Ouça agora este podcast! “009 O que são investimentos em renda fixa”

 

Renda Fixa

Os investimentos em renda fixa são aqueles em que, desde o momento da contratação, o
investidor sabe qual será a remuneração de seu investimento. Daí a denominação “renda fixa”.
Veja-se, porém, que renda fixa não significa que os rendimentos sempre são conhecidos
antecipadamente – vez que eles podem estar atrelados a índices (como, por exemplo, a
inflação) que só serão conhecidos no curso do empréstimo. Há, assim, uma subdivisão entre os
investimentos de renda fixa pré-fixados e os pós-fixados.

 

Pré-Fixados

Os investimentos de renda fixa pré-fixados são aqueles que, no momento da aquisição do
produto o investidor saberá qual a taxa de juros aplicável ao empréstimo até seu vencimento.
Portanto, um CDB que paga uma taxa de 10% ao ano e tem prazo de 3 anos é pré-fixado. Já se
sabe de antemão a taxa a ser paga (10%) – fixada no momento da contratação do
investimento (por isso, pré-fixada) e que não será alterada durante o empréstimo.

 

Pós-Fixados

Os investimentos de renda fixa pós-fixados são aqueles que têm sua remuneração atrelada a
determinado índice que irá variar no decorrer do empréstimo. Assim, são investimentos de
renda fixa pois sabemos qual será a variação da remuneração do investimento (será a variação
do índice específico). Como essa variação ocorrerá no curso do investimento, e não é fixa no
início – como no caso dos pré-fixados, esses serão produtos pós-fixados. Os dois principais
índices utilizados nos investimentos pós-fixados são a taxa SELIC (e a taxa CDI – que são muito
próximas) e índices que medem a inflação (ex. IPCA, IGPM, etc.).

 

Investidor Inteligente do Dicas Curtas

Pin It on Pinterest

Share This