Imagine um alpinista caminhando em direção ao topo do Everest.

Será que ele é movido apenas pelo desafio de chegar ao cume, para ver como é a vista de lá de cima?

Se for esse o caso, não seria mais fácil ir de helicóptero?

Talvez, porém para esse destemido aventureiro, a maior conquista está no caminho em toda a trajetória.

Sempre existirá um objetivo central que norteia nossos esforços, mas o grande barato está jornada, que se faz no momento presente.

Esse é um texto adaptado extraído do livro “Vivendo de Propósito” do meu parceiro e mentor, carioca da gema Arnaldo Neto “Vivendo de Proposito”, que eu trouxe como convidado especial para fazer uma introdução ao episódio de hoje. Arnaldo com suas palavras meu querido, diga aí, o que é propósito e como ele pode influenciar em nossos comportamentos relacionados a exercícios físicos e autocuidado?

Pra quem ainda não me conhece aqui é o Fábio Jones, “O Cara da academia” do “Dicas Curtas” sou Personal Trainer, um entusiasta do comportamento humano e apaixonado por desenvolvimento pessoal.

Eu trarei pra vocês semanalmente um conteúdos riquíssimo que vai ajudá-los a adquirir um propósito maior em função de se exercitar, cuidar de sua saúde, elevar sua autoestima e fazer de você uma pessoa mais produtiva, saudável, entusiasmada e vibrante através de uma visão disruptiva sobre saúde, bem estar, exercícios físico e autocuidado.

E se você achar que esse conteúdo faz sentido pra você, curta, comente e compartilhe, e  é claro, não deixe de assinar nosso podcast, dessa forma você não perdera as dicas que estão por vir e ainda nos ajuda crescer, levando nossos ensinamentos a mais pessoas e me encorajando a produzir e trazer novos conteúdos.

Agora, sem mais delongas, vamos ao que interessa!

Ouça “107 Exercícios físicos, uma questão de propósito ou necessidade?” no Spreaker.

Muita gente, na maioria das vezes, quando decidem começar a fazer exercícios físicos tendem a escolher uma estratégia baseada na manipulação ao invés de inspiração, como é o caso das promoções de planos anuais das academia, promessas de transformações rápidas como projetos de emagrecimento em 12 semanas, o que pode ser eficaz a curto prazo, mas em suma não nos transforma em um nível mais profundo.

Quando a ideia central é confusa, a motivação se deteriora tornando-se muito difícil sustentar a fidelidade a qualquer comportamento que seja, em qualquer campo e nossas vidas e com exercícios físicos não seria diferente, trazendo para esse contexto; lembra do tão falado efeito sanfona? Pois é, ele existe em decorrência disso.

Em uma busca rápida no dicionário sobre o sentido das palavras propósito e necessidade encontrei os seguintes dizeres, que despertaram minha atenção;

A palavra propósito esta relacionada a ter a intenção de realizar algo enquanto para necessidade encontrei sinônimos como imposição e obrigação.

Veja bem, nos seres humanos temos uma afinidade natural ao livre-arbítrio, que é a nossa capacidade de fazer decisões de maneira autônoma e as palavras imposição ou obrigação me parecem ir na contra mão de nosso instinto natural.

Pensando dessa forma, você acredita que “necessidade” de fato seja o elemento mais importante que deveríamos considerar para construir um rotina de exercícios fisico diários ao longo de nossa existência?

Para deixar essa ideia mais clara, vou citar novamente o exemplo do plano anual de uma academia.

E fácil matricular-se em uma academia por 1 ano quando deparamos com uma mensagem motivacional relacionada a nossas necessidades naquele momento, porém, o fato de estarmos obrigatoriamente vinculado por si só não se desmontar suficiente para nos convencermos a se exercitar ao menos duas por semana, para isso, o que  precisamos e de uma dose de inspiração. Deixando todas nossas desculpas de lado, chego a conclusão que o verdadeiro problema nesse sentido, está na competência pela qual decidimos por que deveríamos realizar tal ação.

E se nós realmente quisermos adquirir uma propósito maior em função de nos mantermos fisicamente  ativos  ao longo de nossas jornadas, precisamos ser tão estratégicos com essas questões como somos em nossas carreiras, tendo um objetivo central e criando pequenas metas que acima de qualquer coisa, sintonize com o presente e nos mantenha focado no que importante para hoje.

Em outras palavras, ter um propósito dentro desse contexto e estar focado nas respostas agudas que o exercícios físicos nos oferecem, aquelas que geram resultados significativos e imediatos em nossa dia a dia, como ter mais energia, entusiasmo e disposição, otimizando o funcionamentos das nossas faculdades mentais como memória, raciocínio e capacidade de tomada de decisões, além da sensação de relaxamento, tranquilidade e maior controle emocional, isso apenas para citar algumas.

Eu acredito que esse é o cainho para adquirimos um propósito maior em função de se exercitar e é o mesmo que nos permite perceber o valor das recompensas imediatas relacionadas, nos afastando da ansiedade que advém de uma atenção deliberada em resultados de um futuro abstrato associada a nossas necessidades.

Aqui vão alguns exemplos simples de necessidades e propósito:

Necessidade perder 10kg.

Propósito se exercitar todos os dias por que me da mais energia e disposição pra atuar em todos os papeis da minha vida.

E se você ainda não sabe como começar, seguem algumas estratégias de propósito que podem te ajudar a dar mais significado e sentido aos exercícios físicos diários e a comportamento relacionados ao autocuidado.

1º – Foque intensamente no que é mais importante nesse momento.

2º – Transforme seu objetivo em pequenas metas de preferencia qualitativas.

3º – Tire os olhos das necessidades e contemple toda a trajetória.

4º – E com relação a atividade física ou ações relacionadas ao autocuidado, faça as seguintes perguntas:

Por que eu deveria construi uma rotina com determinados comportamentos diários?

Como essa rotina vai ajudar em meu dia a dia?

Quais realizações pessoais primarias serão alcançadas?

O que me inspira profundamente a manter esses comportamentos diários?

Quais comportamento e pratica mais simples, serão úteis e valiosa para eu bater as pequenas metas relacionadas ao meu objetivo central?

Todas as respostas acima e os comportamentos desejados se alinham com meus valores, identidade e anseios?

Não importa a necessidade, não importa qual atividade ou o comportamento decidimos adotar e também não importa o momento de nossas vidas que estejamos vivendo.

Importante mesmo é assumir a responsabilidade de começar por um propósito verdadeiro, um propósito que nos inspira e que seja capaz de inspirar outras pessoas também.

A fazer dessa maneira, caminharemos juntos em um jornada verdadeiramente fascinante.

Ter um propósito pode não ser a única forma de ingressar em determinada empreitada, mas é a única capaz de nos levar a caminhar na direção de comportamento consistentes para o sucesso duradouro.

Espero que tenham gostado do episódio de hoje!

Se esse conteúdo faz sentido pra você curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais.

Dessa forma você estará levando a mais pessoas a oportunidade de ter acesso a conteúdos que podem ajudá-las a construir um estilo de vida mais leve, saudável e harmônico.

E caso você tenha alguma dúvida, sugestão ou queira opinar sobre nossos conteúdos corre lá no grupo do cara da academia no Facebook, seu feedback será muito bem vindo eu estarei a disposição para tirar todas as suas dúvidas.

Não esqueça de assinarnosso podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, e além disso você também pode encontrar O cara da Academia no Spotify e no Deezer.

E antes que eu me esqueça, sabia que você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, além disso, você terá acesso ao grupo de apoiadores no Facebook e receberá conteúdos especiais como acesso a lives exclusivas com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica do cara da Academia!

Como começar o ano motivado | O Cara da Academia

Pin It on Pinterest

Share This