Você jamais vai enriquecer se você não se dedicar a domar aquilo que faz com que você tenha sucesso ou experimente fracassos em sua vida financeira.

Eu sei que você sabe sobre finanças e se ainda não sabe está aprendendo: e é uma questão de tempo até ser mais conhecedor do assunto. Mas se você não domar aquilo que te conduz até seus resultados você jamais vai prosperar e enriquecer.

Muito se fala por aí sobre definir claramente seus objetivos. E está certo: temos que definir mesmo – os objetivos, as metas, servem para apontar seus esforços em um sentido, dar rumo para aquilo que quer gastar sua vida e suas energias. Mas eu tenho certeza que você já traçou objetivos, especialmente nas infames promessas de fim de ano: sair das dívidas, poupar mais dinheiro, empreender, construir novas fontes de renda, investir em seus sonhos mais ambiciosos… isso só para falar em alguns objetivos financeiros mais comuns, fora os objetivos de saúde e relacionamento. Mas antes do Carnaval essas promessas já viraram lembrança e se tornaram aspiração para “projeto verão” do ano seguinte…

E eu imagino que agora você esteja pensando: porquê será que nós não conseguimos sustentar as promessas e muito menos as atividades necessárias que vão gerar os resultados que tanto desejamos ter em nossas vidas?

Basicamente a maioria das pessoas que tenta sustentar mudanças positivas e importantes e evoluir em suas vidas financeiras não consegue por conta de seus hábitos financeiros. São eles que vão fazer com que você tenha ou não sucesso financeiro (e, na verdade, em qualquer outra área de sua vida). Nesse podcast vou te dar a saída que, se aceitar, com certeza vai mudar para sempre a sua situação financeira, de forma inevitável.

Esse é o podcast do Investidor Inteligente que todas as semanas traz para você informações valiosas sobre sua vida financeira, respostas sobre como usar melhor o seu dinheiro de maneira mais harmônica, procurando te ajudar na importante tarefa de se tornar mais sensível à sua vida financeira para cuidar bem do seu dinheiro.

Eu sou Phillip Souza, consultor em finanças e terapeuta financeiro, mentor em educação psicofinanceira especialista em inteligência financeira, o expert em Finanças e Investimentos do Dicas Curtas. Você me encontra nas diferentes redes sociais através do @phillipsouzabr e também no meu canal no YouTube, Phillip Souza.

Tenho o nobre e ousado objetivo de te auxiliar a destravar a sua mentalidade e te ajudar a entender que a prosperidade também é para sua vida: ao usar bem o seu dinheiro você pode desfrutar de qualidade de vida, fazer com que ele sobre e investi-lo para realizar seus sonhos e objetivos! E, dessa forma, poderá se comportar de forma mais sábia e próspera em relação às suas finanças, transformando-se em um investidor ainda mais inteligente.

Esse e os outros podcasts do Dicas Curtas são gratuitos.Portanto, você pode seguir e assinar agora o Investidor Inteligente nas diferentes plataformas de podcast seja através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o Investidor Inteligente pelos apps Spotify ou Deezer. Faça isso agora paranão perder nenhuma dica, ficar por dentro com todas as informações e acompanhar todas as semanas os novos episódios para poder usufruir e aprender com o seu presente e construir e cuidar do seu futuro!

Ouça “188 Descubra o segredo para alcançar todo sucesso financeiro que deseja” no Spreaker.

Digamos que você começou a se educar financeiramente e entendeu que é importante poupar e investir. Até então não poupa e não investe porque não sabia que tinha de ter as finanças em ordem para poder fazer com que o dinheiro sobre e as contas fiquem ajustadas dentro daquilo que se recebe. Mas agora acredita que investir é importante, principalmente porque deseja viver de renda conquistando a sua tão gloriosa independência financeira.

Portanto, estuda algumas técnicas sobre gestão financeira e começa a colocar em prática o que aprendeu. Consegue até realizar poupanças e também consegue começar a investir. Esse movimento de gerir melhor o seu dinheiro, principalmente para quem não faz ou nunca fez, trata-se de uma mudança importante em sua vida financeira, afinal, envolve se habituar com determinadas práticas e habilidades que até então não pertenciam à sua consciência.

No início da mudança você se depara com a empolgação, com o ânimo e a energia daquele novo ou renovado objetivo – as projeções são fantásticas, as possibilidades infinitas e grandiosas, a realização do objetivo parece ser o ápice da vida financeira de qualquer pessoa e você quer muito conquistar isso para você.

Mas logo que o tempo passa (e não costuma ser muito tempo, talvez algumas semanas ou poucos meses) você se depara com algo que não costumamos levar em consideração: geralmente existe um grande caminho até chegar ao objetivo desejado – você se depara com um grande platô: nada parece estar progredindo.

Como se tratam de práticas novas (ou práticas que você está tentando aplicar novamente em sua vida) o seu cérebro ainda precisa gastar muita energia dando atenção a elas: e isso costuma trazer algum grau de cansaço depois de algum tempo. E logo que bate aquele desânimo associado com a ideia de que é “trabalhoso demais”, é “custoso demais”, quando temos que lidar com esse grande platô, essa estrada que sempre parece a mesma coisa, bate uma “bad”: você começa a fazer as coisas bem mais ou menos e logo logo o seu sonho continua sendo apenas um sonho – você volta aos seus hábitos financeiros antigos.

Seus hábitos financeiros antigos, nesse caso, eram de não fazer uma gestão consciente e eficaz do seu dinheiro. Você acaba voltando a não definir para onde cada real está indo e, não raro, até nem controlando o quanto de dinheiro está entrando. E se você em algum momento conseguiu juntar dinheiro nessa aventura, das duas uma: ou ele fica “abandonado” para depois mexer com ele ou você acaba gastando o dinheiro poupado seja em uma emergência, seja em um desejo de curto prazo.

E o que acontece? O tempo passa. Esse é o ingrediente mais poderoso de qualquer fortuna financeira construída: o tempo é o fermento que faz o bolo crescer bastante no momento certo. Dinheiro misturado ao retorno de uma taxa de juros com o fermento do tempo pode produzir fortunas inimagináveis.

Só para ilustrar o impacto do que estou dizendo: uma pessoa que começa a investir hoje 100 reais todos os meses em um produto financeiro ou carteira de investimentos que renda cerca de 10% ao ano durante todo o tempo do investimento, consegue produzir um patrimônio de pouco mais de R$550 mil após 40 anos de investimento. Se outra pessoa, de mesma idade, após 10 anos começa investindo 10.000 reais como aporte inicial e também passa a aplicar todos os meses os mesmos 100 reais em um produto financeiro ou carteira de investimentos que renda cerca de 10% ao ano durante todo o tempo do investimento, consegue produzir um patrimônio de pouco mais de R$380 mil após 30 anos de investimento. É uma diferença de quase R$200 mil com praticamente o mesmo esforço. Nesse exemplo, ambos tiveram as mesmas oportunidades: a diferença foi como investiram os seus recursos em função do tempo.

E o que isso pode significar? Muitas coisas.

Se você não constrói, pratica e incorpora bons hábitos financeiros você pode ter graves problemas no presente e no futuro.

Pode não ter condição de ajustar seu orçamento em caso de emergência; pode não ter dinheiro poupado para casos de emergência, sejam seus ou de alguma pessoa importante – principalmente para situações de saúde (eu tenho certeza que você não quer depender do sistema de saúde público quando a situação realmente foge do seu controle); pode vir a ficar endividado por muitos anos, entrando em uma espiral de endividamento, tentando sair das dívidas, mas se afundando mais e mais – e isso trazendo angústia, desespero e tristeza para você e para sua família; pode jamais realizar seus sonhos que envolvem dinheiro porque o tempo passou, a saúde se foi, a juventude também; e você ainda corre o risco de ter que pedir ajuda para os filhos e ser sustentado por eles na velhice; ou ainda ter que se contentar com a aposentadoria de um salário mínimo do INSS na sua velhice, sendo que mais da metade desse recurso, quando não é mais, servirá para comprar medicamentos.

E tudo isso por quê? Porque você não domou aquilo que faz com que você tenha sucesso ou experimente fracassos em sua vida financeira: os bons hábitos financeiros.

Ao longo de toda minha carreira, desde 2011 realizando atendimentos individuais, de casais e de famílias, fui instruindo e treinando inúmeras pessoas a lidarem melhor com suas finanças.  Ao longo de todo esse tempo, fui aprofundando, conhecendo, estudando, testando e aplicando em mim e nos outros e acabei por identificar uma série de hábitos financeiros que, juntos, podem levar qualquer pessoa a sair de uma situação difícil (inclusive de endividamento) para uma situação de conforto, alívio, felicidade e realizações.

Hábitos nada mais são do que as rotinas automáticas que você vive e experimenta ao longo de sua vida que vão te levar inevitavelmente para algum lugar, quer você tenha consciência disso ou não; quer você tenha a intenção ou não. Existem várias abordagens que pregam que um hábito pode ser formado em 21 dias. Isso é parcialmente verdade: a instalação do hábito de fato depende da sua complexidade. Hábitos simples podem começar a ser formados com 21 dias.

Como você sabe, além de especialista em investimentos e finanças, e além de terapeuta, também sou especialista em Neurociências e posso te afirmar que, em média, o automatismo dos hábitos costuma acontecer ou ficar mais permanente após 66 dias, sendo que em alguns casos pode chegar até 90 dias dependendo da pessoa ou do hábito que está sendo construído.

E porquê disso? Porque os hábitos precisam ser reforçados pela prática intencional e consciente e pela repetição. Não se tratam apenas de aspectos mentais ou emocionais: os hábitos têm também seu componente biológico – as conexões neuronais precisam ser reforçadas e reestimuladas até que virem uma necessidade e o corpo “peça” para que aquela prática seja executada. Essa é a virada de chave que a maioria das pessoas não sustenta e também por isso não consegue instalar e implantar novos hábitos em suas vidas. Hábito é um processo que precisa de consistência na repetição.

Depois de instalado, reforçado, implantado um hábito em sua vida, fica bem mais difícil dele ser desfeito. É possível desfazer, é claro – afinal o seu cérebro, até certo ponto, é plástico: você pode desaprender determinadas coisas e aprender outras coisas no lugar. Porém, se você tiver os hábitos certos você vai viver uma vida mais plena e satisfatória. No caso dos hábitos financeiros, eles vão fazer com que você tenha uma vida de prosperidade, tranquilidade e abundância financeira (se forem hábitos bons) ou uma vida de infortúnios, preocupações e escassez (se forem hábitos ruins). E acredito que você queira uma vida financeiramente plena e abundante, não é?

Além disso, tive a oportunidade de testar e experimentar isso tudo na prática: ao longo da minha trajetória profissional, fui estimulando e treinando cada pessoa e cada família com demandas distintas a praticar diferentes hábitos de acordo com suas necessidades. Porém, o sucesso financeiro nasce de um princípio: você precisa colocar a sua vida financeira em ordem. É necessário saber como que a sua vida financeira funciona – ou como costumo dizer: é necessário conhecer o seu próprio jogo financeiro.

E como você começa a conhecer o seu próprio jogo financeiro? Você precisa registrar todas as suas movimentações financeiras para entender de onde o dinheiro vem e, principalmente, para onde o dinheiro está indo. E mais do que isso: precisa fazer dessa prática um hábito. Cumprir essa tarefa por apenas um mês pode te trazer um nível de clareza em relação à sua vida financeira que você talvez jamais tenha tido: as suas decisões em relação ao seu dinheiro tendem a ser ajustadas porque você começa a pensar e agir melhor só porque está registrando o que está fazendo com o seu dinheiro. Uma tarefa simples com profundo poder de transformação no curto prazo e que, se a tarefa se tornar um hábito (ou seja, se você fizer disso parte do seu dia-a-dia), certamente terá um impacto profundo no longo prazo.

Sabendo disso tudo, por que as pessoas não conseguem implementar novas rotinas financeiras, novos hábitos financeiros em suas vidas? Geralmente por falta de motivação, por falta de estímulo: e isso acaba gerando a falta de compromisso. É difícil implantar novas e boas atividades em nossa rotina, ainda mais quando não fomos ensinados e nem estimulados desde cedo a lidar com dinheiro do jeito certo. Você pode até conseguir, mas a maioria das pessoas não consegue e continua vivendo uma vida mais ou menos porque não teve apoio e instrução. Mas isso a partir de agora vai mudar. O primeiro passo para essa mudança é se inscrever no Programa de Adestramento Financeiro. Essa é uma oportunidade de ouro para transformar para sempre a sua vida financeira, partindo da tomada de consciência em relação ao seu dinheiro, iniciando o seu processo de habituação dos registros das suas movimentações financeiras.

Esse é um acompanhamento sem custo que quero te dar por 21 dias em que eu terei o compromisso diário de estar com você para que possa te ajudar a realizar suas movimentações financeiras, registrar tudo o que você gastou (ou recebeu) e assim começar a domar o seu dinheiro: afinal, você é o dono dele. Assim que acabar de ouvir isto, inscreva no meu canal do YouTube ou na minha página do Instagram @phillipsouzabr.

Eu não sei se você sabe, mas o podcast dO Investidor Inteligente também pode ser um pouco seu!

Acesse a transcrição no blog do Dicas Curtas caso queira deixar algum comentário para esse episódio!

E você também pode participar mais fazendo a mesma coisa encontrando a postagem no perfil do Dicas Curtas tanto no Instagram (siga @dicascurtas) quanto na fanpage dO Investidor Inteligente no Facebook.

Aproveita para seguir o perfil, curtir a página e as postagens, marcar seus amigos e compartilhar com eles o que você está aprendendo aqui!   Participe comigo através das minhas redes sociais (basta buscar o perfil @phillipsouzabr) e também no YouTube no meu canal Phillip Souza. Será uma honra ter contato mais próximo com você!  

Caso queira, você também pode participar da comunidade exclusiva do Investidor Inteligente no Facebook, expondo suas dúvidas, dando suas sugestões de novos temas e apresentando postagens que agreguem à comunidade: para manter o grupo saudável, só não vale postar spam e nem publicidade, ok?!  

Todos os links estão na transcrição no blog e na descrição dos episódios.  

Aproveite para escutar ou reescutar outros episódios que sejam importantes para você nesse momento. É muita informação e uma acaba se conectando a outras, fazendo uma mistura ainda melhor!   Lembre-se de cuidar bem de você, de sua família e de suas finanças!  

Que Deus te abençoe!   Aqui é Phillip Souza, e esse é o podcast dO Investidor Inteligente!
Investidor Inteligente do Dicas Curtas

 

Pin It on Pinterest

Share This