Ouça agora este podcast!

“062 Asma – O que fazer para deter a quarta doença mais mortal dos EUA”

Você já imaginou acordar com aquele aperto no peito, sentindo uma baita falta de ar? Uma tosse persistente, respiração ofegante como se o tempo tivesse parado naquele momento? Muitos sofrem com esses sintomas característicos de uma crise asmática.

Olá, aqui é Abílio Seronni, O Doutor Saúde, do Dicas Curtas e se você sofre de asma ou conhece alguém que sofre me acompanhe neste episódio para saber como se livrar das bombinhas e corticoides para proteger a sua saúde do sobrepeso, da síndrome de Cushing, da fadiga adrenal e da supressão do seu sistema imune.

Então vamos lá!

 

Asma é um sintoma de estreitamento dos brônquios com retenção de catarro e muco o que dificulta muito o esvaziamento pulmonar durante a respiração. Causa grande angústia e sensação de afogamento. Segundo a Associação de asmáticos, asma não tem cura! Uma pesquisa feita no hospital da China – Weifang entre 2003 – 2004 observou que o uso de um extrato de ervas foi quase tão eficiente quanto o uso a prednisona, corticoide tão comum prescrito por inúmeros profissionais para o alivio nos sintomas da asma. A erva chamada sophora flavescens, conhecida também como Ku Shen, rica em alcaloides, flavonoides, quinonas e saponinas triterpenóides, melhorou a função pulmonar, o pico de fluxo expiratório, reduziu o uso de inalatórios de emergência e o principal, reduziu eosinófilos e imunoglobulinas chamadas IgE, células envolvidas no processo alérgico exacerbado e o mais interessante, fortaleceu o sistema imunológico.

Existe dois tipos de reação alérgica: O Th1 – (T-helper 1) que é uma reação alérgica mais branda que pode evoluir para uma crise asmática e o Th2 (T-helper 2) uma reação mais aguda, mais reacionária, podendo evoluir para um edema de glote. Saiba que nós necessitamos de uma reação frente ao patógeno para se defender, no entanto, o problema é quando o corpo passa a reagir sempre exacerbadamente frente a qualquer estímulo ou patógeno.

Quando se usa prednisona em longo prazo, isso pode levar a um quadro de imunossupressão, ou seja, o sistema de defesa do nosso corpo fica bloqueado, tanto a reação Th1 e Th2 não acontecem mais. Nesta pesquisa da China, o fitoterápico utilizado permitiu a reação do mecanismo Th1, fosse suficiente para causar equilíbrio da imunidade e também melhorar no nível do cortisol – hormônio relacionado à dor, fadiga, depressão e gestão das emoções, ao contrário da prednisona que prejudica esse equilíbrio.

Outra característica marcante é a respeito dos canais iônicos descobertos no pulmão e que são controlados pelo receptor da NMDA – glutamato N-metil D-aspartato , responsável pela processo inflamatório das vias respiratórias. A planta apresenta dois alcalóides importante: matrina e oximatrina que atua justamente bloqueando os preceptores da NMDA, promovendo uma modulação excitatória, levando a um relaxamento dos neurônios, diluindo os fluidos pulmonares e aumentando o fluxo das vias respiratórias.

Além da asma, encontramos outra DPOC – doenças pulmonares obstrutiva crônica como a fibrose cística, também uma doença dita como incurável. Para ajudar a deter essas doenças a dica é associar a exercícios físicos ao ar livre e ioga. Pesquisa mostra que elas diminuem as interleucinas 8, sinalizadores responsáveis pela inflamação com a produção de muco, melhora o uso do oxigênio, facilita a respiração, aumenta a circulação sanguínea, fortalece o coração, diminui a pressão arterial, aumenta a capacidade pulmonar, as funções respiratórias, auxilia na coordenação do sistema respiratório e por fim, relaxa a musculatura e a mente.

Alguns alimentos como as cebolas roxas, uvas, maças e o chá preto são rico em quercetinas, um poderoso anti inflamatório que também vai ajudar a eliminar os sintomas.

Agora que você aprendeu que existe outra maneira de combater os sintomas da asma, vamos conhecer agora 5 dicas para consumir essa planta.

Antes de falar das dicas, eu te pergunto: você sabia, existe inúmeras plantas medicinais, com princípios ativos que podem melhorar a sua saúde mas também que podem prejudicar, portanto, muita cautela na hora de usar esses fitoterápicos pois toda planta tem seus efeitos colaterais, o segredo entre o antídoto e o veneno está sempre na dose.

 

Agora, preste atenção nas dicas:

Dica 01: Epilepsia – a planta tem ação neuro protetora, pois ela faz a modulação excitatória e atua nos receptores da NMDA sempre que tiver um estimulo, seja ela a luz, poluição do ar ou agrotóxicos dos alimentos com presença de glutamato e aspartato. A dica é usar preventivamente e proteger se dos gatilhos que provocam sua crise;

Dica 02: Arritmia cardíaca – devido a presença de duas substâncias: matrina(alcaloide) e o kurarinone (flavonoide), promove o efeito anti arrítmico. A dica é associar com magnésio, já que é o mais poderoso anti arrítmico do planeta;

Dica 03: Fungos e bactérias – um poderoso germicida contra Mycobacterium tuberculoses, Shigella, Staphylococcus aureus e Escherichia coli;

Dica 04: Pesticida botânico – enquanto para o homem é benéfico para a respiração, devido ao matrino ( todos os alcalódes), ele é um paralisante poderoso do sistema nervoso das plantas. A dica é usar para matar pulgão, ácaros, verme de repolho e até aranhas vermelhas;

Dica 05:  Fibrose cística – gravamos um episódio só falando da fibrose cística. Por ser uma doença genética pulmonar obstrutiva crônica a dica é associar com exercício físico e os ”Pranayamas” da ioga.

A lista completa das principais dicas você encontra no link da descrição.

link: http://seronni.com.br/asma

Resumindo, existem alternativas naturais para ajudar com os sintomas, se tornar refém da indústria farmacêutica vai debilitar ainda mais a sua saúde.

No próximo episódio vamos falar entrar na série- entrevista com experts da saúde e nossa primeira convidada é a nutricionista Camila Cury falando sobre Autismo – blindando o corpo com a nutrição. Um bate papo incrível e imperdível.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

 

Tem algum assunto que você gostaria de saber mais a respeito?

Ficou com alguma dúvida? Venha fazer parte da nossa comunidade no Facebook O Doutor Saúde e sanar todas elas!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais. Aproveite agora para assinar e acompanhar esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o O Doutor Saúde no Spotify e no Deezer.

Agora um anúncio muito importante:

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de Apoiadores do Dicas Curtas?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Um abraço é até a próxima semana.

Pin It on Pinterest

Share This