Ouça agora este podcast!

“099 Como começar do 0 e fazer dos exercícios físicos um estilo de vida?”

No podcast de hoje eu quero ajudá-lo a começar com exercícios físicos do zero e fazer disso um estilo de vida, porém antes de falarmos dos exercícios em si, vamos começar pela compreensão de “estilo de vida” e como ele é construído.

Estilo de vida refere-se a nossos costumes que são expressos sob a forma de padrões comportamentais diários conhecidos também como hábitos.

Pensando dessa maneira, talvez, compreender como os hábitos são formados, seja a porta de entrada para que possamos, enfim, fazer dos exercícios físicos um estilo de vida.

Claro que, além disso, de maneira simples e detalhada, irei compartilhar com vocês todas as estratégias que eu uso entre minhas idas e vindas com atividade física, de maneira que você possa compreender e aplicar essas estratégias a ponto de começar do zero, obter resultados favoráveis e por fim, fazer disso um estilo de vida leve, harmônico e sustentável.

Aqui é Fábio Jones “O Cara da academia” do “Dicas Curtas”, sou Personal Trainer,  entusiasta do desenvolvimento pessoal e apaixonado pelo comportamento humano, trarei pra vocês semanalmente um conteúdos riquíssimo e inspirador que vai ajudá-los a construir um estilo de vida mais assertivo, leve e harmônico, melhorando sua autoestima e fazendo de você uma pessoa verdadeiramente saudável, entusiasmada e vibrante.

Mas para que você possa realmente aproveitar todo conteúdo que esta por vir, não esqueça de assinar nosso podcast, assim você não perderá as recomendações DO CARA DA ACADEMIA do Dicas Curtas.

E agora, vamos para o que interessa!

Ainda que passe despercebido, todos nós somos capazes de desenvolver e ou mudar hábitos que podem parecer inconcebivelmente complexos, em conclusão, toda a nossa rotina é construída a partir dos nosso comportamentos  e, esses germinam a partir da exposição de processos neurológicos semelhantes todos os dias.

Em outras palavras nosso estilo de vida é expresso pela repetição diária de nossos padrões comportamentais.

Entretanto, neurologicamente falando, infelizmente, muitas vezes, não somos capazes de identificar se esses padrões são positivos ou negativos, mas a boa noticia é que, entender como um hábito nasce, e compreender a estrutura do “loop” dos hábitos já nos torna capazes de romper o “status quo”, construindo novas rotinas, comportamentos e hábitos de maneira a caminhar-nos na direção de um estilo de vida mais assertivo, leve, harmônico..

No livro O poder do habito Charles Duhin descreve que para formar um hábito precisamos de estímulos repetitivos diários e dessa maneira nosso cérebro converte essa sequencia de ações em uma rotina automática, segundo cientistas isso ocorre porque nosso cérebro está o tempo todo buscando formas de poupar esforços.

Minuciosamente falando, o processo de formação de um hábito se dá a partir de um “loop” de três estágios: 

Primeiro – Gatilho – (um chamado, sinal ou uma deixa)

Segundo – A ação propriamente dita (Hábito)

Terceiro – A recompensa (Gratificação)

 

Pra ficar bem claro, vamos a alguns exemplos:

Despertador ao acordar – Escovar os dentes ou tomar banho – Alivio refrescante, sensação mais atento

Relógio 12h no trabalho – Sair para almoçar – Sensação de saciedade

Chegar em casa – Se jogar no sofá – Sensação de relaxar 

 

Esses são exemplos simples de comportamentos que ficam codificados em nosso cérebro, o que pode ser uma grande vantagem quando utilizados para os hábitos positivos!

Agora, vamos a luta.

Mas antes de tudo, se você não gosta ou não tem simpatia pelos exercícios físicos, mas sabe da importância deles em todos os campos de nossas vidas, e preciso encontrar a raiz do problema e nesse caso, recomendo que ouça o episódio #94 “Porque você não gosta de exercícios físicos e por que talvez isso não seja um problema exclusivamente seu?” 

Além disso, pra fazer dos exercícios físicos um estilo de vida é importante que você não busque objetivos meramente transitórios, mas que seja capaz de encontrar valores reais e eternos em tal pratica, para tanto, recomendo ouvir também os episódios #95 O QUE ou POR QUE? Qual desses determina o sucesso quando o assunto é treinamento físico e o #96 Cuidar do seu corpo não é sobre quantos quilos você deseja perder!

Esses três episódios trazem conteúdos que podem ajudá-lo a ressignificar seu entendimento sobre os exercícios físico dando mais sentido a você manter-se fisicamente ativo e facilitando todo o processo de fazer dos exercícios físico um estilo de vida.

Partindo do pré-suposto que agora você sabe da importância dos exercícios físicos, ressignificou-o de maneira que esse possam ser minimamente agradáveis e encontrou um propósito valioso para tal prática, vou misturar todo meu conhecimento de neurociência advindo da literatura com empírico adquirido por experiências próprias e observação.

Não encare como uma verdade absoluta, mas com uma opção estratégica que eu pessoalmente apliquei e se mostrou eficiente.

Primeiro  

Encontre o gatilho, através de dias e horários pré estabelecidos 

No meu caso, meu gatilho era sempre um horário e dias pré-estabelecidos

Lembre-se de que um hábito se forma pela repetição de padrões comportamentais, que geram processo neurológicos semelhantes, aqui no caso, a mesma atividade em dias e horários pré-estabelecidos, dessa maneira fica mais fácil para nosso cérebro converter essa sequencia de ações em uma rotina automática.

 

Segunda 

Comece pequeno, crie o menor atrito e a melhor experiência possível.

Construir novos hábitos, pode não ser tarefa fácil, pois nem sempre estamos dispostos a sair da zona de conforto e nesse caso, devemos trabalhar em função de criar o menor atrito e a melhor experiência possível, através de uma atividade que lhe seja minimamente agradável e trabalhando na intensidade que lhe for mais conveniente.

Nesse caso, talvez, tenhamos que quebrar princípios da fisiologia exercício, pois em um primeiro instante a nossa missão é construir um novo padrão comportamental.

 

Terceira 

Encontre sua recompensa de curto prazo.

Nos seres humanos possuímos uma ambição natural por recompensas imediatas e um grande erro que a maioria das pessoas cometem é focar nas recompensas de médio e longo prazo como é o caso da perda peso ou busca por performance e infelizmente, resultados distantes e abstratos podem não ser capazes de gerar a motivação que precisamos para manter essa pratica diária.

Afinal, as recompensas de curto prazo é quem da sentido para que você volta a sua atividade, amanhã, depois de amanhã e assim sucessivamente.

Aqui vão alguns exemplos de recompensas imediatas:

Sentir-se mais disposto, ter um dia mais produtivo, sentir-se relaxado, ter uma boa noite de sono, contemplar a natureza em um parque e além desses, ainda existem componentes sociais a serem explorados como realizar uma atividade em grupo.

 

Quarta

Foque no propósito e não na necessidade.

O seu propósito deve ser manter-se fisicamente ativo, construído um estilo de vida mais assertivo no que diz respeita a sua saúde, e a necessidade é o objetivo final que pode ser perder peso ou correr 10 km.

Quando somos capazes de focar no propósito, construímos uma trajetória mais leve, harmônica e satisfatória, abrimos mão da ansiedade pelos resultados finais e somos capazes de a admirar a jornada e celebrar todas as pequenas vitorias.

Agora é o momento de desafiar-se a desenvolver hábitos e comportamentos positivos, iniciar uma atividade física que lhe seja agradável, que lhe permita contemplar toda trajetória e desenvolver seu senso de disciplina.

Quanto mais nos organizamos em nossas vidas, mais crescemos em todos os campos e começar pelos exercícios físicos diários pode ser a porta de entrada para um estilo de vida mais assertivo, leve e harmônico. 

Lembre-se que nossa vida é uma resposta de tudo daquilo que realizamos repetidas vezes e os resultados que alcançamos é consequência dessa prática.

Comprometa-se e descubra, que dessa forma você será capaz de alcançar resultados extraordinários e duradouros.

 

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais. 

E caso fique com alguma dúvida me procura no grupo do O cara da academia no Facebook, pois estarei a  disposição para esclarecer todas elas. 

Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o O cara da Academia no Spotify e no Deezer.

 

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

 

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica do O cara da Academia!

Até a próxima semana.


Como começar o ano motivado | O Cara da Academia

Pin It on Pinterest

Share This