Ouça agora este podcast!

“092 Resfriado: O segredo dos povos escandinavos!” .Já quero começar agradecendo você, que está nos ouvindo, e a você que nos acompanha toda semana aqui no Dicas Curtas, seja pela web, seja pelo Spotify, seja pelo Dezzer. Muito obrigado pelo carinho que tenho recebido em todas as redes sociais, em especial no Telegram, canal exclusivo chamado ”Saúde e Beleza em HOF” destinado as pessoas que desejam ampliar seu conhecimento em harmonização facial e nesse episódio eu vou disponibilizar GRATUITO um pdf com inúmeras dicas para você começar a introduzir no seu dia a dia até que vire hábitos que vão blindar você contra todos os vírus. Agradeço também as consultorias on line e mensagens pelo whatsapp vinda de toda parte do Brasil e do mundo com testemunhos de melhorias na saúde dos nossos ouvintes. Gratidão imensa por permitir que o Dicas Curtas faça parte da sua vida! O episódio de hoje revelaremos o segredo dos povos escandinavos para prevenir e combater o resfriado.

Imagina você e o mundo todo blindado contra qualquer vírus? Pode vir pandemia que for nossa imunidade sempre em equilíbrio? Difícil de acreditar, não? Será que isso é possível?

Olá, aqui é Abílio Seronni, o Doutor Saúde, do Dicas Curtas e se você tá curioso, vou te contar um segredinho, já fiquei mais de 5 anos sem pegar um resfriadinho se quer, para quem ficava doente, geralmente, de 3 em 3 meses, pode se considerar ‘’um corpo fechado’’, não? Quer saber mais como consegui essa proeza? Hoje vou te contar alguns segredinhos e também a arma secreta dos povos escandinavos. Acompanhe-me agora para saber mais o que é esse tal de vírus.

Então vamos lá!

Nosso corpo é somente 10% células e 90% micróbios, ou seja, bactérias, protozoários, vírus, enfim, seres que não tem o nosso código genético. Veja bem, vírus nunca foi considerado um ser vivo, é apenas um fragmento de código genético que se comporta como ser vivo a partir da contaminação de um hospedeiro, de uma célula viva, ou seja, quando ele penetra e vivem uma bactéria, protozoário ou até mesmo nos seres humanos. Somos um verdadeiro reservatório de micróbios. Pra você ter uma noção em números, somos em média 30 milhões de células e 300 milhões de micróbios, em peso, chega de 1% a 3% da nossa massa corpórea total.

Pensando em quantidade, poderíamos dizer até que nós é que somos os verdadeiros hospedeiros por estarmos em menor quantidade.! Mas, afinal, porque precisamos destes micróbios e porque não estamos manifestando sintomas da doença já que hospedamos esses microrganismos 24h por dia?

Hora, sem eles não produziríamos nutrientes e vitaminas essenciais para nossa sobrevivência! Quanto aos sintomas é simples, existe um equilíbrio entre a flora bacteriana que faz bem e que fazem mal à nossa saúde. O dia em que há um desequilíbrio biológico, você adoece! Por exemplo, no dia em que algum fator físico-químico como: contraste de temperatura, umidade e ph mudar drasticamente no seu nosso corpo ou no dia que um fator emocional te abalar como;  excesso de raiva, tristeza, depressão, ansiedade e medo, sentimentos que fazem seu corpo vibrarem abaixo de 200 hz ou quando entrar o fator higiênico sanitário como a falta ou insuficiência no asseio pessoal, doméstico ou até mesmo no seu trabalho, ou ainda por uma comorbidade descompensada como: hipertensão arterial, diabetes, obesidade, enfisema e asma. Você poderá manifestar de um ”resfriadinho qualquer” até uma pneumonia letal.

Existem basicamente 4 tipos de vírus que podem causar gripe: o vírus da influenza A (mais severa), da influenza B (menos severa), da influenza C (pouco falada) e da influenza D ( que por enquanto só dá em gado). Mas DOUTOR SAÚDE, e o coronavírus? Esse é mais uma variação genética de tantas outras 190 codificações do influenza tipo A, conhecida como a ”gripe aviária” ou simplesmente ”vírus da gripe”. Entendeu? Não se trata de vírus criado em laboratório americano ou chinês. É o mesmo vírus existente desde que as aves e os mamíferos coexistem no planeta terra servindo de grandes reservatórios para a sobrevivência desses vírus, a diferença é que eles vão se modificando, criando resistência frente nosso estilo de vida suicida voltado para antibióticos, estresse, açúcares, industrializados e sedentarismo.

Pesquisadores relatam que o surto virótico é comum na transição do inverno para a primavera e apontam 02 motivos para que a epidemia ocorra. No mundo oriental dizem que é por causa das fortes tempestades de ventos que ocorrem no deserto da China levando o ar a ficar denso e até amarelado pela poeira que faz pelo excesso de areia fina, já no ocidente apontam as migrações periódicas e anuais das aves ao redor do mundo.

Até o presente momento, pelo número de mortes que foi acometido pela pandemia do coronavírus, se trata de uma mesmíssima epidemia sazonal de gripe que ocorre há milênios,

Por isso não há motivo de pânico! Segundo a organização https://www.worldometers.info/coronavirus/, o número total de mortes no mundo pelo Covid-19, uma variação da influenza A, sendo computado desde 10 de janeiro deste ano até 29/03/20, foram contabilizados 33.550 mortes, porém, um número bem inferior esperado pela OMS que chegaria entre 200 a 300 mil mortes.

O Ministério da Saúde Brasileira em nota publicada em 27/03/20 informa com dados preliminares sobre a eficácia da cloroquina e hidroxicloroquina em pacientes com Covid-19 podem inibir a replicação de SARS COV, 6 dias após a administração dos fármacos associado a azitromicina (antibiótico), 70% dos pacientes deixam de apresentar a presença do vírus e também impede que o vírus seja disseminado em culturas celulares além de interromperem a infecção viral. Como todo remédio alopático tem efeitos colaterais, em longo prazo, é normal causar, nesse caso específicos, problemas nos olhos (retinopatia) e problemas no coração, por isso, antes de prescrever a droga é fundamental um ECG (ecocardiograma).

Relata ainda ser seguro o uso das drogas, apesar da janela terapêutica, ou seja, a margem entre dose terapêutica e a dose tóxica ser bastante estreita! Mais um motivo para jamais fazer a automedicação e jamais usar como forma preventiva, sendo o seu uso indicado para casos graves, pacientes hospitalizados, sem que outras medidas de suporte sejam preteridas em seu favor! Estudos recentes na França tem associado também o zinco que através do auxilio da hidrocloroquina facilitar a entrada do zinco na célula, este retarda a replicação viral, juntamente com a azitromicina responsável por evitar infecções bacterianas secundárias oportunistas.

Agora que você entendeu sobre os vírus, vamos aprender como se prevenir?

Antes de falar das dicas , vou revelar o segredo dos povos escandinavos. Eles utilizam um extrato do arbusto popularmente chamado de equinácea indiana que tem o nome científico, Andrografhis paniculata, ou Rei bitters. Muito usado pela medicina ayurvedica e tradicional chinesa para tratar simplesmente tudo, um verdadeiro ”bombril” na área da saúde, foi atribuído a ela até mesmo o mérito de conter a epidemia na Índia em 1919, um século atrás.

E o que essa planta faz? Estimula nosso sistema imune e nossos anticorpos, protegendo as enzimas antioxidantes, ou seja, tudo que oxida, é como se ”enferrujasse”, morresse, por isso precisamos de antioxidantes para evitar a disfunção do nosso sistema imune e a equinácea favorece o equilíbrio dos antioxidantes do nosso corpo.

A vantagem deste fitoterápico no quesito rapidez, ele se comporta como o antibiótico, em 2h no máximo atinge seu nível máximo na corrente sanguínea, só que tem uma vantagem, não dá efeito colateral como o antibiótico pois ele é excretado rapidamente pelo rim e sistema gastro-intestinal, entre 8 e 48H, de acordo com o estudo realizado pelo Laboratório de Pesquisa e Controle de Drogas de Guelbenkian de ADMTA, em Yerevan na Armênia.

Agora preste atenção nas dicas:

Primeiro, você precisa respeitar o horário do sono, se não vai faltar o antioxidante mais poderoso do universo que é produzido entre 23 e 02h da manha e você precisa ter 6 h de sono de forma ininterrupta, em ausência total de luz – a melatonina. A dica é dormir no máximo as 22h, sem apneia do sono que desfragmenta o sono e com tapa olho para garantir ausência de luz;

Segundo, você precisa fazer uso da melhor vacina que existe – alimento colhido até 48 horas, nele contém energia vital, transforma em tudo aquilo que o seu corpo precisa, em qual vitamina e mineral existente no planeta! A dica é descasque mais e desembrulhe menos;

Terceiro, você precisa detoxificar o seu corpo uma vez ao ano, removendo poluentes e parasitas. A dica é consumir extrato de coentro para remover metais tóxicos e tintura de cravinho, absinto e casca de nogueira negra para remover os parasitas;

Quarto, você precisa equilibrar a dose de vitamina D no seu corpo! Considerado uma vacina contra o câncer, quem dirá contra um vírus! Acabou de sair um estudo da Universidade de Turim, na Itália, que mostra que os atingidos pelo Covid-19 tinham em grande parte, carência de vitamina D. Isso pode explicar também o impacto da epidemia no auge do inverno no hemisfério norte, quando a população tem menor exposição anual à luz solar, que é fundamental para produzir e ativar a produção da vitamina D que é um hormônio chamado colecalciferol que na forma de D3 é o 25-hidroxicolecalciferol. A dica é tomar seu banho de sol de 10 a 30 minutos dependendo do tipo de cor de pele, quanto mais claro, menos sol; É o sol de 12 hora que tem mais radiação UVB que produz a vitamina D;

Quinto, você precisa meditar para eliminar os pensamentos e sentimentos tóxicos e se blindar contra eles vocalizando o mantra Ho’oponopono, que são 4 palavrinhas mágicas:  sinto muito, me perdoa, sou grato e eu te amo, sempre que você presenciar sentimentos negativos como raiva, mágoa, ódio, rancor, triste, depressão e ansiedade; Com todas essas dicas você vai blindar o seu corpo e a sua mente!

Agora, se você já está com resfriado, vai aqui um protocolo que eu gosto muito: 

  • Além de seguir todas as recomendações acima, você precisa dormir com um lenço no pescoço para aquecer a região da orofaringe e bloqueia a proliferação do vírus;
  • Hidratação é fundamental, pois a água é responsável pela condução elétrica das informações no corpo.
  • Faça shots matinais a base de: própolis, gengibre, geleia real, pólen, curry, cravo e canela;
  • Evite ficar perto de fonte de poluição eletromagnética como: tv, celular e microondas;
  • Sempre que for se alimentar, lave as mãos com sabão, pois o vírus tem uma camada fininha de lipídio que se rompe na presença do sabão, matando o vírus;
  • Fique sempre em ambiente arejado para que o ar circule e o vírus não se prolifere;
  • Fique em contato a fontes doadoras de neutrinos, de energia, como andar descalço na grama, abraçar árvores e tomar banho em cachoeiras;
  • Por último, se eleve espiritualmente, tenha a certeza que há algo maior dentro de nós, que o tempo aliado ao consolo divino cura todas as mazelas!
  • Aqui vão 02 receitinhas:

⇒ Ao acordar: chá antiviral (2 anis estrelares, 1 pedaço de gengibre, 1 pau de canela, 2 cravos e água quente)

Preparo: ferver por 5 minutos todos os ingredientes, abafe por 10 minutos, coe e beba em seguida.

⇒ Ao dormir: caldo de osso (1kg de ossobuco, 4L de água, 1 cenoura, 2 cebolas cortadas ao meio, 1 pedaço de salsão, 1 pedaço de alho poró, sal mineral, curry e tempero a gosto.

Preparo: Grelhe a carne na panela, cubra com água e adicione os demais ingredientes. Deixe cozinhar por aproximadamente 4H. Coe e utilize o caldo em refogados, carnes e sopas. Agora você tem um nutriente muito rico em vitaminas e minerais.

Resumindo, aprenda a viver diferente, tenha um estilo de vida saudável e seja exemplo para que outras pessoas possam seguir o seu exemplo, assim, formar uma corrente do bem, do fitness, da longevidade saudável para quando outra epidemia chegar você e sua comunidade possa estar em plena harmonia com seu corpo e sua mente.

Para baixar o pdf GRATUITO com inúmeras dicas para aumentar a sua imunidade contra futuras epidemias o link do grupo “Saúde e Beleza em HOF está na descrição deste episódio

link http://bit.ly/saudebelezaemhof

ou para tirar dúvidas ou agendar uma avaliação o link também está na descrição”.

link: http://bit.ly/duvidasdoutorsaude

“No próximo episódio vamos falar sobre ’’Pneuzinhos” – Eliminando de vez essa gordura indesejável!

Espero que tenha gostado do episódio de hoje! Tem algum assunto que você gostaria de saber mais a respeito?

Ficou com alguma dúvida? Venha fazer parte da nossa comunidade no Facebook O Doutor Saúde e sanar todas elas!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais.

Aproveite agora para assinar e acompanhar esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar  O Doutor Saúde no Spotify e no Deezer.

Agora um anúncio muito importante:

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de “Apoiadores”?

É isso aí! Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui continue acompanhando este podcast eu sou Abílio Seronni, O Doutor Saúde do Dicas Curtas.

Um abraço e até a próxima semana.

Pin It on Pinterest

Share This