Ouça agora este podcast!“097 Felicidade, saúde, exercícios físicos e o mal do século!”

Para falarmos de saúde primeiramente precisamos compreender o significado de saúde.

Segundo a OMS, “saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.

Considerando essa interpretação, fica bem claro que saúde vai muito além de nossa condição física, e que demonstra que o tão explorado controle de peso corporal já não nos garante a boa saúde.

Exercícios físicos e boa alimentação, é sem dúvida uma porta de entrada para cultivarmos a boa saúde, e preservar o bom funcionamento de nosso organismo a ponto de transforma outra áreas de nossa vida com o tempo.

Mas as vezes acessar a chave que abre essa porta pode ser uma tarefa difícil e é sobre isso que eu quero falar hoje.

Aqui é Fábio Jones “O Cara da academia” do “Dicas Curtas” eu sou Personal Trainer, um entusiasta do comportamento humano e apaixonado pelo desenvolvimento pessoal, eu trarei pra vocês semanalmente um conteúdos riquíssimo que vai ajudá-lo cuidar da saúde, aumentar sua autoestima e fazer de você uma pessoa mais saudável, entusiasmada e vibrante, tudo isso através da essência da atividade física.

Mas para que você possa realmente aproveitar todo conteúdo que esta por vir, não esqueça de assinar nosso podcast, assim você não perderá as recomendações DO CARA DA ACADEMIA do Dicas Curtas.

E agora vamos para o que interessa!

Uma vida verdadeiramente saudável deveria se uma vida harmônica, feliz, de equilíbrio, tranquilidade, satisfação e boa condição física é claro!

Mas como construir essa vida saudável ideal em um mundo de excesso de trabalho e estresse, da cobrança infinita para nos tornarmos bem sucedidos, do eterno desejo de estarmos conectados a tudo e a todos, de sermos aceitos e aprovados, da overdose de informações, e da falta de tempo e tudo isso corroborando para uma infelicidade infindável.

Bem vindos a século XXI

Precisamos colocar nossa saúde em primeiro lugar e não sucumbirmos ao modelo de vida que nos está sendo imposto, mas ao mesmo tempo, com certa urgência, carecemos  de reformular imediatamente a maneira como estamos encarando o conceito de saúde.

Ou fazemos isso, ou pagaremos um preço muito alto e o abismo está em nossa falta de sabedoria e compreensão sobre o estilo de vida contemporâneo.

Mas se tivermos sorte, haverá um momento de revelação em nossas vidas que nos fará acordar antes que seja tarde demais.

LUTA – O CHAMADO

A falha que jaz no núcleo de nossa definição equivocada é buscar saúde tão somente através da atividade física.

Logicamente estamos fartos de saber que a pratica regular de exercícios físicos trazem inúmeros benefícios para nossa saúde em geral. Mas quando não somos capazes de encontra forças ou energia para construir uma rotina e um estilo de vida mais harmônico e saudável? E quando a preguiça, o desanimo e a insatisfação  nos coloca em ciclo vicioso, de uma vida automática, nociva, infeliz e letárgica?

Pois é, existe um espaço entre sair da inércia e construir uma rotina de hábitos saudáveis, e é aí que muitas pessoas param.

E se não formos capazes de identificar a raiz do problema, com o tempo o que é importante passará a ser urgente e quem sabe, seja tarde demais. Pois é estou falando do mal do século, pessoas infelizes, deprimidas, emoções psicossomátizadas e distúrbios em nossa bioquímica que tem roubando nosso sono e sossego constantemente.

Segundo pesquisa da OMS de 23 de fevereiro de 2017, 264 milhões de pessoas no mundo sofrem de transtorno de ansiedade, e uma boa parte desses chegam a um quadro agudo de depressão e até o desejo de morte impulsionado por tal realidade, além disso, pessoas nessa situação tem maior incidência de inflamações no sistema circulatório aumentam, o que contribui em grande escala para doenças cardíacas.

REDENÇÃO 

Mais uma, vez bem vindos a século XXI

Chegou o momento de aprendermos lidar com nossos comportamentos e aprofundar em nossas questões emocionais, se assim fizermos, será mais fácil construir e manter uma rotina de exercícios físicos, boa alimentação, através de uma vida saudável de equilíbrio, harmonia e contentamento.

Estudos recentes apontam que ser feliz traz maravilhosos benefícios para a saúde, e com um menor risco de doenças cardíacas, câncer e suscetibilidade a outras doenças.

É o momento de ressignificar o que foi perdido ao longo do tempo,  redescobrir um caminho concreto de equilíbrio e harmonia, olhar para nosso próprio estilo de vida, as circunstancias que nos colocam no lopping da inquietação, que rouba nossa energia e muitas vezes, impede que possamos cuidar de nossa saúde de verdade.

Essa redescoberta nos tornará mais felizes, entusiasmos, dispostos e realizados a ponto construirmos um estio de vida mais saudável.

Não se trata de uma verdade absoluta, mas tome com uma oportunidade de gerar um processo de reflexão sobre como estamos conduzindo nossas vidas.

Será que o estilo de vida contemporâneo de cobrança e insatisfação constante não está  sequestrando nossa saúde?

Aqui vão alguns comportamentos que passam despercebidos, mas que tem gerado uma inquietação, infelicidade constante e roubado a paz de muita gente.

Buscar felicidade nos lugares errados, através de coisas ou bens materiais que logo perdem seu encanto, falta de gratidão e senso de contemplamento por tudo que já temos são ações que abrem espaço em nossas vidas para a uma tristeza constante.

Comparações desnecessárias, síndrome do injustiçado também são comportamento que faz nossos corações declinarem para tudo que não temos, para o que não estamos recebendo de uma ou mais pessoas em nossas vida.

Resumidamente precisamos aprender a lidar com as nossas emoções:

Pois elas nos coloca em uma montanha-russa de sentimentos.

Hora estamos felizes; outra, tristes.

Hora estamos cheios de amor; outra, tomados pela raiva.

Hora estamos confiantes; outra, cheios de medo e ansiedade.

E sabe por que eu resolvi falar dessas coisas que não tem nada haver com exercícios?

E queiramos ou não, somo seres guiados por nossas emoções e praticamente todas as nossas decisões acontecem a partir delas.

E em muitos casos quando não preenchermos essa lacunas de maneira assertivas, não chegamos nem na porta da tão sonhada rotina saudável de exercícios físicos e autocuidado em geral.

TRIUNFO 

Aumentar sua percepção subjetiva de felicidade, mergulhar no autoconhecimento e dar mais sentido a realização de coisas que disponham de propósito e valores, verdadeiros e eternos.

Quando alcançamos esse nível de sabedoria descobrimos que a satisfação e a felicidade germinam de dentro para fora e atrelado a isso vem o sentimento de prazer, bem estar e energia em nossas vidas.

Enquanto nossos corações estiverem tomados por gratidão, não haverá espaço para infelicidade, desânimo, insatisfação e preguiça, seremos seres transbordando entusiasmos, alegria, contentamento e toda disposição necessária para cuidar de nossa saúde e bem estar.

E quanto mas cuidamos de nós mesmos, mais capazes de cuidar dos outros nos tornamos, incluindo nossas famílias, amigos, colegas de trabalho e a comunidade em geral.

Invista em você, invista na sua saúde.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais.

E caso fique com alguma dúvida me procura no grupo do O cara da academia no Facebook, pois estarei a  disposição para esclarecer todas elas.

Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o O cara da Academia no Spotify e no Deezer.

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica do O cara da Academia!

Até a próxima semana

Como começar o ano motivado | O Cara da Academia

Pin It on Pinterest

Share This