Ouça este podcast agora!“047 Exame laboratorial parte 03 – marcadores biológicos: 5 dicas de envelhecimento”

Você provavelmente ouviu os dois últimos episódio onde eu abordo o exame de sangue e o de saliva. Neste último episódio da série laboratorial falaremos de alguns marcadores biológicos que são preditivos de envelhecimento acelerado .

Olá, aqui é Abílio Seronni, o Doutor Saúde, do dicas curtas e se você ficou curiosos, fique comigo para aprender essas 5 dicas que o exame laboratorial pode te oferecer.

Então vamos lá!

 

Baseado nos episódios anteriores, vimos que os exames de sangue e de saliva tem suas vantagens e desvantagens, sabemos que os exames não fazem diagnóstico, mas nos trás a luz algumas suspeitas que devemos comprova las na clínica do paciente, em seus sintomas aliado a outros exames como de imagem por exemplo. Como já dizia o fundador do Hospital John Hopkin, ”Medicina é a arte da incerteza e a ciência da probabilidade”

Agora que você aprendeu que os exames são formas de você documentar, de você ter uma linguagem mais fácil para poder entender o que está acontecendo com você, mesmo que não seja 100% fidedigno, vamos aprender 05 dicas que o exame laboratorial pode te sugerir.

Antes de falar das dicas, eu te pergunto: você sabia que hoje é muito comum encontrar pessoas que fazem suplementação de lugol que é o iodo-iodeto, por exemplo, podendo interferir no exame, portanto, se você é uma dessas pessoas que suplementa e fizer um exame e nele apontar que seu TSH está alterado, geralmente nos 6 primeiros meses, isso é normal de acontecer, ele costumar subir pra 10 a 12, depois o corpo faz uma auto regulação e normaliza e se o profissional não estiver atento a isso, vai achar que sua tireoide está com problemas.

 

Agora, preste atenção nas dicas:  

Dica 01: RDW – você sabe o que é RDW no hemograma? Significa Red Cell Distribution Width, em outras palavras, volume corpuscular médio das suas células vermelhas. Quando você tem esse valor inalterado de um exame para o outro ao longo da vida, ele demonstra que você está envelhecendo naturalmente, mas se há uma variação chamada de anisocitose, você pode desconfiar e procurar outro marcador biológico que pode está descompensado, ou seja, alterado. Se essa variação for menor que 12,6%, então sua chance de viver mais aumenta 65%, agora, se for acima de 14,05%, a taxa de mortalidade aumenta em 25%. Como anda seu RDW? Como está sua anisocitose?

Dica 02: Leucograma – nos dá referência as células brancas ou de defesa do nosso organismo. Essas células também não mudam  ao longo da vida. Tem que estar na faixa de 4mil a 6,5mil. Se está abaixo de 4mil, está com leucopenia, sugerindo imunodepressão ou algum agente mielotóxico, ou seja, agride a medula espinhal como benzeno encontrado no petróleo ou agente não ionizante como exemplo poluição eletromagnética como ondas acima de 100 nanometro que são ondas de micro-ondas, de celulares, ultrassom, infra vermelho, laser, radiofrequência, monitores de vídeo, enfim, no mundo moderno, estamos bombardeados com essa poluição invisível. A dica aqui é usar as pulseiras que bloqueiam essa poluição eletromagnética;

Dica 03: Homa IR – vem do inglês, homeostatic model assessment, que significa Modelo de Avaliação da Homeostasia utilizado para determinar resistência insulínica baseado na relação glicose e insulina em jejum. Essa relação deve ser abaixo de 2,5 caso contrário sugere que você tenha resistência insulínica. A dica aqui é, caso tenha resistência insulínica, controlar a ingesta de açúcar, fazer atividade física diária, comece pela caminhada se estiver com sobre peso, respeitando a faixa de 70% da frequência cardíaca máxima para oxidação de lipídios, tente reduzir sua insulina para abaixo de 5, mas cuidado com a metformina, esse fitoterápico adora expurgar nutrientes importantes como ácido fólico, coenzima Q10, Vitamina B12 levando até a uma hipertensão e faça suplementação com cromo frequência para melhorar o receptor da insulina;

Dica 04: Ferritina – é uma proteína globular que se localiza essencialmente no fígado, é a mais importante proteína de reserva do ferro e é encontrada em todas as células do nosso corpo e sua faixa varia de 70 a 250. Qual a sua importância? Tem várias, mas sem o ferro o hormônio T3 do nosso metabolismo não funciona, não se liga na tireoide, assim o seu metabolismo cai e você começa a engordar, a inflamar e ter uma série de problemas de saúde. Se ela estiver abaixo de 70, a dica é suplementar com ferro frequencial, vitamina B7 (biotina), vitamina B5 (ácido pantotênico) que vem de ”pantos” que significa estar em todos os lugares, essa vitamina é fundamental para produzir energia, proteínas e gorduras.  Se o problema for na síntese de hemo, a dica é suplementar com vitamina B6 (piridoxina), é a vitamina da anemia, Vitamina B2, antiga Vitamina G, chama de Riboflavina, B7 (Biotina), Vitamina B5 ( ácido pantotênico) , ácido alfa lipoico e os minerais zinco, ferro e cobre. Agora, se ela estiver acima de 250, a dica é suplementar com ácido alfa lipoico e doar sangue.

Dica 05: Triglicerídeos x HDL – a única relação que eu vejo no lipidograma é essa, se ela der abaixo de 2,5, você está prevenindo doenças coronarianas como enfarte do coração, tromboses, varizes, hipertensão. Caso o valor esteja acima de 2,5, a dica aqui é aumentar seu HDL com atividade física, uso de vinagre de maça com mel diluído em agua, curry, e óleo de coco. Alguns estudos mostram que a vitamina B3, também conhecida como PP ou Niacina, feito com mais de 3.400 pacientes, revelou que ela aumenta o risco de infecção e daria certa proteção a problemas cardiovasculares, segundo reportou o New England Journal of Medicine. Na dúvida, não ultrapasse! Deixa a B3 de lado e foca no que dá resultado seguro sem efeitos colaterais;

Dica Extra01: Gama GT ( gamaglutamiltranspeptidase) é um marcador biológico de inflamação. Essa enzima está envolvida na transferência de aminoácidos no fígado e vias biliares. Se ela está abaixo de 16, então sugere que seu fígado está ok, agora se ela estiver aumentada, pode ser inflamação (hepatite, cirrose, esteatose hepática) decorrente de intoxicação por vírus, álcool, drogas e sucos de fruta de caixinha. É muito comum hoje, a esteatose hepática não alcóolica provocada pelo suco, como já citei em episódios anteriores. A dica aqui é fazer um detox com Zeolita, exercício físico e moderação com o álcool e sucos;

Dica Extra02: 25(OH) vitamina D – ou colecalciferol que é a vitamina do sol, a vacina anti-câncer, é um pré hormônio produzido no fígado, descoberta pelo Dr. Holick, é a forma inativa da vitamina D3 que é ativada no rim, o ideal é que ela esteja acima de 50ng/ml e abaixo de 150 ng/ml, porém, criou se uma heliofobia, medo do sol e por isso a população apresenta uma epidemia de carência dessa vitamina. Ela é tão importante que já falamos sobre ela, juntamente com o T3 são os únicos que apresentam receptores em todo o nosso corpo e se ela está a baixo de 50 ng/ml, seu corpo está envelhecendo mais rápido, facilmente manifestará sintomas de osteoporose pois ela, juntamente com o sol, a vitamina A, vitamina K2, boro, magnésio, consegue regular e fixar a entrada e saída do cálcio nos ossos e no dente.

 

A lista completa dos marcadores da velhice você encontra no link da descrição.

link: http://seronni.com.br/lista-marcador-biologico

 

Resumindo, existe vários marcadores de envelhecimento, eu citei os principais, ainda poderia falar da hemocisteína, do ácido úrico, da relação Dhea x Cortisol, poderia falar dos hormônios esteroidais, sexuais, testosterona, Gh, melatonina, em fim, o mais importante que os dados numéricos é a clínica do paciente, o que ele relata, o que ele sente, quais suas limitações e veja sempre qual sentimento que predomina em você, se é a raiva, se é a angustia, se é o medo, se é a tristeza ou se é a ansiedade, pois cada sentimento, segundo a medicina chinesa afeta um órgão que muitas vezes não diagnosticamos nos exames laboratoriais.

Se você ainda não se atentou para os principais marcadores biológicos do envelhecimento, comece a prestar a atenção, comece a praticar as dicas que você pode predizer várias doenças no futuro. No próximo episódio vamos falar sobre os principais suplementos que devemos usar pois são eles que mais faltam em nosso corpo.

Então, o que você achou dessas dicas, qual assunto vc gostaria de saber mais a respeito?

Ficou com alguma dúvida? Vvenha ser meu aluno, cadastre se na nossa consultoria online e venha fazer parte da nossa comunidade no Facebook O Doutor Saúde.

Curta, comente e compartilhe usando o Itunes e assine este podcast no seu dispositivo Apple, através do aplicativo podcast ou no seu dispositivo Android usando o aplicativo podcast da sua preferência, assim você fica sabendo sempre quando tiver um novo episódio, e é claro, estamos também no Spotify e no Dezzer.

Continue acompanhando este podcast eu sou Abílio Seronni, o doutor saúde do dicas curtas…

Um Abraço e até a próxima semana.

 

Pin It on Pinterest

Share This