Muito se fala sobre exercícios fisico e saúde física, aprendemos que sobre o sistema muscular, os exercícios são capazes de desenvolver e preservar força, potencia e resistência, no sistema circulatório reduz a pressão arterial e os níveis de triglicerídeos, no sistema endocrino provoca respostas hormonais com influências fisiológicas, como aumento da disposição física, ativação do metabolismo e o controle de açucares no sangue, isso apenas para citar alguns, mas e quanto a nossa saúde mental, qual é o impacto dos exercícios?

Existem varias formas de promover a saúde mental como é o caso do habito da leitura que eu particularmente adoro, uma alimentação rica em nutrientes também é fundamental para o bom funcionamento cerebral, mas como bom Professor de Educação Física, logicamente vou falar dos o exercício fisico como instrumento promotor da saúde mental e como se desenrola todo o processo.

Aqui é Fábio Jones “O Cara da academia” do “Dicas Curtas” eu sou Personal Trainer, um entusiasta do comportamento humano e apaixonado pelo desenvolvimento pessoal, eu trarei pra vocês semanalmente um conteúdos riquíssimo que vai ajudá-lo cuidar da saúde, aumentar sua autoestima e fazer de você uma pessoa mais saudável, entusiasmada e vibrante, tudo isso através da essência da atividade física.

Mas para que você possa realmente aproveitar todo conteúdo que esta por vir, não esqueça de assinar nosso podcast, assim você não perderá as recomendações DO CARA DA ACADEMIA do Dicas Curtas.

E agora vamos para o que interessa!

Ouça agora este podcast!

Ouça “104 Exercícios físico e saúde mental” no Spreaker.

Quem nunca se sentiu-se mentalmente confuso, cansado, ansioso ou mesmo deprimido?

Pois é, antes de mergulhar-mos no assunto de hoje, vamos a alguns dados importantes que faço questão de compartilhar para aumentar sua reflexão sobre a urgência de cuidarmos de nossa saúde mental.

  • Você sabia, que 1 a cada 10 pessoas no mundo sofre de algum distúrbios mentais?
  • Que 33% da população mundial sofre de ansiedade.
  • Que anualmente mais de 80 mil brasileiros são afastados do trabalho por causa da depressão?
  • Que São Paulo e a cidade com maior incidência de transtornos mentais e o Brasil é o quinto pais em prevalência de depressão e líder disparado em ansiedade no mundo?

Sabendo que transtornos como a depressão e a de ansiedade podem ser resultado do desequilíbrio de hormônios neurotransmissores ou por uma hipo ou hiperativação de determinadas regiões cerebrais que são influenciadas pelo ambiente em que vivemos e pelos nossos hábitos diários o que podemos fazer para melhorar nossa saúde mental?

Primeiramente, vamos compreender o que é saúde mental.

Segundo a OMS – Organização Mundial da Saúde, saúde mental seria a ausência de doenças ou ter sanidade mental, uma definição bem categórica, que me parece de certa forma insuficiente, entretanto, na literatura cientifica podemos encontrar outras definições como por exemplo; um bom funcionamento das funções cognitivas, executivas do cérebro e boa operação do sistema límbico:

Ao meu ver um definição mais ampla e assertiva.

Mas para aumentar sua compreensão, vamos entender quais são as funções cognitivas, executivas e o que faz o tal do sistema límbico.

As funções cognitivas do cérebro estão relacionadas a nossa capacidade de aprendizagem, de atenção e raciocino.

Sendo que seu mau funcionamento causam disfunções em capacidades como:

  • Concentração e atenção.
  • Dificuldade de raciocinar ou de fazer julgamentos.
  • Alteração dos comportamentos emocionais.

Sobre as funções executivas estão relacionadas a habilidades como planejamento de tarefas, tomada de decisões e solução de problemas.

Alterações nas funções executivas estão associadas a prejuízos em processos como:

  • Dificuldades na seleção das informações.
  • Dificuldades na tomada de decisão.
  • Dificuldade em estabelecer novos repertórios comportamentais.

Já nosso sistema sistema límbico, é conhecido como cérebro emocional, dentre suas diversas funções ele é o responsável pelas nossas respostas emocionais de sentimentos e por nossos comportamentos social por um todo.

As disfunções nos sistema límbico podem acarretar doenças como:

  • Depressão
  • Ansiedade
  • Alzheimer
  • Esquizofrenia
  • Transtorno de Déficit de Atenção. 

De maneira lacônica, ao que parece, podemos considerar saúde mental como; boa capacidade de aprendizagem, de concentração, de tomada de decisões, solução de problemas e a menor oscilação do humor, através do controle emocional e não meramente a ausência de doenças.

Mas Jones, como preservar ou cuidar de nossa saúde mental em um mundo de incertezas constantes, excesso de trabalho, estresse, de cobranças infinitas?

Pois é, como citado no início do podcast, parece que estamos lidando com o mal do século, pessoas infelizes, deprimidas, emoções psicossomátizadas e distúrbios em nossa bioquímica que rouba nosso sono e a nossa paz interior.

Mas enfim, agora vamos a boa noticia!

Os exercícios físicos retarda ou inibe a pre-disposição a distúrbios mentais através de suas respostas agudas que ajudam nosso corpo a livrar-se de substancias resultantes do estresse, ativando o fluxo sanguíneo, aumentando a atividade cerebral e na liberação de hormônios neurotransmissores.

Mas afinal, o que são neurotransmissores?

Neurotransmissores são mensageiros químicos, responsáveis pelo transporte, estímulo e equilíbrio de sinais nervoso entre nossos neurônios.

Aqui vão alguns exemplos dos principais neurotransmissores, suas funções e como seus desequilíbrios podem afetar nossa saude mental.

Acetilcolina

  • O acetilcolina está relacionado diretamente com a regulação da memória, do aprendizado e do sono.

Sua supressão pode resultar em doenças neurológicas relacionadas a demência e esquecimento como é o caso do Alzheimer

  • Quem nunca ouviu falar Adrenalina?
  • Pois é, também conhecida com epinefrina é responsável pela excitação em situações que envolvem medo, stress, perigo, fortes emoções e necessidade de confronto ou fuga.

Suas alterações podem gerar cansaço, fraqueza e sonolência ou quadros de hipertensão arterial.

Noradrenalina

  • A noradrenalina também é um neurotransmissor excitatório como a adrenalina e é o responsável pela regulação do humor, aprendizado e memória, promove mais disposição uma vez que está relacionada excitação física e mental, alem disso, em grandes quantidades, proporciona sensação de bem estar, em contra partida sua baixa esta relaciona a sintomas de depressão.

Endorfina

  • Mais um neurotransmissor super conhecido, considerado o hormônio do prazer está relacionada a melhoria do humor e da memória, e ao bom funcionamento do sistema imunológico e controle da dor.

A queridinha endorfina, além dos beneficio citados, tem efeito anti-age e está associada a sensação de relaxamento, tranquilidade e bem-estar.

Serotonina

  • Da mesma família que a endorfina, a Serotonina também é conhecida como hormônio do bem-estar, considerada um calmante natural ela controla o sono, regula o apetite e a sua disposição, sendo também é conhecido como “substância do prazer”.

Sua supressão pode levar a problemas como diminuição da concentração, estresse, ansiedade, cansaço, insônia, depressão, enxaqueca, e em alguns casos esquizofrenia.

Dopamina

  • A Dopamina é responsável pela sensação de bem estar e controle motor, tem como principais funções melhorar a memória, humor, atenção, controle do apetite, do sono, funções mentais motoras e ajuda combater a depressão e a ansiedade.

Níveis anormais de dopamina estão associados a doenças degenerativas como é o caso do Mal de Parkison.

Os exercícios físicos são fundamentais para promoção e manutenção da saúde mental devido a estimulação, produção e normalização desses neurotransmissores.

Quanto mais sangue circular pela região cerebral, maior são os benefícios para nossa saúde mental.

E uma ótima maneira de aumentar o fluxo sanguíneo nessa região, sem duvida alguma é através dos exercícios físicos.

Para promover a saúde mental você precisa adotar ações que permitam melhorar sua capacidade de memória, de atenção e seu controle emocional adotando um estilos de vida saudáveis.

Nesse caso, que tal começarmos pelas atividade aeróbicas?

Uma boa caminha, uma pedalada de preferência em contato com a natureza, atividades aeróbias além de libera endorfinas, que te deixam mais feliz e relaxado, aumenta os níveis de serotonina, dopamina e norepinefrina.

Exercícios aeróbicos moderados reduzem o estresse, diminui a ansiedade, alivia os quadros de depressão, além de melhorar a capacidade cognitiva, o foco, a atenção e o bem-estar em geral, revertendo e prevenindo os efeitos do envelhecimento no cérebro, e aliviando os sintomas associados às oscilações de humor.

E sabe qual a melhor parte disso tudo, você só precisa em média 30 minutos de atividade diária para poder usufruir desses benefícios!

Ou seja, ao exercitar-se, você se torna mais saudável, mais satisfeito com sua figura corporal, melhora sua autoestima e se torna uma pessoa mais bem humorada, entusiasmada, feliz e vibrante.

Uma alma sadia só poderá residir em uma mente sã, e uma menta sã precisa estar em  harmonia um corpo são.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais.

E caso fique com alguma dúvida me procura no grupo do O cara da academia no Facebook, pois estarei a  disposição para esclarecer todas elas.

Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o O cara da Academia no Spotify e no Deezer.

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica do O cara da Academia!

Até a próxima semana.

Como começar o ano motivado | O Cara da Academia

Pin It on Pinterest

Share This