Ouça agora este podcast!“001 Sem sucesso nas atividades físicas? A solução pode estar nos detalhes”

Com certeza você busca obter sucesso nas atividades físicas, mas se responder sim a alguma dessas perguntas pode estar precisando de ajuda:

  1. Você já se matriculou em uma academia, pagou o plano anual e não foi nem um mês?
  2. Acha que atividade física definitivamente não é pra você?
  3. Suas metas envolvem perder quilos e mais quilos em pouquíssimo tempo?

Entendendo os erros que impedem obter sucesso nas atividades físicas

Então pessoal, algo que eu sempre observo, e que é comum nas academias, são as pessoas que entram com uma expectativa muito alta, de cara com metas ambiciosas, que se propõe mudar drasticamente de rotina.

E o que eu tenho para falar pra vocês é: calma!

A atividade física tem que entrar de forma suave na sua vida, principalmente se em algum outro momento você já tentou e não obteve sucesso.

Você tem que pensar nela como um afazer do seu cotidiano, assim como ir a padaria, almoçar ou tomar banho. Pois a única forma de obtermos resultado saudáveis é com a aquisição do hábito.

Se você se propõe a dietas extremistas ou a exercícios exagerados, fica difícil dar continuidade ao plano ao longo dos meses e anos.

Primeiro passo: metas realistas

Então, o primeiro passo é propor metas realistas.

Três meses atrás, me deparei com a seguinte situação: um aluno de 52 anos, acima do peso, até então sedentário, com histórico de várias tentativas frustradas de ingresso em alguma atividade física, me procurou com uma ideia fixa de perder 12kg rapidamente.

Ele me disse que estava disposto a fazer atividades todos os dias da semana, por 3 meses, para atingir sua meta.

Mesmo sabendo que não era a melhor tática, preferi não desmotivar o meu “empolgado” aluno e começamos a ambiciosa rotina de 2 x por semana musculação às seis da manhã + 5x por semana aeróbico (caminhadas e corridas).

O primeira verdade é, se você não tem pegada, você não vai estar disposto e feliz na academia às 6hs da manhã.

E isso aconteceu.

Foram seguidas faltas, muito desanimo e várias pesagens sem o resultado esperado.

Segundo passo: modificando os hábitos

Então, já com meu plano B em mente, comecei a coloca-ló em prática e resolvi mudar a estratégia.

A primeira ação foi troca-ló de horário.

Ao invés de 6hs da manhã, agora ele começa a se exercitar às 19hs.

Ao chegar na academia, ele faz uma coletiva aeróbica de corrida.

Por si só, este tipo de aula atrai vários alunos por ser um ambiente mais descontraído, com música e interação entre as pessoas.

Frequentando uma aula deste tipo, o parâmetro deixa de ser os quilos perdidos na balança.

O aluno agora se importa mais com seu desempenho e a evolução na atividade.

Mudar o parâmetro: a segunda tática.

A terceira e última ação foi colocar o treino de musculação logo após este aeróbico, fazendo com que ele vá na academia apenas 2x na semana.

Nos finais de semana, propus uma caminhada ao ar livre.

Desta forma, conseguimos uma rotina equilibrada e adequada para seu perfil.

E com todas as chances de se tornar um hábito a ser seguido por meses e anos.

Então, o sucesso para ele, estava nos detalhes:

Mudamos o horário, mudança nos parâmetro de evolução e diminuição da frequência.

A importância de adequar o treino certo para pessoa certa não se resume apenas aos iniciantes.

Outro exemplo

Vou dividir com vocês outro exemplo.

Uma aluna já inserida no contexto de atividades físicas há anos, gostaria de mudar o estímulo e iniciar na corrida.

Tentou por várias vezes fazer aulas coletivas.

Para ela, os estímulos que tanto atraem outros alunos para este tipo de aula, estavam errados.

O som, a iluminação e a interação com as pessoas tiravam o seu foco.

Por um bom tempo não houve evolução, até que eu a aconselhei a fazer os treinos na rua, em locais apropriados como parques.

Em pouco tempo, já percebemos uma evolução e principalmente o prazer em fazer a atividade.

Então pessoal, seja você iniciante ou que esteja retomando a rotina de atividades, nunca desista antes de tentar várias opções, coloque metas realistas e sempre peça orientação ao professor para alcançar o sucesso nas atividades físicas.

Como começar o ano motivado | O Cara da Academia

Pin It on Pinterest

Share This