Ouça agora este podcast! “010 O aspecto da pele e sua importância para a beleza facial!”

As discussões que venho trazendo até o episódio anterior, de número 09, têm se dedicado ao estudo das unidades anatômicas da face que contribuem para sua beleza. Abordamos, isoladamente, em cada episódio, um elemento e as possibilidades de tratamentos estéticos destinados a realçá-lo.

Hoje, continuaremos discutindo os fatores que implicam na beleza, mas não mais tratando de unidades estéticas isoladas. Falaremos, agora, de conceitos mais amplos, que também são fundamentais para a harmonia de uma face.

O primeiro desses conceitos será o aspecto da pele.

É necessário ter um aspecto uniforme da pele para uma face ser considerada bela?

Se uma face tiver todos os elementos bonitos e harmônicos, e a textura ou a pigmentação exibir defeitos, deixará de ser uma face bela?

Vamos discutir essa ideia…

Eu sou Samara Véras, a Diva da beleza do Dicas Curtas, e semanalmente trago aqui neste podcast informações relevantes sobre os elementos que compõem a atratividade humana e a ciência que há por trás dos procedimentos estéticos, interpretada com sensibilidade e clareza para que você, interessado no universo da beleza, entenda mais sobre as possibilidades que a medicina estética tem a oferecer.

Então para que você não perca nenhuma dica e fique atualizado com todas as informações que estarei compartilhando aqui, basta assinar o podcast e acompanhar todas as semanas a Diva da Beleza do Dicas Curtas.

Vem comigo!

Se observarmos, todos os ícones de beleza exibem uma característica em comum no quesito aspecto da pele: uma textura uniforme e uma pigmentação regular.

Sabemos que existem belezas de todos os tipos: belezas étnicas, belezas exóticas, belezas triviais… e isso mostra que não há regra para a beleza que limita os formatos dos elementos faciais, nem muito menos o tipo de cor de pele. Mas, é fato que algumas características são universalmente reconhecidas, tidas como padrões de preferencia e referenciadas como fundamentais à beleza de uma face.

Uma delas, como falei, é a textura da pele uniforme. Quando digo pele uniforme, quero expressar uma pele suave, com relevo regular e ausência de interrupções bruscas em sua superfície, ou seja, sem lesões elevadas, ou depressões muito evidentes, exemplos apresentados, mais comumente, por lesões de acne, cicatrizes, rugas ou poros muito abertos.

A outra característica que falei como essencial para o reconhecimento imediato da beleza é a pigmentação regular, que quer dizer uma pele sem manchas ou, com características pigmentares regular – vou dar o exemplo das sardas:

As sardas apresentam-se como manchas acastanhadas, pequenas, mas que têm um padrão de distribuição tipicamente regular – e conhecemos inúmeras faces belas com essa característica.

Então o que trago aqui como padrão de pele bonita não é necessariamente a ausência de manchas, mas uma forma de pigmentação regular.

Ressaltando que a beleza do aspecto da pele independe da cor (o que chamamos fototipo): basta pensarmos em pessoas belas e certamente nos virá à memória belezas de todos os fototipos, desde belezas negras, belezas asiáticas, belezas de padrão europeu, belezas de todas as cores…

Os incômodos do aspecto da pele que mais se apresentam no meu consultório são acne e suas sequelas, as cicatrizes de acne, as rugas e o famigerado melasma, aquelas famosas manchas acastanhadas, precipitadas ou agravadas comumente pela gravidez ou pelo sol.

Exceto pela acne, que em suas formas graves, pode trazer sintomas como dor no local das lesões, as demais queixas, como as cicatrizes e o melasma, são assintomáticas.

Mas se são assintomáticas, por que levam tantos pacientes a buscarem tratamento!?

Aqui, falamos de outro tipo de dor, a dor estética. O incômodo de apresentar uma pele não-uniforme é profundo e pode afetar aspectos comportamentais, como a socialização e a segurança nas relações interpessoais.

Se formos tentar entender o porque do desejo universal de se ter uma pele perfeita, encontraremos resposta na pele dos bebês.

Os bebês e as crianças, de um modo geral, apresentam pele totalmente uniforme. Tudo que remete aos bebês, representa, em nosso inconsciente, vitalidade, juventude, saúde. Uma pele como a pele de um bebê traz todas essas mensagens, e é um dos motivos pelos quais desejamos e admiramos.

Outro dia, atendi em meu consultório uma jovem que tinha várias demandas em relação à sua face. Ela desejava melhorar o arqueamento das sobrancelhas, o formato dos lábios e do nariz, mas me disse que não faria nada antes que atingisse a satisfação com o aspecto da sua pele, que apresentava manchas e cicatrizes de acne. Ela disse pra mim que pra ela não adiantaria estar com tudo no lugar se o “pano de fundo” não estivesse agradável.

Comungo deste pensamento dela!

Acredito que para ressaltarmos as características dos elementos faciais precisamos, antes de mais nada, cuidarmos do terreno da nossa face. Uma pele uniforme, suave e viçosa além de transmitir mensagens positivas de saúde e juventude, realça a beleza das unidades estéticas da face.

E como atingirmos a textura de pele dos sonhos!?

Bem, obviamente, cada caso é um caso em particular, mas o que vou destacar aqui certamente se aplica a praticamente todos que me ouvem.

Alguns felizardos são geneticamente predispostos a uma pele linda, mas isso não indica que não devem seguir os cuidados básicos, a fim de conservarem, ao máximo, o aspecto saudável.

A rotina de cuidados com a pele inclui alguns passos:

O primeiro, fundamental para desobstruir e preparar a pele para receber os outros passos é a HIGIENIZAÇÃO: as impurezas, como maquiagem e poluição, se ligam às nossas células e podem desencadear reações que as prejudicam. A limpeza deve ser realizada com sabonetes, demaquilantes, água micelar ou cleanser oil. Cada tipo de pele tem particularidades que demandam produtos especifícos.

O segundo passo é uma complementação do primeiro, a tonificação, que busca restabelecer o pH após o uso de sabonetes e purificar ainda mais a pele.

O terceiro passo, após a primeira higienização e tonificação do dia, fica para a aplicação de um antioxidante, que reforçam as defesas naturais da pele e previnem contra danos. Já à noite, este passo pode ser substituído pela hidratação.

Uma pele bem hidratada, além de mais bonita, torna-se mais permeável aos ativos utilizados.

O quarto passo, a proteção, com filtros solares que evitam que radiações atingem nossa pele. A radiação solar ou mesmo a luz visível degrada o colágeno, causa manchas e favorece o surgimento de mutações que podem resultar em câncer de pele ou outras doenças.

Já à noite, o quarto passo, em vez do uso do protetor solar, fica para o tratamento especifico que sua pele necessita. Aqui, cabe o clareamento, o cuidado anti-rugas, a terapia para acne, o tratamento da rosácea… ou qualquer outra condição que demande cuidados específicos.

Lembrando que todos esses cuidados auxiliam na manutenção de uma pele saudável. Alguns danos, depois de estabelecidos, necessitarão de procedimentos para reversão, e aqui entra o universo de possibilidades dos procedimentos estéticos, que vão desde peelings, preenchimentos, toxina botulínica, indo até às inúmeras tecnologias para o cuidado com a pele.

É sempre bom lembrar que é fundamental passar por um profissional capacitado para encontrar a melhor estratégia de cuidados para a sua pele!

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais. E caso fique com alguma dúvida, me procura lá no grupo do Diva da Beleza no Facebook, pois estarei à disposição para esclarecer todas elas. Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o Diva da Beleza no Spotify e no Deezer.

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica da Diva da beleza!

Até a próxima semana.