Ouça agora este podcast! “027 Quais são os diferentes tipos de metas e como defini-las?”

Todas as pessoas em algum momento da vida costumam parar para fazer metas, seja de uma
forma estruturada ou mesmo algum esboço. É natural do ser humano, e talvez uma
necessidade do ser humano moderno. Mas você sabia que existem diferentes tipos de metas e
as pessoas costumam confundir as coisas e acabam não saindo do lugar porque focam no tipo
de meta errada?

Quando eu falo diferentes tipos de metas não me refiro às áreas que queremos desenvolver:
desenvolvimento espiritual, saúde, carreira, finanças, família, relacionamento amoroso,
amigos, desenvolvimento pessoal e qualquer outra área que você entenda que seja
importante para sua vida.

Toda e qualquer meta deve respeitar alguns princípios para uma boa formulação: ela deve ser
específica (você deve ter uma imagem mental bem definida daquilo que quer); deve ser
sistêmica (essa meta tem que estar em harmonia com todas as outras metas de sua vida em
todas as áreas, se não gera auto sabotagem); tem que ser descrita em linguagem positiva que
provoque ideias, imagens mentais positivas (a meta “quero me livrar das dívidas”, por
exemplo, apesar de ser um bom resultado provoca imagens mentais negativas, de
endividamento, de problema; “quero estar no zero-a- zero” é uma meta melhor); ela precisa
ter evidência de conclusão (você tem que saber como e quando alcançou a meta de fato);
você deve saber quais recursos tem e quais precisa para concluir a meta (inteligência, pessoas,
dinheiro, oportunidades, etc); ela precisa ter um tamanho bem definido (tamanho
mensurável, indicadores para você conseguir perceber a evolução e também prazo definido); e
você precisa definir alternativas (que é o plano de ação considerando as possibilidades de
dificuldade ou impedimento, além dos planos A, B e C, pelo menos). O detalhamento disso é
assunto para outro podcast.

Eu me refiro, portanto, a três tipos de metas diferentes: metas de resultado, metas de
desempenho e metas de processo. Eu vou explicar e exemplificar sobre cada uma delas para
facilitar o entendimento.

Metas de resultado

A pergunta-chave para você definir bem uma meta de resultado é: O que eu quero alcançar?
O foco está no resultado. Por exemplo: eu quero ganhar determinada competição, para isso eu
preciso marcar a maior quantidade de pontos possíveis. Eu já tenho um resultado nessa
situação.
Outro exemplo: eu quero alcançar a meta de acumular R$ 1 milhão. Estabeleci um alvo e já
tenho a visão daquilo que quero alcançar. Eu quero abrir meu negócio de sucesso. Ou seja:
você define um foco.
O foco no resultado é importante, mas só isso não é suficiente, todos os corredores de uma
maratona tem o objetivo de ganhar a corrida, mas apenas isso não faz de ninguém um
campeão. Muitas pessoas têm o objetivo de acumular 1 milhão de reais, mas apenas ter o
objetivo não faz de ninguém um milionário. Muitas pessoas querem ter seu negócio próprio;
mas só ter o objetivo não faz de ninguém um empresário.
É necessário levar em conta os outros tipos de meta.

Metas de desempenho

Definido aquilo que você quer, a sua meta de resultado, é necessário saber o que você precisa
fazer para alcançar aquele resultado. A pergunta-chave aqui é:
Em que eu tenho que desempenhar bem para alcançar aquilo que quero?
O atleta está focado em melhorar o seu próprio desempenho, não necessariamente e
imediatamente em comparação a outros atletas, mas a si mesmo, ele quer superar seus
próprios limites, ultrapassar suas próprias marcas. Algumas pessoas focam tanto em atingir
performances melhores que as de seus adversários e ao se depararem muitas vezes com alvos
tão elevados, acabam desistindo, porque não levam em conta que vencer o adversário é a
META DE RESULTADO, mas essa meta não será atingida sem antes alcançar as METAS DE
DESEMPENHO.
Uma pessoa que quer acumular 1 milhão de reais tem que focar em fazer mais dinheiro, em
poupar mais dinheiro, em não se envolver em dívidas ruins, em investir seu recurso poupado
nas melhores aplicações de acordo com seu perfil e conhecimento.
Uma pessoa que quer ter seu negócio próprio precisa se desempenhar bem em várias áreas ou
contratar pessoas que desempenhem bem, desde o planejamento, pesquisa de mercado,
administração, recrutamento, vendas, gestão de pessoas, liderança, etc. Várias habilidades
novas, muitas vezes.
Ficar observando o que outras pessoas fazem ou mostram, publicamente ou que a gente
imagina, ou ficar se comparando com os outros que podem ter tido possibilidades diferentes,

já desenvolvidas habilidades diferentes tende a provocar frustração, distração, desânimo e
tendemos a não fazer o que tem que ser feito.
As metas de desempenho levam algum tempo para amadurecerem, pois exigem treinamento
e desenvolvimento de novas habilidades: ou seja, é um processo. E por falar em processo…

Metas de processo

A pergunta chave aqui é: O que eu preciso fazer para desempenhar bem as atividades para
chegar naquilo que quero alcançar?
Esse tipo de meta está relacionada com as ações que o indivíduo deve praticar durante o
desempenho para executar ou atuar bem.
Por exemplo, um jogador de futebol pode estar treinando para ser o mais rápido em campo,
mas se ele quiser atingir esta meta, ele vai ter que buscar estratégias para no mínimo melhorar
sua respiração para não perder o folego enquanto corre, isso além de treinar bastante.
Uma pessoa que quer realizar grandes poupanças regularmente, para alcançar essa meta tem
que desenvolver a habilidade de vendas ou realizar novos e promissores negócios. Então tem
que aprender a se comunicar melhor, negociar melhor ou aprender novas formas de fazer
mais dinheiro. Dessa forma ela poderá gerar mais recurso financeiro e aumentar seu poder de
poupança, além de aplicar bem seu dinheiro e tomar cuidado para não aumentar o padrão de
vida.
Um aspirante a empresário deve aprender a empreender: realizar cursos diversos, aqui
também aprender e desenvolver a habilidade de comunicação com foco em vendas, aprender
a planejar seu negócio, a fazer um plano de negócios e começar a estruturar para desenvolver
na área que deseja empreender ou que tenha enxergado alguma oportunidade.
Saber para onde você quer ir é tão importante quanto a condução que você vai usar para
chegar lá, porque como diz aquele pensamento: “para quem não sabe para onde está indo,
qualquer lugar serve”.

Vou te ensinar agora uma técnica de programação neurolinguísitica muito simples e
extremamente eficiente que pode te ajudar a chegar mais rápido ao seu destino. A ferramenta
que vou te ensinar chama-se ENSAIO MENTAL.

Antes de qualquer coisa eu quero fazer algumas considerações: eu, Phillip, além de coach e
consultor em finanças pessoais, sou Master Practitioner em Programação Neurolinguística
(PNL), o que me capacita a ajudar pessoas a desfazerem dificuldades emocionais, cognitivas, a
potencializar as capacidades já desenvolvidas na pessoa em nível de excelência, bem como
facilitar o aprendizado mais rápido com o uso das técnicas de PNL. Não sou psicólogo, porém a
programação neurolinguística é considerada um tipo de terapia. Dentro da PNL existem
modelos funcionais e diversas técnicas diferentes para a reprogramação mental, literalmente.

Como usar esta técnica poderosa

O ensaio mental, como o próprio nome diz, se trata de um exercício de visualização em que
você se imagina realizando sua meta.
O nosso cérebro não sabe o que é real e o que é imaginário. Só que ele mobiliza todos os
recursos para realizar aquilo que já é real na mente.

No ensaio mental é essencial o envolvimento de todos os sentidos, ver, ouvir e sentir como se
estivesse executando a tarefa e ainda imaginar como se sente emocionalmente ao fazer isso. É
uma simulação que vai condicionando seu cérebro a desempenhar bem aquela atividade que
está sendo executada, mesmo que mentalmente.

Essa é uma estratégia muito útil para quem está, por exemplo, se preparando para tirar a
carteira de motorista, imaginar-se entrando no carro, sentando-se no banco, pondo os pés nos
pedais e as mãos no volante, colocando o cinto de segurança, conferindo os retrovisores,
respirando de forma tranquila e relaxada (pode respirar fundo agora), ligando o carro e
acelerando bem devagar com firmeza e segurança enquanto controla a direção e passa a
primeira marcha…

É importante repetir a visualização várias vezes e forma disciplinada, ver, ouvir e sentir com a
mente e para uma melhor execução do treinamento mental, você pode considerar essas
perguntas enquanto visualiza: com que roupa você está? Está frio ou quente? Quem está com
você? O que você sente quando começa o exercício? Como é a sensação de ter vencido? Como
você se comporta nesse momento?

Eu vou te dar um exemplo muito simples e quero que nesse momento você preste bastante
atenção ao que eu vou dizer e se quiser, para aumentar sua concentração, feche os olhos.
Imagina que você está indo até a cozinha da sua casa, chega na geladeira ou então na fruteira
ou em outro lugar em que estão as frutas, e você pega um limão. Você nesse momento sente a
textura do limão, inclusive aperta ele um pouquinho, sentido a sua firmeza. Pega uma faca,
sente o peso da faca, vê a cor, o brilho, e chega em uma mesa ou na pia e começa a cortar o
limão. Você sente o atrito da faca no limão, e quando você corta sobem aquelas gotículas do
limão em seu nariz e você sente aquele cheiro de limão. Vai cortando até o ponto em que você
separa o limão em duas partes; você pega uma dessas partes e aproxima da sua boca, sentindo
um cheiro mais forte, sua boca talvez salivando mais, quando então você coloca o limão na sua
boca, sentindo o gosto.

Se você se permitiu entrar nessa experiência, muito provavelmente você salivou. A ideia do
ensaio mental é estimular todos os sentidos possíveis em uma determinada experiência
causando todos os sinais físicos que você sentirá quando bater sua meta.

Gostou dessa dica? Deixa te contar mais um segredo: você pode utilizar essas informações e
essa técnica para qualquer meta, qualquer objetivo – basta adaptar! Continue acompanhando!

Assine o podcast do expert Investidor Inteligente do DicasCurtas através do
aplicativo de podcast de sua preferência. Assim, você receberá uma notificação sempre que
um novo episódio estiver disponível. Conheça nosso time de experts através do site www.DicasCurtas.com.br.

Ficamos por aqui e até a próxima semana com maihttps://dicascurtas.com.br/expert-investidor-inteligente/s uma dica do
Investidor Inteligente!

Investidor Inteligente do Dicas Curtas

Pin It on Pinterest

Share This