Ouça agora este podcast! “028 A importância da criação de conteúdos”

Nos dois últimos episódios abordei as estratégias que buscam otimizar seu site e seus conteúdos para os mecanismos de busca.

Porém os resultados esperados com a otimização somente poderão ser alcançados se existirem conteúdos que possam ser encontrados pelo seu público-alvo.

Caso você tenha começado a ouvir este podcast a partir deste episódio, dá uma olhadinha nos dois últimos pois eles são muito relevantes para você que deseja ter seus conteúdos encontrados com mais facilidade através do Google.

Portanto, neste episódio vamos conversar sobre a produção de conteúdos, comentando a sua importância, os seus tipos e qual a melhor forma de estes conteúdos.

Eu sou Breno Reis, o expert em Marketing Digital do Dicas Curtas e semanalmente trago aqui neste podcast, várias dicas e informações para ajudar você a alavancar suas vendas e também a conhecer um pouco mais sobre este mercado em constante evolução.

Antes de iniciarmos o episódio de hoje, quero te fazer um convite.

Venha fazer parte da comunidade de ouvintes deste podcast no Facebook.

Pesquise pelo grupo do Expert Em Marketing Digital do Dicas Curtas e solicite sua participação.

Lá você poderá fazer sugestões, tirar dúvidas e estar em contato direto comigo.

Então vamos para o que interessa!

 

Um dos maiores erros na hora de definir os conteúdos que serão produzidos, está relacionado a falta de análise do público que se deseja alcançar.

Outro grande erro é deixar este público amplo demais, correndo o risco de criar conteúdos que não se comunicam com um público específico.

Por exemplo: Se você está criando conteúdos para uma clínica de estética, não fará muito sentido comentar sobre novidades do mundo da moda, maquiagens, bolsas ou sapatos. O ideal é identificar dentro dos serviços que você oferece, temas extremamente relacionados ao que você oferece, e que estimulem os potenciais clientes a marcarem uma consulta ou a contratarem já de cara um procedimento que sua clínica oferece.

Mas antes vamos entender porque os conteúdos são tão relevantes.

Talvez você não esteja presente para isto, mas caso você dê uma olhada ao seu redor, seja em uma fila de banco, um parque, um café ou restaurante… em qualquer lugar você verá pessoas em seus celulares ou notebooks consumindo algum tipo de conteúdo.

Eles podem estar em suas redes sociais, comentando, curtindo e compartilhando conteúdos.

Também podem estar consumindo algum tipo de mídia, como vídeos no Youtube, Facebook ou Instagram, ou ouvindo músicas ou podcast’s assim como você!

Outros ainda estarão lendo algum tipo de notícia, blog, artigo que recebeu ou que chamou sua atenção.

E por fim, pode estar olhando suas mensagens e seu e-mail.

Mas como você acha que é este comportamento em outros lugares do mundo?

Nos Estados Unidos? Na Inglaterra? No Japão?

É igual em qualquer lugar do mundo!

Então perceba as pessoas em todo mundo estão consumindo cada vez mais informações através de seus dispositivos, o que deixa claro que a criação de conteúdo é a estratégia-chave para conseguir gerar negócios e vender cada vez mais.

Leve em consideração também o fato de que os consumidores hoje em dia não compram nada, sem antes levantar todas as informações que julgam ser necessárias na hora de adquirir um produto ou serviço.

Aqui estamos falando do Marketing de Conteúdo, uma maneira de conseguir engajamento e o aumento da sua base de clientes, através da criação de conteúdo relevante e rico, que atraia mas também entregue muito valor as pessoas, fazendo com que elas vejam uma marca como referência e que ao mesmo tempo produza mais negócios.

Agora, para conseguir atrair a atenção de seus possíveis e atuais clientes, você tem a possiblidade de produzir materiais de acordo com os tipos abaixo:

– Artigos;

– Imagens (como infográficos ou diagramas);

– Vídeos.

Opte por criar sempre conteúdos no formato que for mais conveniente para seu negócio e que permita fornecer todas as informações necessárias para que o cliente não tenha dúvidas sobre o que você oferece.

Caso você opte por criar artigos, crie uma linha editorial que permita explorar as principais dores do público alvo.

Já a partir do conteúdo criado em formato de texto, será possível criar um conteúdo em formato de vídeo para cada um, e divulga-lo através de suas redes sociais e/ou canal no Youtube, por exemplo.

Também é possível criar conteúdos em formato de imagem como infográficos, pequenos manuais, gráficos e muitas outras aplicações com o objetivo de entregar mais valor aos visitantes do seu site.

Uma questão muito importante é fazer sempre uma referência cruzada entre os conteúdos para que sua audiência possa te acompanhar em outros locais também.

Uma pessoa que viu seu conteúdo no site, pode ser um usuário ativo do Facebook e ter o interesse de acompanhar suas publicações por lá. Ou talvez uma pessoa veja o vídeo no Youtube e tenha interesse em acessar o site para poder adquirir um produto ou serviço que você oferece.

Fazendo isso, você não fica limitado a único local de geração de tráfego na internet.

 

Agora como deve ser a estrutura desses conteúdos?

Primeiramente lembre-se sempre de criar seus conteúdos comunicando-se de forma natural, preferencialmente da mesma forma que você fala com seu público em geral.

Isto evitará que seja criada uma falta impressão, pois as pessoas vão consumir o seu conteúdo e provavelmente depois entrarão em contato com você.

A estrutura do conteúdo precisa seguir uma lógica, começando por um título ou uma chamada que faça o visitante dedicar toda sua atenção ao conteúdo apresentado.

Também é importante ele se interessar de fato pelo que está contido ali. Já de cara seu conteúdo precisa ser relevante para garantir que o restante seja lido.

Após conquistar os pontos anteriores você fara com que o visitante deseje de fato resolver a sua dor ou problema com aquela solução, seguindo um passo a passo ou as orientações apresentadas no conteúdo imediatamente.

E por fim você precisa fazer com que este visitante consuma outros conteúdos, inscreva-se para receber algum material gratuito, compartilhe, comente ou simplesmente compre de você.

Este último passo precisa ser claro e sem muita complicação!

Para você que já acompanha este podcast, já percebeu que estou falando da fórmula AIDA:

A de Atenção;

I de Interesse;

D de desejo;e

A de Ação.

Esta é uma fórmula com mais de 100 (cem) anos totalmente aplicável a qualquer conteúdo que você venha criar e que tenha como objetivo entregar um valor ao seu público final.

Utilizando esta fórmula você vai perceber que seus conteúdos serão produzidos com mais facilidade, se tornando interessantes e relevantes para seu público.

E claro, vai conseguir alcançar os resultados que deseja para seu negócio, sejam eles mais cadastros, pedidos de orçamentos ou vendas.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Curta, comente, compartilhe e também deixe sua avaliação no ITunes para que este conteúdo chegue cada vez mais longe, ajudando mais e mais pessoas a alavancarem seus negócios usando o marketing digital.

Caso fique com alguma dúvida, me procura lá no grupo do Expert Em Marketing Digital no Facebook, pois estarei à disposição para esclarecer todas elas.

Assine este podcast no seu dispositivo Apple através do aplicativo Podcast, ou no seu dispositivo Android usando o aplicativo de podcast’s de sua preferência.

Assim você irá receber uma notificação sempre que um novo episódio estiver disponível.

Conheça também nosso time de experts através do nosso site: www.dicascurtas.com.br.

 

Até a próxima semana!

Pin It on Pinterest

Share This