Ouça agora este podcast!

“90 Colágeno – a proteína mais abundante do nosso corpo!”

Já quero começar agradecendo você, que está nos ouvindo, e a você que nos acompanha toda semana aqui no Dicas Curtas, seja pela web, seja pelo Spotfy, seja pelo Dezzer. Muito obrigado pelo carinho que tenho recebido em todas as redes sociais, em especial no Telegram, canal exclusivo chamado ”Saúde e Beleza em HOF” destinado apenas as pessoas que desejam ampliar seu conhecimento em harmonização facial, nas consultorias on line e whatsapp por toda parte do Brasil e do mundo com testemunhos de melhorias na saúde dos nossos ouvintes. Gratidão imensa por permitir que o Dicas Curtas faça parte da sua vida! O episódio de hoje revelaremos a proteína mais desejada nos últimos tempos e que movimenta um mercado bilionário,

Imagina você ficar bebendo colágeno, gastando rios de dinheiro com promessas de que sua pele vai melhorar e não passa de propaganda enganosa!

Olá, aqui é Abílio Seronni, seu Doutor Saúde, do dicas curtas e se você é uma dessas pessoas que vai na onda de tomar colágeno, fica comigo para ouvir as dicas seguras para aumentar o colágeno da sua pele.

Então vamos lá!

Você sabe o que é colágeno? Pega na pontinha do nariz ou na sua orelha. Isso é colágeno. É uma proteína de importância fundamental na constituição da matriz extracelular do tecido conjuntivo, sendo responsável por grande parte de suas propriedades físicas. Ela que deixa a pele resistente e elástica, reforça tendões e ligamentos que unem os músculos aos ossos e sustenta os órgãos internos. Ossos e dentes são feitos pela adição de minerais à matriz de colágeno. Um terço da proteína do nosso corpo é colágeno, 75% da pele é colágeno.

Mais de 20 tipos de colágeno são encontrados no corpo, de acordo com um artigo publicado na revista científica Advanced Drug Delivery Reviews. A estrutura e a função do colágeno são determinadas pela sequência dos aminoácidos. Em alguns tecidos, como órgãos, o colágeno pode ter a forma de um gel. Em outros, como os tendões, o colágeno vem como fibras apertadas para fornecer a resistência. O colágeno tipo I, por exemplo, faz parte da constituição dos tendões e do tecido conjuntivo frouxo e denso. Os colágenos do tipo X, XI e XII, por sua vez, participam da formação da cartilagem.

O nosso próprio corpo sintetiza colágeno, mas algumas matérias primas vem de fonte animal, e é basicamente extraído da pele, cartilagens e tendões de aves, suínos e bovinos. A crista do galo é uma iguaria pouco apreciada na culinária mas que é uma fonte riquíssima de um polissacarídeo, descoberta por um grupo de cientistas espanhóis liderado pela médica Ingrid Möller, pesquisadora do laboratório Actafarma que associado ao colágeno ajuda a produzir o liquido sinovial, que é a ”graxa” existente nas nossas juntas. Portanto, ao envelhecer, depois de aparecer as rugas por perda de colágeno, o segundo processo característico do envelhecimento é a perda da mobilidade pela diminuição do líquido sinovial. Todo mundo depois dos 40 anos de idade tem um grau de artrose se não cuidar! A mulher idosa tem queda de bexiga porque não tem a próstata pra segurar, isso é um órgão do home, e como ela perde colágeno, perde o tecido de sustentação!

Colágeno é uma proteína composta por 3.000 aminoácidos dispostos em três correntes moleculares entrelaçadas, formando uma espécie de hélice tripla flexível e robusta. Formada basicamente por 3 proteínas: glicina que seu corpo mesmo produz, lisina obtida a partir de alimentação como carne, peixes e ovos e para os vegetarianos, a saída é consumir feijões, levedo de cerveja e pasta de amendoim, e por último a prolina obtida a partir do acido glutâmico, é a proteína mais rígida entre os 20 tipos de proteínas do corpo e é encontrado na gelatina. Na presença da vitamina C, se transformam em hidroxilisina e hidroxiprolina.

A deficiência de colágeno no organismo denomina-se colagenoses, acarretando alguns problemas como má formação óssea, rigidez muscular, problemas com o crescimento, inflamação nas juntas musculares, doenças cutâneas, entre outros.

Então, se você está com as unhas frágeis e finas, cabelos apagados e não crescem, com a pele flácida, fina, desidratada e cheia de vincos e rugas, dores articulares ou vive se lesionando no esporte, saiba que seu problema pode ser deficiência de colágeno!

A partir dos 25 anos, a produção de colágeno começa a diminuir (perdemos cerca 1% ao ano), e as mulheres por natureza produzem menos colágeno do que os homens. No período da menopausa a velocidade de perda dessa proteína é aumentada, chegando a atingir 30% nos primeiros cinco anos. Por volta dos 50 anos, seu organismo produz apenas 35% da capacidade total de colágeno.

A grande dica deste episódio é fazer um grande estoque de colágeno durante a fase fértil, pois o hormônio que orquestra a produção de colágeno é o estrogênio e quando a mulher chega a menopausa, adeus ao estrogênio natural!

Outros fatores que diminuem a produção é o estresse, que faz você liberar muito radical livre, o sol em excesso, o cigarro e o número um, o açúcar! Enfim, o próprio processo de envelhecimento faz o nosso corpo ir perdendo a informação de como formar colágeno, enzimas, hormônios e assim por diante.

Daí você me relata que sua mãe comprou um pote de colágeno, pagou caro, e vai beber todos os dias pra ficar novinha em folha! Aí que você se engana! Esse colágeno que você bebe é controverso na literatura, pois quando cai no intestino ele é degradado em partículas menores chamados aminoácidos e seu corpo pega aquele aminoácido para produzir o que ele mais está precisando, geralmente hormônios, enzimas, músculo e por fim colágeno! A dica é, ouça esse episódio com muita atenção e veja a forma correta de estimular colágeno.

Agora que você conheceu as características do colágeno, vamos ao que interessa, vamos aprender como produzir colágeno.

Antes de falar das dicas, você sabia, a enzima hialuronidase que degrada o acido hialurônico, por sua vez, a principal substância utilizado nas bioplastias de face, nos preenchimentos de boca, nariz e malar para produzir colágeno é produzida a partir do veneno da abelha? Já o ácido hialurônico contem sulfa? Portanto, antes de fazer qualquer procedimento estético com ácido hialurônico, procure saber se você é alérgica a abelha e a sulfa. Na dúvida, tome sempre um anti alérgico antes do procedimento para evitar intercorrência.

Agora, preste atenção nas dicas:

Primeiro você precisa entender que o aporte, o acúmulo de colágeno ocorre na sua fase fértil, porque o grande maestro da síntese do colágeno é o hormônio estrogênio e quando você entra na menopausa, baixa significativamente, como o nome mesmo já diz, entra em pausa a produção do hormônio, e, portanto o envelhecimento é acelerado! A dica aqui é prevenção, acumule o máximo de colágeno durante sua vida fértil!

Segundo, você vai envelhecendo e perdendo a informação de produzir colágeno! A dica aqui é usar terapia vibracional quântica para devolver a informação perdida, recomendo o colágeno vibracional;

Terceiro você precisa nutrir sua pele de dentro para fora. A dica aqui é usar terapias injetáveis como microagulhamento, skinbooster, PRP (plasma rico em plaqueta associado ao pó de pdo, polidioxanona), quanto aos cremes e pomadas, impossível de penetrar na pele, temos uma barreira mecânica natural que impede essa troca rápida de fluidos entre o meio interno e externo corporal, porém, para burlar a barreira mecânica devemos usar substância que contem tecnologia quântica que age por ondas eletromagnéticas, nanométrica que são nanopartículas, partículas bem pequenininhas que ultrapassam a epiderme e derme; dermocosmetica que apresentam princípios ativos que geram alterações fisiológicas, causando mudanças na pele  ou o sérum, ou seja, soro com textura aquosa, fluída e não gordurosa de alta absorção que também promete chegar nas camadas mais profundas da pele; Se for em pó ou cápsula para ser engolido, deverá ser miscelanizado, uma tecnologia desenvolvido pela Nasa ou bihidrolizados, porém, tem seus efeitos comprovados para melhorar a articulação.

Quarto, você precisa dar os nutrientes fundamentais que são:

  • água, em média 35ml por kg, se você tem 70 kg, deve beber em média 2.5L;
  • doadores de metila, pois seu corpo não produz , são responsáveis por facilitar o transporte de gorduras e a produção de colágeno. Sua deficiência causa acúmulo de gordura, provocando esteatose hepática que é gordura no fígado e o seu fígado na tentativa de esterificar a gordura, promove o aumento do colesterol, obstrução de vasos, placas de ateromas que são placas de gordura com fungo no interior dos vasos sanguíneos. Exemplos de doadores de metila são: vitaminas do complexo B, como B6, B9 e B12, e aqui vêm algumas particularidades, por exemplo, B9 tem duas versões, o ácido fólico que é sintético que você compra na farmácia e o folato que você encontra no alimento em especial  fígado de boi, milho, amendoim, folhas verdes e legumes em geral, portanto, dê sempre preferencia na forma orgânica e evite o sintético e a B12 que precisa de um fator intrínseco para a sua absorção e quando se toma antiácido, os ”prazóis da vida”, diminui o ácido clorídrico, consequentemente o fator intrínseco e você fica deficiência de B12, umas das vitaminas mais importantes do organismo, pois participa de quase todas as reações metabólicas do corpo, principalmente da formação do colágeno. Ainda temos a procaína, um anestésico muito difundido pela Dra. Ana Aslam, betaína, elastina, colina encontrada no ovo, metionina encontrada também no ovo, carne, peixes e castanha do Pará.
  • vitamina C, além de inibir o melanócito, causador do melasma pois se for de origem hormonal se chama cloasma, também é fundamental para fixar o colágeno. A dica é ingerir 2gr de vitamina C por dia , de preferencia a noite, 20h e 22h, ingerindo 1gr em cada horário;
  • proteínas: glicina, lisina e prolina já faladas anteriormente;
  • hormônio: estrogênio, em especial o estradiol caso esteja na menopausa, pois ele é responsável por inibir as enzimas que destroem o colágeno como a colagenase e a gelatinase e também orquestra  a formação do colágeno propriamente dito. A dica é fazer a modulação hormonal com hormônios bioidenticos chamados de pelletes hormonais que são introduzidos nas nádegas e liberam de forma inteligente por 6 meses em média os hormônios.

Quinto, depois de ter feito tudo isso e ainda sim que potencializar a produção de colágeno, já estão disponíveis os bioestimuladores de colágeno como hidroxiapatita, ácido polilático, mas o mais interessante são os fios lisos de polidioxanona. Hoje colocamos em média 10 metros de fio no rosto e na papada do paciente, promovendo a liberação e produção de colágeno causando o efeito lifting, estica toda a pele em apenas 30 dias você sente e vê – A transformação! Tem sua duração por 2 anos em média. Uma verdadeira revolução no campo da harmonização facial. Transformamos aquela “carinha de maracujá”, rugosa e craquelada em uma “carinha de pêssego”, lisa e aveludada. Uma técnica segura, livre de complicações, de roxinhos no outro dia e principalmente não te deixa com ”cara de bolacha”. Fantástico!

Sexto: fugir do café, do estresse e principalmente do grnade vilão que é o açúcar. Quanto ao sol, a dica é tomar o seu banho de sol de acordo com a cor da sua pele, se for clarinha, menos sol, ser for escurinha, mais sol e depois usar um protetor natural de sol ou manipulado. Mas, fugir do sol é um erro que tem adoecido nossa população!

Resumindo, colágeno é vida, melhora pele, articulação, visão,  auto estima, agilidade e sua independência!

Para tirar dúvidas ou agendar uma avaliação o link está na descrição.

link: http://bit.ly/duvidasdoutorsaude

No próximo episódio vamos falar sobre ‘’Corona vírus – como se proteger dele!”

Espero que tenha gostado do episódio de hoje! Tem algum assunto que você gostaria de saber mais a respeito?

Ficou com alguma dúvida? Venha fazer parte da nossa comunidade no Facebook O Doutor Saúde e sanar todas elas!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais.

Aproveite agora para assinar e acompanhar esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar O Doutor Saúde no Spotify e no Deezer.

Agora um anúncio muito importante:

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de “Apoiadores”?

É isso aí! Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui. Continue acompanhando este podcast eu sou Abílio Seronni, o Doutor Saúde do Dicas Curtas.

Um abraço e até a próxima semana.

Pin It on Pinterest

Share This