Sabemos que os procedimentos estéticos, mesmo os ditos “não-cirúrgicos”, envolvem riscos inerentes à interação dos produtos ou tecnologias com o organismo. São riscos minimizados em relação aos procedimentos mais invasivos, porém, ainda assim, existem e merecem ser discutidos.

Eu resolvi reunir neste episódio as possíveis complicações decorrentes dos procedimentos estéticos mais comuns, e discutir como o preparo profissional de excelência pode mitigar esses riscos. Vou falar também do contrário, em que confiar sua face a um profissional mal preparado pode lhe custar muito caro – ou até mesmo sua vida.

Eu sou Samara Véras, a Diva da beleza do Dicas Curtas, e semanalmente trago aqui neste podcast informações relevantes sobre os elementos que compõem a atratividade humana e a ciência que há por trás dos procedimentos estéticos, interpretada com sensibilidade e clareza para que você, interessado no universo da beleza, entenda mais sobre as possibilidades que a medicina estética tem a oferecer.

Então para que você não perca nenhuma dica e fique atualizado com todas as informações que estarei compartilhando aqui, basta assinar o podcast e acompanhar todas as semanas a Diva da Beleza do Dicas Curtas.

Vem comigo!

Sumário do conteúdo:

  • Contextualizar a importância dos procedimentos estéticos
  • Medicina x beleza
  • Riscos inerentes aos procedimentos:
    • Excessos/Artificialidade
    • Resultados inestéticos
    • Reações imunomediadas
    • Manchas
    • Cicatrizes
    • Necrose
    • Cegueira

Ouça agora este podcast!

Ouça “023 Quais os riscos de entregar seu procedimento estético a um profissional mal preparado?” no Spreaker.

É fato que os procedimentos estéticos estão cada dia mais acessíveis, em decorrência da midiatização das técnicas de embelezamento, do fato de serem menos invasivos hoje em dia e da entrada de diversas áreas profissionais no mercado da estética. É, de certa forma, preocupante o quanto essa acessibilidade também tem representado banalização dos procedimentos voltados à harmonia e à juventude. Alguns profissionais simplesmente não têm dado o devido respeito que o assunto merece. É comum ver alguns divulgando procedimentos injetáveis ou até mesmo cirúrgicos com total descaso, dando a entender que tudo é tão simples quanto ir ao salão de beleza fazer uma maquiagem.

É diante desse cenário que venho aqui lembrar que, ao lidar com procedimentos estéticos, estamos, antes de mais nada, diante de um organismo com vida, metabolismo, interações e uma rede invisível e minuciosa de estruturas anatômicas que podem responder de forma imprevisível e excêntrica. É necessário conhecer e dominar esses mecanismos, estar preparado para as mais diversas situações e, acima de tudo, buscar evitá-las.

Como minimizar os riscos de um procedimento estético? Na posição de paciente, é possível mitigar esses riscos? Vou te dar uma dica importante que vai te ajudar nesse sentido!

Você, como paciente que busca um procedimento de embelezamento ou rejuvenescimento, provavelmente sai de casa saudável e disposto a MELHORAR. O paciente estético geralmente é assim: não sai em busca do médico porque NECESSITA; ele vai em busca porque DESEJA. Então aí está o primeiro grande desafio do profissional: entregar um resultado agradável para um nível de exigência elevado.

O paciente precisa, antes de mais nada, ter consciência desse detalhe para se dar conta do tamanho da responsabilidade de quem cuidará de sua face ou do seu corpo. Ele quer voltar sempre melhor do que o que chegou. Ele precisa de um profissional que compreenda suas expectativas.

Mas compreender as expectativas do paciente não é suficiente. É necessário manejá-las, diante de uma análise minuciosa do caso, e explicar o que pode ser feito com base em um conhecimento extenso acerca da anatomia humana, das técnicas de procedimentos, dos produtos a serem utilizados, dos parâmetros que determinam o que é Belo e, o que é indispensável: conhecimento das possíveis complicações inerentes a cada procedimento. Conhecer sobre cada complicação e estar munido de estratégias para seu tratamento é o que diferencia um profissional bem preparado.

É preciso que você tenha essa ideia para que possa valorizar ainda mais os profissionais que dedicam tanto a vida aos estudos da ciência que está por trás dos procedimentos estéticos.

E quais complicações são essas?

`Existem complicações das mais simples às mais complexas.

Os excessos e artificialismos dos resultados podem se enquadrar nas mais simples. Mas, podem ser um terror para o paciente, uma vez que ele se torna estigmatizado e, muitas vezes, vítima de críticas sociais. Aqui, o melhor jeito de se evitar é buscar um profissional que transmita sensatez estética. Um bom sinal é aquele que foge da forma apelativa e sensacionalista na divulgação do seu trabalho.

Outra categoria de complicações comuns dos procedimentos estéticos  podem ser enquadradas como efeitos colaterais, como por exemplo, as manchas, que podem advir de alguns tratamentos como peelings ou laser. Um profissional bem preparado conhece os métodos de se evitar essas complicações, tratando previamente a pele do seu paciente e utilizando parâmetros adequados para cada tipo de pele.

Podemos avançar um pouco no nível das complicações e iremos nos deparar com a possibilidade de reações imunológicas (como inchaços e nódulos), que podem ser decorrentes aos produtos injetados ou a alguma infecção, resultante de técnica não asséptica. Aqui, o primordial é o cuidado e o comprometimento da equipe com a atissepsia na hora do procedimento e o conhecimento médico das formas de manejar as reações, como, por exemplo, o uso da terapia com antibióticos.

Avançando mais um pouco, chegaremos às complicações mais temidas: a possibilidade de oclusão da circulação do local onde se injeta um preenchedor. E aqui é onde mais temos que alertar a sociedade para a seriedade com que se deve lidar com os procedimentos. Preencher um lábio, moldar um nariz ou suavizar um bigode chinês com ácido hialurônico não é simplesmente um trabalho artesanal tipo “massa de modelar”. Além do dom artístico necessário para se atingir a harmonia das formas, é preciso dominar a anatomia vascular que está por baixo da pele. Uma imensa rede de veias e artérias levam sangue para nutrir e oxigenar os tecidos, e a injeção inadvertida do preenchedor dentro de um desses vasos pode gerar dano e morte do tecido irrigado por esse vaso. É o que se apresenta clinicamente como necrose da pele ou da retina. Sim, a retina pode ser afetada! Porque alguns desses vasos se comunicam com os vasos dentro do olho, e é possível que o preenchedor seja injetado em uma artéria dessas, levando à oclusão e, consequentemente, cegueira. É raro? SIM! Mas é impossível? NÃO!

Tudo isso que falei serve apenas para alertá-los sobre a importância de se buscar um profissional habilitado e competente para confiar sua pele, sua aparência e, acima de tudo, sua saúde. Procedimento estético é coisa séria. Envolve riscos que podem deixar sequelas por toda a vida – ou até mesmo colocar sua vida em risco. Agora que você tem uma noção mais ampla do respeito com que seu corpo deve ser tratado, que tal escolher a dedo o profissional para cuidar dele?

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais. E caso fique com alguma dúvida, me procura lá no grupo da Diva da Beleza no Facebook, pois estarei à disposição para esclarecer todas elas. Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar a Diva da Beleza no Spotify e no Deezer.

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica da Diva da beleza!

Até a próxima semana.

Pin It on Pinterest

Share This