Ouça agora este podcast!

“083 Marketing Digital no Agronegócio”

 

Você sabia que o agronegócio é responsável por mais de 21% do PIB brasileiro?

Mas o que é agronegócio? 

Agronegócio é a representação de toda uma cadeia produtiva agrícola que vai desde o cultivo, até a venda para o consumidor final, envolvendo não apenas o mercado brasileiro mas também outros países por meio da exportação.

Ou seja, não se resume apenas a criação de animais ou cultivo de hortaliças. 

Este conteúdo foi sugerido pelo ouvinte João Henrique de uma cidade chamada Alto Paraná no Paraguai! É isso mesmo, no Paraguai, que também tem um mercado muito forte no que diz respeito à Agronegócio.

Então se você está atuando diretamente ou indiretamente neste mercado, fique aqui comigo porque vou comentar um pouco mais sobre estratégias de Marketing Digital para este segmento.

Eu sou Breno Reis, o expert em Marketing Digital do Dicas Curtas e trago aqui neste podcast, várias dicas e informações para ajudar você a alavancar suas vendas e a conhecer um pouco mais sobre este mercado em constante evolução.

Então para que você não perca nenhuma dica e todas as informações que compartilharei aqui, basta assinar o podcast e acompanhar todas as semanas o Expert Em Marketing Digital do Dicas Curtas.

Então vamos para o que interessa!

 

Não é à toa que o boa parte do PIB do nosso país é fomentado pelo agronegócio.

Um produtor rural, fornecedores de produtos oriundos do solo, criação de animais de pequeno e médio porte e grandes produtores rurais, fazem com que esse ecossistema nunca pare de crescer.

Mas para deixar ainda mais claro e talvez te ajudar a se identificar neste contexto, vamos a exemplos:

Se você é um produtor familiar e vende seus produtos em uma feira local próximo a sua moradia, você está inserido no agronegócio;

Se você produz em média escala em sua propriedade para abastecer pequenos revendedores, como mercados e verdurões, você também está no agronegócio.

Se faz parte do setor de criação de animais com grandes fazendas envolvidas, ou de um grande grupo de produtores rurais que fornecem matéria prima para grandes indústrias ou até realiza a exportação da mesma, também estamos falamos de agronegócio..

Mas o agronegócio extrapola os limites do campo…

Quem está no setor produtivo depende de recursos financeiros e tecnologia para melhorar seus processos e aumentar a qualidade do produto final. O que indiretamente insere também uma grande quantidade de fornecedores envolvidos neste contexto.

Observe o seguinte fato: estes perfis que comentei aqui, possuem problemas e desafios que são solucionados por negócios menores, que não estão diretamente ligados às atividades do campo.

Veja que aqui, nós temos a princípio a seguinte estrutura:  os produtores, os financiadores e os fornecedores dentro deste mercado.

 

Vamos falar primeiro dos financiadores

Se você está em uma instituição bancária que possui interesse em fomentar a produção orgânica em sua região, é necessário dar acesso à informação aos produtores locais de que existe à disposição deles recursos financeiro, com o objetivo de estimular o desenvolvimento de sua linha de produção.

Para isso é necessário entregar informações e conteúdos relevantes para este público, podendo abordar as vantagens em investir em melhoria de processos e ferramentas com a ajuda de um financiamento bancário.

Neste exemplo que citei, nós podemos já definir um público-alvo: 

  • pequenos produtores que precisam de recursos para fazer a sua produção ocorrer da melhor maneira possível e com resultados positivos. E claro fazer um mapeamento demográfico deste público.

 

Do ponto de vista do inbound marketing ou marketing de conteúdo, esta é a estratégia mais adequada para sensibilizar esses produtores das necessidades de adquirir um investimento para viabilizar o aumento de sua produção. 

É muito importante educar o público antes de oferecer algo, explicando os pré-requisitos, se existem certificações a serem adquiridas e muito mais. 

Fazer isso irá garantir que em um funil de vendas, quem chegar ao final, tenha o mínimo possível de objeções na hora solicitar um investimento.

 

Tecnologia no campo…

Falando do setor de tecnologia, precisamos ter de forma bem clara que tudo que envolve a melhoria de algo que já existe, é produto de uma evolução tecnológica.

Entenda que tecnologia é tudo aquilo que não é criado pela natureza. 

Mas como assim?

Vamos a alguns exemplos: o cano que leva água até a sua casa é uma tecnologia, a torneira que direciona a saída da água é tecnologia, um aquecedor para água da sua casa é tecnologia e ter um sistema que identifica quando você chega em casa para ligar as luzes e aquecer a água previamente você irá utilizar também é tecnologia.

No contexto do agronegócio, existem inúmeros produtos e soluções tecnológicas que foram criadas especificamente para ajudar este mercado. São soluções visam otimizar desde a identificação do melhor solo, até o escoamento da produção. 

Com todo o acesso à informação que temos hoje, marcas que não são conhecidas tem a oportunidade de conquistarem espaço neste mercado, se tornando relevantes e competitivas em relação às marcas já consolidadas.

 

Se você é um fornecedor…

Imagine que você vende colheitadeiras, fornece um excelente motor de bomba d’água ou se possui uma esteira classificadora de tomate por exemplo, você vende tecnologia e precisa também utilizar o marketing para isso.

Da mesma forma que a anterior, você precisa educar os produtores apresentando essas tecnologias, demonstrando o funcionamento na prática,  o seu suporte técnico e a transformação que será entregue através da sua solução.

Inclusive pode convidar os produtores que estiver em contato com você a participarem de feiras de exposição e de demonstrações que podem ser realizadas pela sua marca.

 

Sou produtor

Agora se é um produtor local, precisará analisar quais são seus principais consumidores para identificar como irá posicionar a eles.

Utilizando um nicho que citei anteriormente, ao produzir alimentos orgânicos, é importante deixar claro qual é a proposta de valor e os benefícios de cada um de seus produtos.

Faça isso antes de oferecer apresentar seu preço para garantir a uma maior autoridade para sua marca e seu produto.

Uma dica importante: você produtor local precisa definir seu posicionamento para cada tipo de consumidor. Se for um consumidor final, essa proposta poderá ser diferente se estiver oferecendo para supermercados e sua região.

Agora você pode ficar com a seguinte dúvida: mas produtor rural acessa à internet?

De acordo com os levantamentos feitos pela associação brasileira do agronegócio, o campo hoje não está mais tão desconectado quanto antigamente.

A idade média do produtor rural vem diminuindo cada vez mais, os recursos relacionados a acessibilidade a internet também vem evoluindo ao longo do tempo, inclusive com a ampliação da sua área de cobertura das operadoras. 

Um dado curioso: a média de dispositivos por pessoa no campo é de 1.2, ou seja, boa parte dos que atuam no campo possuem até 2 dispositivos móveis. Isto se dá por questões de localização, pois existem variações de cobertura de sinal entre as operadoras existentes.

Sendo assim, fica claro entender que quando um produtor identifica uma necessidade ou um problema a ser resolvido, ele vai fazer uma pesquisa para encontrar soluções, sejam elas implementos agrícolas, substâncias para tratamento de pragas, câmaras frias e muito mais.

Então independente de qual setor do agronegócio que você esteja posicionado, identifique a melhor maneira de falar com seu público-alvo, entregue uma solução verdadeira para os problemas que ele enfrenta no dia-a-dia e mostre o seu valor, pois assim irá com certeza garantir um bom volume de vendas nesse segmento.

Obrigado João Henrique pela sugestão deste episódio e caso você também queira que seja abordado aqui neste podcast algum assunto específico, entra lá no grupo e deixe sua sugestão.

Em breve vamos trazer cases e especialistas em ramos específicos para compartilhar mais informações relevantes para você!

Espero que tenha gostado deste episódio!

 

Se você gostou curta, comente e compartilhe as publicações do Dicas Curtas em suas redes sociais.

Caso tenha ficado com alguma dúvida, me procura lá no grupo do Expert em Marketing Digital no Facebook, pois estarei à disposição para esclarecer todas elas.

Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o Expert em Marketing Digital no Spotify e no Deezer.

Agora um anúncio muito importante:

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajuda o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas, para tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica do Expert Em Marketing Digital do Dicas Curtas!

Podcast do Expert Em Marketing Digital | Dicas Curtas

 

Pin It on Pinterest

Share This