A questão do sobrepeso a décadas tornou-se algo crónico e complexo em nossa sociedade, muito tem se falado sobre obesidade, emagrecimento e controle de peso corporal, entretanto por que mesmo com tanta informação, esse ainda é um problema recorrente a nível mundial?

A ciência já vem demonstrando ao longo dos anos que a questão do sobrepeso, em definitivo, é resultado de um desequilíbrio hormonal e não calórico, desencadeados a partir da integração de fatores genéticos, fisiológicos, culturais e comportamentais constatando que a regulação do peso corporal não pode ser compreendida apenas pela noção de que tudo resume-se a calorias, mas por outros processos que eu tentarei explicar no podcast de hoje.

Como falei anteriormente o processo de engordar ou emagrecer é um questão multifatorial desencadeada a partir de vários fatores, porém hoje vamos se ater um hormônio que dentre os seus outros papeis é um dos grandes responsáveis pelo controle do peso corporal.

Seguindo minha linha se raciocínio baseada na obra de Gary Taubes Por que Engordamos e o Que Fazer Para Evitar a maior causa de não conseguirmos ter um controle sobre o peso corporal é basicamente pelo desequilíbrio de um hormônio denominado insulina.

A insulina desempenha vários papeis no corpo humano, mas seu papel crucial é manter o controle do açúcar no sangue o que influencia diretamente se iremos engordar ou emagrecer.

Hoje vamos tentar compreender como essa substância se regula em nosso organismo, e o que podemos fazer para que ela trabalhe a nosso favor e que essas informação sirvam de instrumento para facilitar o tão sonhado controle do peso corporal.

Lembrando que essas informações, não são uma verdade absoluta e tampouco substitui qualquer orientações medicas ou de nutricionistas. O objetivo aqui é ajudá-lo a tomar decisões embasadas em saúde para facilitar o controle do peso corporal.

Aqui é Fábio Jones “O Cara da academia” do “Dicas Curtas” eu sou Personal Trainer, um entusiasta do comportamento humano e apaixonado pelo desenvolvimento pessoal, eu trarei pra vocês semanalmente um conteúdos riquíssimo que vai ajudá-lo cuidar da saúde, aumentar sua autoestima e fazer de você uma pessoa mais saudável, entusiasmada e vibrante, tudo isso através da essência da atividade física.

Mas para que você possa realmente aproveitar todo conteúdo que esta por vir, não esqueça de assinar nosso podcast, assim você não perderá as recomendações DO CARA DA ACADEMIA do Dicas Curtas.

E agora vamos para o que interessa!

Ouça agora este podcast!

Ouça “103 Engordar ou emagrecer, afinal quem controla nosso peso corporal?” no Spreaker.

As instruções que constantemente temos a nossa disposição na internet é que para perder peso devemos comer menos e praticar mais exercícios, mas essa seria a mesma receita a ser feita se quisermos aumentar nosso apetite.

Se você ja mergulhou em um programa com dieta restritiva combinada com atividade físicas intensas para emagrecer provavelmente você será capaz de concordar com o que eu acabei de dizer e também saberá que essa talvez não seja uma solução viável por não ser uma pratica sustentável.

Como eu disse a ciência vem evidenciando em definitivo, que o sobrepeso é resultado de um desequilíbrio hormonal e não calórico, causado pela excesso de açúcar e consequentemente pelo exercesse de insulina liberada em nosso organismo.

E via de regra, os níveis de insulina e açúcares são praticamente determinado pelos carboidratos que ingerimos, não totalmente, mas para todos efeitos é isso que ocorre.

Os carboidratos refinados inundam nosso organismo de insulina e a concentração absoluta ou relativa desse hormônio tem papel fundamental no processo de acumular mais gordura ou liberar  a gordura acumulada para queima.

De maneira bem sucinta e objetiva, a insulina em grandes quantidades em nosso organismo atua para o armazenamento da gordura e em baixas quantidades atua na liberação da gordura transformando-a em enegrecia.

E qualquer coisa que nos faca liberar mais insulina do que a natureza pretendia ou que mantenha esses níveis elevados por mais tempo prolongará os períodos aos quais armazenamos gorduras e encurtará o período que a queimamos.

Em outras palavras, podemos estar engordando demais não porque comemos demais, mas porque os carboidratos presentes em nossa dieta nos fazem engordar.

Ou seja, carboidratos estimula a insulina que estimula o armazenamento de gordura e quanto mais insulina liberamos maior as chances de nossas células e tecidos tronarem-se resistentes a ela, e se isso acontecer, mais insulina será liberada para tentar manter o controle de açúcar no sangue, e essa exposição por muito tempo fará com que nos engordemos, lembrando que o contrario também se faz verdade, ou seja, quanto menor o indicie de açúcar no sangue menor será a liberação de insulina, quanto menor for essa liberação e quanto menor for o tempo exposto a ela maior será a liberação de gordura dos tecidos, convertendo-os em energia gerando o processo de emagrecimento.

Em conclusão se queremos emagrecer, e eliminar a gordura de nosso corpo devemos buscar ter o maior controle possível sobre a quantidade de insulina que liberamos em nosso organismo.

E nesse caso, a solução esta na compreensão do que devemos comer e quando devemos comer para que consequentemente sejamos mais saudáveis e tenhamos maior controle sobre nosso peso corporal.

Aqui vão 4 dicas que podem ajudá-lo a manter equilibrado seus níveis de açúcar no sangue e consequentemente um maior controle sobre insulina.

1 – Faça de 5 a 6 refeições diárias, sendo 3 refeições principais como café da manhã, almoço e jantar e pequenos lanches entre elas, buscando um intervalo de aproximadamente 3 horas entre as refeições, e de preferencia, tenha presente em todas as refeições os dois macronutriente carboidratos e proteínas.

Tal pratica ajuda manter seus níveis de energia e açúcar no sangue estáveis, dando lhe mais disposição para as atividade diárias sem os desejos repentinos por carboidratos que podem vir através de refeições aleatórias.

2 – Evite os alimentos processados, farináceos e ricos em açúcar. Alimentos processados costumam ter seus nutriente naturais removidos juntamente com adição de açúcar e conservantes que traz dois grandes efeitos negativos em seu corpo, o aumento drástico do açúcar no sangue e o efeito rebote com a queda súbita de energia associadas a grande liberação de insulina e o resultado disso e ter fome todo o tempo.

3 – Coma alimentos que sejam fontes de gorduras saudáveis, as gorduras de qualidade como o azeite de oliva, óleo de coco, manteiga e castanhas podem ser um grande aliado, realizando um trabalho incrível no equilíbrio do açúcar no sangue.

4 – Consuma os carboidratos de alta qualidade ricos em fibras como arroz integral, aveia, batata doce, mandioca, tubérculos geral além de verduras e legumes e aproveite os horários mais sensíveis a insulina. Existem duas janelas de alta eficiência para o consumo de carboidratos, pela manhã  após uma noite de sono em jejum e logo após atividade física.

Espero que essas dicas possam lhe ajudar!

E lembre-se que uma jornada de milhares de quilômetros começa com o primeiro passo e o ponto de partida e começar realizando pequenas mudanças em nossos comportamentos.

Acredite e aja para que você tenha o privilégio de colher os bons frutos das sementes plantadas hoje.

Começar pode não ser fácil, mas o esforço sempre valerá a pena.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais.

E caso fique com alguma dúvida me procura no grupo do O cara da academia no Facebook, pois estarei a  disposição para esclarecer todas elas.

Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o O cara da Academia no Spotify e no Deezer.

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica do O cara da Academia!

Até a próxima semana.

Como começar o ano motivado | O Cara da Academia

Pin It on Pinterest

Share This