Ouça agora este podcast!

“074 Hipnose Condicionativa – Quebrando as barreiras da sua mente (Entrevista com Cesar David)”

As pessoas tem um mito, achando que hipnose é coisa de mágico, sendo que é uma ciência

Neste episódio trouxemos um especialista para falar um pouco sobre o trabalho que ele faz na área de desenvolvimento de pessoas. Eu tive duas experiências marcantes em dois momentos importantes da minha vida com ele no uso da hipnose e que foi um diferencial na minha vida e achei interessante traze- lo aqui para falarmos um pouco.

Vamos descrever os benefícios e se tem efeitos colaterais da hipnose condicionativa.

Hipnose condicionativa: Diferente da hipnose tradicional não é uma hipnose investigativa. A pessoa não passa pelo processo do trauma. A mente da pessoa é que vai lá nos pontos, guiada pelo profissional de hipnose e, essa hipnose a pessoa vai até os pontos, porém a pessoa não sofre o reviver do trauma.

A hipnose remota da época dos egípcios, mas foi bastante usada a partir de 1720. Mas essa modalidade de hipnose é a hipnose clássica. Ela difere da hipnose clínica. A clássica é muito usada em show. Porque hipnotizar, a hipnose é um estado normal de todas as pessoas. Todas as pessoas conseguem ser hipnotizadas. Só existe uma parcela muito pequena da humanidade que não. Mas assim, normalmente as pessoas quando elas são hipnotizadas, elas são levadas a um estado de foco maior. É um estado de atenção focada. As pessoas acham que para estar hipnotizadas elas precisam estar dormindo – não necessariamente. Por outro lado acham que se elas estão acordadas, elas não estão em hipnose – não necessariamente.

Olá,  aqui é CAMILA CURY MARQUES e hoje tenho a honra de substituir nosso querido amigo Abilio Seronni , nosso Doutor Saúde do dicas curtas em alguns episódios .

Hoje vou trazer mais informações sobre hipnose condicionativa e mostrar que podemos usa-la no tratamento de traumas e até para potencializar aqueles pontos que sabemos que temos de bom, mas que ainda podem ficar melhor.

Se você quer saber mais sobre o assunto fique comigo e com profissional Cesar David

De acordo com o Dr. Cesar o osso estado de atenção durante a hipnose, leva a mente da pessoa a colocar de lado tudo aquilo que não interessa no momento. E a se concentrar somente naquilo que o profissional de hipnose está apresentando, não é?

A hipnose Condicionativa, é considerada hipnose clínica. Porque hipnotizar alguém, qualquer pessoa que ler algum livro, pode chegar a hipnotizar uma outra pessoa. Mas assim, colocar a pessoa em estado hipnótico não significa que você vai curar o trauma da pessoa. Eu tenho muita procura e muitas visitas de pessoas com problemas sérios.

Então quando você coloca aquela pessoa em estado hipnótico, o que você vai fazer com ela depois que ela está hipnotizada? É essa a questão! Não é?

E outra, quando a pessoa tem uma catarse, por exemplo, durante o transe hipnótico, o que você faz com a pessoa? Aí que entra a responsabilidade e a ética profissional de quem esta conduzindo.

Camila – E ainda tem isso durante a hipnose? Você pode ter catarse?

Dr. Cesar: Existem pessoas que têm catarse e aí, por exemplo, a pessoa pode chorar, pode ter espasmos, significa que está revivendo o trauma. Então você tem que usar a sua técnica para saber o que vai fazer naquele momento. A escolha do que fazer é do conhecimento profissional.

E tem pessoas que sentem dor. Elas revivem aquilo. Isso pode acontecer de ela estar no momento com um trauma muito forte e, ela está em direto contato. A mente abriu a ela uma coisa que ela tinha empurrado para baixo do tapete. E ela pode estar naquele momento sentindo toda aquela dor de novo. Ela passou por um processo.

Depois do trauma a pessoa pode passar por um grande momento de luto e de dor muito profunda, onde a mente dela vai ajudar a colocar aquilo, a reprimir aquilo no inconsciente dela. Ela não se lembra mais, ela não se lembra dos fatos, mas no momento atual da vida dela, pode estar vivendo pequenas lembranças que conectam ela com a dor sem que ela esteja consciente daquilo. Então, se ela por exemplo, em determinado tipo de ambiente, ou determinado tipo de atmosfera, temperatura, som, cor, cheiro, que lembre ela de alguma forma do trauma, ela vai mudar o comportamento dela, a emoção e o sentimento sem saber que aquilo está ligado com o trauma. Mas vai sentir tudo aquilo.

Então ela tem dificuldade no trabalho, no relacionamento – ela pode estar com dificuldade com os filhos dela, o rendimento pessoal dela diminui, ela pode estar com tristeza profunda que pode levar à depressão. Então tudo isso pode ser reflexo de coisas que aconteceram lá para trás em um trauma.

Quando você coloca essa pessoa nesse estado de hipnose para você tratar, você não tem acesso porque a modalidade de hipnose que eu pratico ela é muito bacana porque a pessoa não fala nada. A pessoa não conta, o que está acontecendo ou o que ela está vendo.

Ela só está sentindo. E eu observo os movimentos corporais da pessoa que são mínimos. Uma micro expressão no rosto, um pequeno tintilar do dedo, qualquer coisa que aconteça é um sinal para mim que ela já está dentro daquele momento do trauma. E eu decido quanto tempo eu mantenho ela naquela situação para tirar e passar para uma outra fase para entender como a mente está trabalhando aquilo. E nesse momento eu executo os comandos, que são comandos hipnóticos de acordo com o que já se conversou anteriormente com a pessoa para que nesse momento eu aplique uma frase para trocar o registro traumático da pessoa.

Por isso se fala hipnose Condicionativa. Porque desde o momento em que nós somos concebidos, nós já recebemos os registros. Na realidade, segundo a teoria do professor Crozera, os registros antecedem a concepção. Isso é muito bacana também.

Ele tem um tratado, um estudo falando sobre a teoria da concepção. Momentos que antecedem a concepção, já existe a consciência. É uma coisa fascinante.

Camila – Parece que na Constelação Familiar estão falando em epigenética.

Dr. Cesar: Então! Aí é um assunto para a gente ficar falando outras horas e em outros encontros.

Mas assim, para a gente pegar esse gancho de novo do que você esta falando, a consciência da pessoa antecede a concepção. Os registros já estão sendo formados na intenção do pai e na intenção da mãe. Olha que interessante!

Existem pessoas que nasceram de atos que não foram desejados, vamos falar assim.

Para a gente ficar no campo da sutileza. E nesse ato que não foi feito de maneira concordada pelas duas pessoas, ou feito com o amor suficiente pelas duas pessoas, o feto já recebe aquela carga de informação. Então você imagina o quanto que se tem de registro traumático desde os primeiros momentos de vida.

Camila – Tem alguns estudos que mostram como o corpo da pessoa demonstra as fases da vida que ela passa pela energia de quando ela está no útero da mãe dela, por exemplo, o sofrimento que a mãe passa naquele período e o quanto aquele feto precisa se comportar para não receber aquela energia não tão amorosa da mãe naquele momento em que está passando por estresse, mas para a criança se adaptar àquele ambiente em que ela está se desenvolvendo – isso vai até os cinco ou seis anos de idade. Onde se dá a construção do caráter do ser humano, não é?

Dr. Cesar: Imagina a fase adulta. Tudo isso é um banco de dados que a mente esta constantemente consultando para reagir.

Camila – Adultos são crianças mal resolvidas ?

Dr. Cesar: Então é assim, sempre quando a gente age, sempre olha para a nossa história pessoal.

Nós reagimos às coisas. É muito difícil que a gente tenha a habilidade de ter uma ação nova diante de uma nova situação. Nós sempre reproduzimos – nós consultamos a nossa mente, vimos como agimos no passado, inclusive eu acho que nós agimos consultando a história dos nossos antepassados.

Aí o Rupert Sheldrake falando da teoria dos campos morfogenéticos onde você acessa o tempo todo esse conhecimento do que você herdou, da sua hierarquia.

Então é assim: – esse conhecimento todo da fase adulta, se você não entende os seus processos pelos quais você está passando – porque a todo tempo você está tendo sinal.

Não sei se você já ouviu falar. Pode ser que fale até errado aqui se minha memória falhar nesse momento, mas existe um efeito chamado Baader Meinhoff. A gente acha que a mente não está o tempo todo agindo, mas ela procura de padrões e esse efeito é assim; – o que eu pensei ontem, vai existir uma parte da minha mente com grande tendência de ficar procurando no hoje se existe alguma coisa que denuncie aquilo que pensei ontem.

Por isso que as pessoas relatam que as coisas estão meio recorrentes.

A nossa procura trabalhar em economia de energia e vai lembrar você de que viu aquilo ontem. Esses acontecimentos de padrão, vão tender a ser repetidos.

A hipnose atua nos registros negativos.

Outras pessoas fazem por timidez. Para melhorar a liderança.

Ajuda a corrigir registros não produtivos para cada pessoa.

No emagrecimento, as pessoas preenchem espaços de carência interna. Fazem de tudo, mas ainda existe um limite interno, mesmo seguindo regimes e orientações nutricionais.

Porque ainda existe lá dentro um comando negativo.

O trabalho do Hipnólogo é o de substituir os registros que a mantém no desequilíbrio e a levam à compulsão. Assim são as compulsões por compra, sexual, esvaziar as mãos e perder dinheiro esvaziando as mãos rapidamente etc.

Tudo é por uma descompensação interna. Estão infelizes e se inferiorizam nos relacionamento. Isso as leva a um desempenho sexual ruim por uma educação repressiva na sua fase de formação.

A hipnose é um processo e se dá na forma de um relaxamento profundo de desligamento neural para que a mente acomode e possa receber todos os comandos hipnóticos.

Esses “scripts” são preparados antes, após responder um questionário, o qual será transformado em comandos para substituir os registros negativos.

Eu procuro fazer um script bastante dirigido. Uma sessão pode ser suficiente dependendo de cada caso. O mais sério que experimentei levou 8 sessões.

Serve também para potencializar qualidades que e já tenho melhorando aquilo que eu sei que tenho de bom. Em um estudo, foram detectados que a mente não sabe a diferença entre a prática normal da simples imaginação. Ideal para aprendizado de idiomas, foco, concentração e memória. Não insere informação, mas elimina o medo de errar e passar pela exposição do ridículo. A trava é eliminada. A limitação está na pessoa e não naquilo que se estuda.

A hipnose também ajuda a ampliar a eficiência fisiológica do ato de estudar. Repouso de qualidade.

A idade mínima seria por volta dos 9 anos sem limites na fase adulta. A limitação da criança na verdade depende da capacidade cognitiva maior dela que pode ou não depender da verbalização dela. Em caso de pessoas com domínio mais limitado de linguagem eu modelo minhas palavras para que a pessoa possa registrar melhor os comandos.

Os riscos da hipnose são praticamente inexistentes. Essa é uma pergunta bastante recorrente, pois todos ficam com medo de ir e não voltar mais. Com isso eu respondo que o risco é o mesmo que existe quando dormimos a noite.

O grau de ética também é muito importante dizer que a todo o tempo a pessoa está com a mente ativa. Mesmo que esteja dormindo profundamente ela acorda em caso de algum comando que possa comprometer a integridade pessoal se houver um comando que agrida a pessoa.

A hipnose acaba melhorando em muito a ansiedade das pessoas. Hoje estamos todos muito acelerados e cobrando dos outros a mesma velocidade de resposta.

Síndrome do pânico, depressão, insônia, ejaculação precoce são todos sintomas mais à frente do que lá no fundo é originado pela ansiedade. Estamos querendo tudo para ontem.

A timidez, compulsão para comer, relacionamentos ruins, carências afetivas são na maior parte das vezes de fundo emocional e ocasionado pela ansiedade. A própria ejaculação precoce ou problema de ereção é gerado pela ansiedade de não se ter um bom desempenho.

Álcool, droga, e outros excessos são trabalhados por essa modalidade de hipnose clínica.

Lembrando que ela existe para melhorar a qualidade de vida e em menor grau para investigar vidas passadas. Os traumas gerados nessa existência já são suficientemente suficientes para causar os estragos que nos causam as dores que vivemos. Com isso se você conseguir resolver os da sua vida atual, já vai aliviar em muito toda a sua carga.

Após a experiência com a hipnose, você sente um grande alívio.

A maior intenção dessa conversa foi o de estimular as pessoas a saberem mais sobre a hipnose clínica. É importante conhecer o profissional e a sua seriedade. O maior privilégio é exercer a escuta ativa. A diferença está na capacidade de se ouvir o que não foi dito.

Sempre aprendemos com todas as pessoas. Hoje estou muito melhor do quando iniciei meus atendimentos e hoje somado à toda a minha experiência de vida eu agreguei às formações em coaching, psicanálise para que a hipnoterapia atingisse esse nível que eu consegui nessa minha maneira de aplicar toda essa coleção de ferramentas.

Com o objetivo de ajudar as pessoas a obterem mais de suas vidas eu criei um e-book com dicas super simples. Elas foram elaboradas em uma linguagem bastante acessível para que todos possam ser beneficiados. A idéia é a de que você reserve um tempinho por dia para descobrir como obter uma grande transformação em sua vida com gestos e hábitos simples.

Cesar David (12) 97404-0225

www.revele-se.com.br

Espero que tenha gostado do episódio de hoje! Tem algum assunto que você gostaria de saber mais a respeito?

Ficou com alguma dúvida? Venha fazer parte da nossa comunidade no Facebook O Doutor Saúde e sanar todas elas!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais.

Aproveite agora para assinar e acompanhar esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o O Doutor Saúde no Spotify e no Deezer.

Agora um anúncio muito importante:

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de “Apoiadores”?

É isso aí! Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui. Continue acompanhando este podcast eu sou Camila Cury Marques e fui a sua Doutora Saúde desta semana do Dicas Curtas.

Um abraço e até a próxima semana.

Pin It on Pinterest

Share This