capacidade de sentir prazer em lutar por dias melhores. Mantenha o foco na sua transformação final. Talvez esse desânimo tenha sido causado por experiências anteriores mal sucedidas, que deixaram marcas profundas, ou até mesmo por influência de pessoas negativas. Eu acredito que quando detectada, a falta de ânimo pode se transformar em um impulso poderoso na busca de soluções adequadas.

Portanto, faça a si mesmo as perguntas corretas, como:

  • Por que estou estudando para um concurso?
  • O que eu quero mudar em minha vida?
  • E na vida das pessoas a quem amo?

Reflita sobre as respostas e as mantenha próximas a você. Sempre que estiver se sentindo cansado ou desanimado, leia e reflita sobre elas.

 

Como aprender a gostar de estudar

Estudar pode e deve ser uma atividade bem prazerosa. Se você não pensa assim e a considera um sofrimento, reveja sua posição. Muitas vezes, isso é causado pela desorganização, pela falta de conhecimento e, também, pela falta de estratégias adequadas de estudo, ou até mesmo por estresse e ansiedade. Não veja o estudo como uma obrigação. Como nós falamos anteriormente aqui, aprenda a curtir essa experiência. Além de focar no seu objetivo final, uma outra solução é buscar melhorar o seu ambiente de estudo. Talvez um ambiente mais confortável, que te proporcione mais tranquilidade e uma estrutura ajude nesse ponto.

Escolha um local silencioso, com boa iluminação e que seja livre de distrações. Espaços mais tranquilos tendem a ser melhores para uma boa concentração. Além disso, evite estudar na cama, ou em posições que causem excesso de conforto, pois isso pode te deixar sonolento. Se você não possuir um bom ambiente de estudos em casa, recorra a locais públicos, como bibliotecas de universidade ou escolas. Elas geralmente possuem mesas para estudo individual e são bem silenciosas. Em algumas delas é possível, por exemplo, reservar espaços individuais por um certo período de tempo.

Outra solução muito boa é buscar a companhia de pessoas que também estudam para concurso. Companhias adequadas podem transformar o seu estudo em uma atividade social e torná-lo muito prazeroso. Encontre parceiros de estudo com hábitos semelhantes aos seus. Converse sobre seus métodos de estudos. Essa troca de experiências tendem a ser muito favoráveis, pois tornam a sua rotina de estudos menos solitária e tediosa. Tome o cuidado de evitar companheiros de estudo que te afastem do seu caminho.

Além disso, não se esqueça de fazer pausas regulares durante o seu tempo de estudo. Dez minutos de relaxamento para cada hora de estudo são suficientes para aliviar a alta carga de informações. Durante o descanso, tome um café, faça uma caminhada rápida para aliviar a postura e combater a sonolência e converse com outras pessoas.

 

Hábitos de consistência

Quantos sonhos você já desejou alcançar na sua vida, mas nunca colocou um plano de realização em prática, simplesmente porque deixou para depois? E o depois nunca chegou…

Todos os anos é a mesma coisa. Criamos novos objetivos a serem atingidos, desejando ser uma pessoa melhor, emagrecer, economizar e, é claro, passar em um concurso. Chega dezembro e todos nós fazemos vários planos. As pessoas até tentam criar a energia necessária para cumprir o que prometeram e se esforçam por alguns dias…  Mas a rotina começar a ser desagradável e o que acontece?  Elas simplesmente desistem.

E quando menos esperamos, elas estão assistindo àquela série nova na Netflix, com a promessa de voltar à rotina assim que terminar só mais um episódio. E assim vamos, ano a ano, destruindo sonhos deixando de fazer aquilo que é necessários para atingir os nossos objetivos. Começar uma rotina de estudos nem sempre é fácil, mas sem trabalho árduo e dedicação consistente aos estudos, você terá sérios problemas em conquistar a sua aprovação. Eu preciso ser muito sincero nesse ponto. Tudo depende só de você não desistir. Não existe sorte.

Consistência é a chave para o sucesso em qualquer área de nossas vidas.  A Consistência permite avaliar o nosso rendimento, ou seja, se a nossa forma de estudar está sendo positiva ou não. E, se for o caso, efetuar ajustes para melhorar o seu desempenho nos estudos. Manter uma rotina nos ajuda a criar comprometimento com os nossos objetivos. Você vai perceber que, quando você se acostuma a estudar todos os dias, fica mais fácil manter o hábito.

Estudos dizem que, quando realizarmos uma tarefa por um prazo de noventa dias consecutivos, ela passa a fazer parte da nossa rotina definitivamente. Por isso é importante começar devagar, e ir aumentando a carga diária de estudos gradativamente até o máximo de tempo razoável para não prejudicar as outras áreas da sua vida. Além de tudo isso, você só vai ter o prazer de bater as suas metas traçadas se você mantiver a sua rotina de estudos pelo tempo necessário para isso.  Quando você estabelece objetivos e os segue com consistência, fica muito fácil alcançá-los.

Existem várias maneiras de criar e manter hábitos. Veja esse simples tutorial:

  • Anote uma lista de seus objetivos.
  • Escolha um objetivo que você vai se dedicar naquele momento específico ( você não precisa se dedicar a um único objetivo de vida)
  • Crie uma imagem mental para testar como esse objetivo o afetará e como você está emocionalmente conectado a ele.
  • Mantenha-se consistente todos os dias e não deixe de cumprir seu objetivo trocando por coisas supérfluas.
  • Quando você alcançar esse objetivo traçado, vá para o próximo na lista.

Resumo:

  • Você aprendeu o que é a falta de ânimo, que é o efeito de não realizarmos as atividades que são importantes para conquistar os nossos objetivos. E o mais importante, você aprendeu como ter um mindset adequado para encarar de frente a sua rotina de estudos. Pois o nosso foco deve estar nos benefícios que você vai ter para sua vida após conquistar os seus objetivos. Não pense simplesmente na dor causada pelo processo em si, mas em como essa fase de trabalho árduo pode mudar completamente a sua vida.
  • Na segunda lição de hoje, nós vimos que estudar pode ser sim uma atividade prazerosa. Com simples hábitos você pode passar a gostar de estudar. Aliás, é fundamental que você tenha gosto pelos estudos, pois pode ser que a sua rotina de estudos dure por meses ou até mesmo anos, o que é muito comum.
  • E, por último, mas não menos importante, nós falamos sobre os hábitos de consistência e como eles são fundamentais para o sucesso em qualquer área de nossas vidas. Vimos que deixamos de alcançar muitos de nossos objetivos porque, simplesmente, abandonamos o processo de concretização antes mesmo de ver qualquer resultado positivo.E esse é um ciclo vicioso que acontece todos os anos e destrói os sonhos de muitas pessoas. Elas simplesmente desistem ao primeiro sinal de trabalho e abandonam completamente qualquer esforço para realizar esses objetivos. Isso acontece em qualquer área de nossas vidas: Campo financeiro, saúde, profissional, realização pessoal e também passar em um Concurso Público. Foque no resultado final, em todos os benefícios que seus esforços podem causar na sua vida.

 

O processo é somente um meio e não representa o fim da sua jornada.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

 

Em caso de dúvida ou se tiver algum ponto que gostaria que eu aprofundasse ou explicasse melhor e só me procurar lá no grupo do Mestre em Concursos no Facebook. Estarei à disposição para esclarecer todos seus questionamentos e produzir outros episódios, com novos temas, direcionados ao que você precisa e quer aprender mais: é sempre importante contar com sua participação para tratar dos assuntos que mais te interessam!

Curta, comente, compartilhe, e aproveite para curtir também a página do Mestre em Concursos no Facebook além de deixar sua avaliação no iTunes para que este conteúdo chegue cada vez mais longe, ajudando mais e mais pessoas a serem aprovadas em um concurso público.

Lembre-se de assinar este podcast no seu dispositivo Apple através do aplicativo Podcast, ou no seu dispositivo Android usando o aplicativo de podcast de sua preferência. E claro: você também encontra o Mestre em Concursos através do Spotify e do Deezer. Assinando o podcast você receberá uma notificação sempre que um novo episódio estiver disponível.

Aproveite também para conhecer nosso time de experts através do nosso site: www.DicasCurtas.com.br.

Até a próxima semana!

Pin It on Pinterest

Share This