Ouça agora este podcast!“EP38 Epidemia Invisível – conheça a vitamina B12”

Você provavelmente conhece alguém que tem falta de foco, concentração, formigamento nos pés e mãos, câimbras, fibromialgia,  manifesta sinais de Alzheimer com perda de memória, repete 3 vezes a mesma história, sinais de Parkinsson e de Esclerose Múltipla. Mas afinal qual será mesmo que a verdadeira razão por manifestar estes sintomas? Será que existe outro razão, outra carência nutricional ou até mesmo doença auto imune relacionada?

Olá, aqui é Abílio Seronni, o Doutor Saúde, do dicas curtas e se você se identificou com alguma dessas perguntas, hoje você vai aprender sobre a vitamina B12 e 3 dicas para suplementar de forma eficaz.

Então vamos lá!

 

Sabemos que ao chegar aos 80 anos de idade, a média de manifestar os sintomas do Alzheimer é de 33%, ou seja, cada três idosos, um tem sintomas de Alzheimer. Para você saber se você tem pre disposição genética basta fazer um exame para identificar se você tem o gene apoE4 (apolipoproteina E), caso tenha, você tem probabilidade, caso tenha apoE3, a probabilidade cai para 50% e caso tenha a apoE2, você é um sortudo! Algumas causas adquiridas já foram descobertas como a presença do metal tóxico – alumínio, formação de placas beta amilóides que são placas de gordura no cérebro causada pela inflamação crônica devido a ingesta crônica de açúcar e gorduras hidrogenadas e agora a carência de vitamina B12.

Além de prevenir o câncer, pois a B12 participa da síntese do DNA, ajuda prevenir anemia megaloblástica ou macrocítica, que é aumento das hemácias deixando as imaturas e disfuncionais e quando é de característica auto imune, alteração das células parietais da parede do estômago prejudicando a produção do fator intrínseco a anemia se chama perniciosa, também ajuda controlar o nível de homocisteina relacionada ao infarto do miocárdio, ela é fundamental para prevenir doenças de ordem neurológicas pois ela é neuroprotetora, ajuda a formar as bainhas de mielina dos neurônios, portanto, sua deficiência mimetisa doenças neurodegenerativas com Alzheimer, Parkinson e Esclerose Múltipla, entre outros sintomas como câimbras e fibromialgias

Essa carência pode ser de ordem nutricional, ou seja, pessoas veganas ou vegetarianas que de fato não ingere fonte animal, onde é rico em cobalamina, a vitamina B12. Também tem pessoas que ingere fonte animal mas que tem problemas de absorção, ou seja, tem problema de hipocloridria, produz pouco ácido clorídrico, comum após os 40 anos de idade que inicia uma atrofia do estômago, diminuindo essa produção e sem ácido clorído não há absorção da vitamina. Também tem o problema auto imune, ou seja, o individuo tem deficiência em produzir o fator intrínseco na parede do estômago. Portanto, a vitamina B12 que foi produzido por bactérias dentro do sistema digestório dos animais e armazenado no músculo e nas vísceras, principalmente no fígado, ao ingeri lá, cai no seu estômago, se liga com o fator intrínseco que está  no suco gástrico e é ativado para se ligar aos receptores no seu intestino delgado (íleo). Se você é um paciente que fez cirurgia bariátrica, redução do estômago, também pode ter deficiência de B12. Outros fatores como diabéticos que usam metformina, um fitoterápico encontrado na planta Galega officinalis, rico em dimetilbiguanidas usado para controlar o nível de açúcar no sangue e pacientes com gota que usam colchicina um alcaloide altamente veneno extraído da planta Colchicum autumnale que tem ação anti inflamatória, diminui a produção de ácido lático, portanto, diminui a deposição de cristais de urato, aumentando o ácido úrico, ambos fitoterápicos dificultam a absorção da vitamina B12. O consumo de álcool e tabaco também interferem na absorção da b12, pois a causa principal da deficiência, chegando a ser 50% dos casos é o problema de absorção da vitamina na parede do intestino. Uso crônicos por mais de 4 semanas de bloqueadores de HCL como omeprazol também tem deficiência de b12. Agora que você aprendeu as principais causas de deficiência da vitamina B12, agora, você vai aprender 03 dicas para repor a cobalamina, a b12.

Antes de falar das dicas, eu te pergunto: Você sabia que a vitamina B9, também chamada ácido fólico ou folato na sua forma ativa mascara a deficiência da B12? Você pode apresentar uma vida normal, sem sintomas porém a síntese do DNA, das proteínas podem estar sendo prejudicadas e de forma silenciosa, crônica, estar no processo de iniciação ou promoção ou progressão da doença chamada câncer! Fique o alerta!

 

Preste atenção nas dicas: 

Dica 01:  Consuma alimentos frescos, colhidos até 48 horas, ele tem energia vital capaz de transmutar em qualquer nutriente que seu corpo necessite. Tirando a energia vital, nenhuma planta produz colesterol e nem vitamina B12. Espirulina (que é uma alga) e Tempeh (semente de soja fermentada) produz uma pseudo b12 ( 7-adeniny cyanocobamide) que é análogo da b12 que faz o efeito contrário, pode bloquear a verdadeira vitamina.

Dica 02: Se for pra suplementar que seja via sublingual, gotinhas de B12 na forma ativa chamada metilcobalamina em baixo da língua ou intra muscular, injeção direto no músculo, assim, não sofre interferência do trato digestivo. As vitaminas lipossolúveis como A,D,E e K são armazenadas no corpo já as hidrossolúveis não são, com exceção das vitaminas B12, sorte para as pessoas vegetarianas e veganas que ficou fácil de administrar essa carência nutricional quando o problema é a dieta; Para diagnóstico basta solicitar o exame de urina e dosar a concentração de ácido metil malônico, se ele estiver alto, você apresenta deficiência de B12. Devido ao alto peso molecular da b12, não é possível diagnosticar pela saliva. Se você for esperar por hemácias macrociticas, megaloblásticas no sangue, isso pode ocorrer anos mais tarde e provocar lesões neurológicas irreversíveis pois o folato que é a B9 reduz essas hemácias mascarando a deficiência da B12 em 30% dos casos, por isso ela é uma epidemia invisível. Fique atento, se você faz parte do grupo de risco como alcoolismo, hepatopatias, hipotireoidismo e mielodisplasia, idosos devido a hipocloridria e olha a curiosidade, idoso que vacina com baixa vitamina b12 a vacina não faz efeito pois a vacina é b12-dependente interferindo diretamente na imunidade do idoso, uso crônico de oxido nitroso (gás hilariante usado pelos dentistas para acalmar e sedar os pacientes), anticoncepcionais, síndrome do intestino irritável, anemias, estatinas, anticonvulsivantes, nicotina e deficiência de b12 pelos motivos já citados;

Dica 03: Reposição via terapia frequencial, tanto floral como indução eletrônica, esse eu adoro, pois não precisa de exames, não precisa de dosagem, não tem efeito colateral,  basta usar a frequência que o seu corpo modula a onda e supre a deficiência.

A lista das principais doenças provocadas pela carência de B12 você encontra no link da descrição.

link: http://seronni.com.br/lista-b12

Resumindo, preste bastante atenção, e saiba da importância da vitamina B12 na sua saúde e previna se!

 

Então, o que você achou dessas dicas, qual assunto vc gostaria de saber mais a respeito?

Para aprofundar se no assunto, acesse nosso site www.seronni.com.br e adquira nosso livro, habittus seronni ou cadastre-se para o próximo workshop.

Se você ainda não se atentou para importância do poder medicinal da vitamina B12, uma vitamina que seu corpo não produz, aliás, até produz, mas no intestino grosso que fica pós intestino delgado, ou seja, não é absorvida, é a única vitamina que tem um oligoelemento – cobalto, responsável por aumentar a sua percepção, atua em diversas áreas, principalmente hematológicas e neurológicas, não intoxica, não tem nenhum efeito colateral somente na forma de cianocobalamina em pacientes com uma doença chamada neuropatia optica hereditária de Leber, que é raro de encontrar, é super barato, mantêm seu cérebro jovem, aumenta de forma significativa o nível de energia do seu corpo entre outras infinidades de benefício, comece a prestar a atenção, comece a praticar as dicas que você vai aumentar sua longevidade com saúde.

 

Ficou com alguma dúvida? Me procure no grupo do ”O Doutor Saúde”, no facebook, pois estarei a disposição para esclarecer todas elas, e aproveite para segui lá.

Curta, comente e compartilhe usando o itunes e assine este podcast no seu dispositivo apple, através do aplicativo podcast ou no seu dispositivo android usando o aplicativo podcast da sua preferência, assim você fica sabendo sempre quando tiver um novo episódio, e é claro, estamos também no spotify e no dezzer.

Continue acompanhando este podcast eu sou Abílio Seronni, seu Doutor Saúde do dicas curtas.

E pra finalizar, aproveite para conhecer também o nosso time de experts, através do nosso site: www.dicascurtas.com.br

Um Abraço e até a próxima semana.

Pin It on Pinterest

Share This