Ouça agora este podcast!“066 Compras de Natal e de fim de ano: 14 dicas para fazer boas compras”

Já estamos na reta final do ano e logo mais, nos próximos dias, temos as festas, como Natal e Ano Novo. E se você ainda não fez as compras dos presentes de fim de ano, esse podcast vai te dar clareza em relação à tomada de decisões.

Eu sou Phillip Souza, o expert em Finanças e Investimentos do Dicas Curtas e todas as semanas trago aqui neste podcast, várias dicas e informações para te ajudar a usar bem o seu dinheiro de modo que ele possa ser direcionado para que você alcance seus objetivos e que tenha mais qualidade de vida a partir de um desenvolvimento financeiro saudável, transformando-se em um investidor inteligente.

Para você sempre ficar atualizado e não perder nenhuma dica que estarei compartilhando aqui, assine agora gratuitamente o podcast e acompanhe todas as semanas o Investidor Inteligente do Dicas Curtas.

Natal bate na porta, ano novo logo em seguida; e geralmente queremos presentear pessoas queridas. E como todo evento relevante, em relação à nossa vida financeira é necessário planejar.

Algumas pessoas não esperam nem o décimo terceiro salário esquentar um pouquinho na conta corrente e já vão às compras; outras, talvez, ainda não fizeram nada disso. Tanto em um caso quanto no outro, é sempre importante preparar a lista de presentes. Para quem está preocupado com as armadilhas de consumo das festas e os riscos de entrar o ano novo no vermelho, a seguir vou apresentar 14 dicas objetivas, orientações práticas para as compras de fim de ano.

Planejar é a regra fundamental para evitar prejuízos. Devemos realizar as compras de forma planejada e consciente, sabendo o que pode ou não pode fazer – isso é um dos principais segredos da educação financeira e da arte de poupar. Assim, será mais difícil se deixar levar por impulsos consumistas ou por apelos publicitários, que são muito comuns nessa época e também próximo de datas que movimentam o comércio. Vale lembrar também que é importante ficar muito atento para o aumento de risco de golpes e de propagandas enganosas nesse período: é crescente o número de reclamações dos consumidores, que são enganados por falsas promoções, produtos com problemas e até mesmo por sites de empresas que não existem, por isso, atenção e uma pitada de desconfiança pode ser bem prudente nesse momento.

 

Vou te passar 14 pontos para você pensar e refletir sobre como você pode conduzir suas compras nesse fim de ano:

 

  1. Organize suas finanças: atualize sua planilha de gastos, relacionando todas as receitas e despesas. Caso você não tenha o hábito de fazer esse controle, a hora é agora: comece o quanto antes.
  2. Verifique quanto pode gastar: com o orçamento em ordem, você pode avaliar sua saúde financeira e quanto tem disponível para as compras de fim de ano. Caso esteja com o orçamento apertado, ou com contas em atraso, atenção! Priorize regularizar tudo, aproveitando a renda extra do décimo terceiro salário para isso. Evite comprometer ainda mais seu orçamento.
  3. Elabore e simplifique sua lista para presentes de Natal: é tempo de economizar, proteger seu orçamento financeiro e poupar. Portanto, nada de exageros na hora de presentear as pessoas queridas. Reveja sua lista, encontrando outras maneiras de manifestar seu carinho, como um cartão de Natal, uma visita, telefonema ou mensagem. Uma alternativa é aderir ao amigo secreto, em vez de presentear a família toda, ou então restringir os presentes, destinando-os somente às crianças. Esse levantamento, essa lista de compras, ajudará a evitar compras por impulso.
  4. Respeite seu orçamento: Seja comprando para você, familiares ou amigos, procure cumprir a tarefa com consciência, respeitando seu orçamento e, principalmente, definindo prioridades. Para ajudar a evitar comprar por impulso, na hora da compra, faça uso da tradicional (e salvadora!) pergunta: “eu quero ou eu preciso?”
  5. Analise sua compra: Se precisar se endividar, não compre. Parcelamento também é uma forma de dívida. Se for inevitável, tenha certeza de que caberá no orçamento dos próximos meses e procure fazer um número pequeno de parcelas.
  6. Pesquise muito: Pesquise em várias lojas e sites para ter certeza que está adquirindo o produto desejado com o melhor preço e que os descontos oferecidos são reais. Ao se deparar com falsos descontos ou propagandas enganosas faça uma denúncia no PROCON. Aproveite a internet como um importante meio de pesquisa, mas tome muito cuidado: só acesse e compre em sites confiáveis – crimes digitais são cada vez mais comuns. Também nas compras online, use o tempo a seu favor. Verifique o prazo de entrega, afinal, você pode correr o risco de não ter a mercadoria entregue na data esperada. Preste atenção!
  7. Não compre o presente de última hora: comprar com pressa nunca é bom! Você corre o risco de enfrentar lojas lotadas e, assim, perde a chance de escolher bem, economizar e negociar. Uma das estratégias para fazer boas compras é ir à rua com roupas confortáveis e bem alimentado. Isso mesmo, ir às compras com tempo, sem fome. Comprar bem significa pesquisar, olhar o produto em diferentes lojas, ter paciência para negociar. Isso evita que você realize compras rápidas só para acabar com o martírio de comprar perdendo assim oportunidades de encontrar o menor preço.
  8. Atenção à forma de pagamento das compras: dinheiro, cheque, cartão, carnê. Verifique se há descontos no pagamento à vista e, em caso de parcelamento, pondere muito bem se as parcelas cabem, de fato, no seu bolso e, como disse antes, faça o menor parcelamento possível.
  9. Comprou pela internet, por catálogo ou por telefone: O Código de Defesa do Consumidor permite, em seu artigo 49, que o consumidor que fez compras à distância cancele o negócio em até 7 dias. Não é necessário justificar o cancelamento e este não pode ter qualquer custo para o consumidor.
  10. Cobranças indevidas: Em caso de cobranças indevidas, o consumidor tem direito à devolução do valor em dobro.
  11. E para terminar, ninguém gosta de pensar nisso, mas eu tenho que falar: lembre-se dos gastos do início do ano! A minha intenção aqui não é estragar a festa, mas sim recomendar que você seja prudente. Todo início de ano é a mesma coisa: gastos com IPVA, IPTU, escola dos filhos, compra do material escolar. Então é bom pensar bem antes de gastar um dinheiro que não devia!

 

Te convido, portanto, a pensar sobre todos esses pontos e se planejar melhor dessa vez, ok!?

Cuidado com a cobrança de juros: às vezes, a vontade de comprar algo é tão grande, que a pessoa nem se importa de parcelar a perder de vista, pagando uma alta carga de juros por isso. Tenha calma!

Observe muito bem as condições oferecidas e compare o valor sem juros e o valor total a ser pago, se você financiar, com juros. Às vezes, dependendo da situação, pode ser muito mais interessante você juntar dinheiro e comprar o produto depois, em outras condições muito mais favoráveis. Se estiver em situação financeira problemática, uma dica é priorizar as crianças. É muito mais fácil explicar para os adultos e para os jovens o motivo de não receberem presentes.

Lembre-se: não é porque comprou algo mais barato que esse produto pode apresentar defeito ou uma durabilidade abaixo da esperada. Se tiver problemas com produtos observe, atentamente, os prazos previstos no Código de Defesa do Consumidor. A reparação de defeitos aparentes e de fácil constatação é de 30 dias para produtos ou serviços adquiridos tidos como não duráveis, e de 90 dias no caso de duráveis. Já quanto aos vícios ocultos, os prazos são os mesmos e têm início a partir do momento que ficar evidenciado o defeito do produto ou serviço.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

 

Esses são pontos importantíssimos para que não comecemos o ano novo com a vida financeira no vermelho! Que vermelho sejam as cores das festas, das roupas e do amor e carinho espalhados entre família e amigos!

Em caso de dúvida ou se tiver algum ponto que gostaria que eu aprofundasse ou explicasse melhor e só me procurar lá no grupo do Investidor Inteligente no Facebook. Estarei à disposição para esclarecer todos seus questionamentos e produzir outros episódios, com novos temas, direcionados ao que você precisa e quer aprender mais: é sempre importante contar com sua participação para tratar dos assuntos que mais te interessam!

 

Curta, comente, compartilhe, e aproveite para curtir também a página do Investidor Inteligente no Facebook além de deixar sua avaliação no iTunes para que este conteúdo chegue cada vez mais longe, ajudando mais e mais pessoas a cuidarem bem de suas finanças e investirem com mais qualidade e consciência o seu dinheiro!

 

Lembre-se de assinar este podcast no seu dispositivo Apple através do aplicativo Podcast, ou no seu dispositivo Android usando o aplicativo de podcast de sua preferência. E claro: você também encontra o Investidor inteligente através do Spotify e do Deezer. Assinando o podcast você receberá uma notificação sempre que um novo episódio estiver disponível.

 

Aproveite também para conhecer nosso time de experts através do nosso site: www.DicasCurtas.com.br.

 

Até a próxima semana com mais uma dica do Investidor Inteligente e boas festas!

Investidor Inteligente do Dicas Curtas

Pin It on Pinterest

Share This