Ouça agora este podcast!

“101 TED ou DOC: aprenda a diferença entre elas.”

Hoje vamos falar sobre as transações bancárias que fazem parte da vida de todo usuário de banco: TEDs e DOCs. Muita gente fica perdido sobre qual transação realizar e a maioria nem sabe que existe diferença entre uma operação e outra, mas ambas existem no mercado bancário e praticamente todo correntista já deve ter feito alguma delas. Mas e aí: eu faço uma TED ou um DOC para transferir meu dinheiro? É sobre isso que você vai aprender nesse podcast!

Eu sou Phillip Souza, o expert em Finanças e Investimentos do Dicas Curtas e todas as semanas apresento o Investidor Inteligente, o podcast que te traz informações relevantes, orientações valiosas que podem te ajudar a usar bem o seu dinheiro, seja para solucionar problemas ou potencializar sua vida financeira, de modo que você possa construir seus resultados de forma financeiramente saudável com foco em qualidade de vida, aproveitando bem o presente e sempre cuidando do futuro, transformando-se em um investidor inteligente.

Assine agora gratuitamente esse podcast, não perca nenhuma dica, fique por dentro com todas as informações e acompanhe todas as semanas o Investidor Inteligente do Dicas Curtas.

 

A Transferência Eletrônica Disponível (também conhecida como TED) e o Documento de Ordem de Crédito (também conhecido como DOC) são as opções que o banco disponibiliza para você tirar dinheiro da sua conta e depositá-lo em outra, desde que seja em um banco diferente do seu. Dependendo do valor e da urgência dessa transferência, você saberá qual a melhor opção. Vamos entender melhor!

 

O que é DOC?

DOC é a abreviação de Documento de Ordem de Crédito. Essa transação é usada para transferir a quantia máxima de R$ 4.999,99 para uma conta em um banco diferente do seu – para valores acima de R$ 5 mil é necessário fazer uma TED.

 

Quando cai o dinheiro do DOC?

No DOC, o dinheiro não cai no mesmo dia. A transferência será completada 1 dia útil após você ter feito a operação, sendo que às vezes costuma demorar 2 dias úteis. Caso tenha uma urgência maior, a TED pode ser mais interessante.

 

O que é TED?

TED significa Transferência Eletrônica Disponível e pode ser usada para transferir qualquer valor entre contas de bancos diferentes.

 

Quando cai o dinheiro da TED?

A grande vantagem da TED é que o dinheiro cai praticamente na mesma hora, ou seja, a transferência da TED é muito mais rápida – se demorar muito, a TED cai em, no máximo, 2 horas. Mas saiba que isso só vale para os dias úteis, ou seja, durante a semana e em dias que não são feriados bancários. Fique muito atento na hora de preencher os dados porque não dá para cancelar a TED após a autorização.

 

Quais as diferenças principais entre DOC e TED?

Na prática, a diferença é que o dinheiro da TED entra praticamente na mesma hora e o DOC demora um dia para entrar na outra conta. Um outro detalhe é que a TED só pode ser realizada até às 17h do dia útil e o dinheiro estará disponível no mesmo dia da operação. O DOC pode ser realizado até às 22h, sendo que a transação será efetivada apenas no dia útil seguinte à realização da operação. Além disso, para aqueles bancos que cobram tarifa, o custo da TED ou do DOC é igual.

Banner para aula grátis do Cambly

Clique no banner e utilize o cupom “INVESTIDOR” para uma aula experimental GRÁTIS!

Como fazer TED ou DOC?

Para que tudo corra bem na sua transferência, seja ela uma TED ou um DOC, é preciso que você passe ao banco algumas informações de quem irá receber o dinheiro. Lembre-se: essas informações precisam ser passadas com cuidado, porque, caso você envie os dados errados, sua transferência pode não acontecer. Veja os dados necessários para realizar um DOC ou uma TED:

  • CPF ou CNPJ do recebedor;
  • Nome completo, em caso de pessoa física, ou razão social, em caso de pessoa jurídica;
  • Número do banco (vou deixar um link na transcrição para você acessar todos os bancos que existem no Brasil e seus respectivos números através do site do Banco Central);
  • Número da agência do destinatário;
  • Número da conta;
  • Informar se é conta corrente ou conta poupança.

Onde fazer o DOC e a TED?

A maioria dos bancos permite que você faça o DOC ou a TED nas agências, no internet banking, nos postos eletrônicos de autoatendimento ou pelo aplicativo do banco. O melhor é sempre procurar fazer pela internet, caixa eletrônico ou aplicativo do banco. Além de mais prático, a tarifa cobrada costuma ser metade de fazer presencialmente na agência.

Lembrando que, mesmo que você faça a transação pela internet, só poderá realizá-la em determinados horários: TED até 17h (compensação no mesmo dia) e DOC até 22h (compensação no próximo dia útil).

Na prática, se você precisa transferir recurso para uma pessoa ou empresa, faz uma TED; se passou das 17h e ainda não são 22h, faz um DOC. Simples assim.

 

E se algo der errado no DOC ou na TED?

Quando você faz a transação pelo internet banking, aplicativo ou pelo autoatendimento, geralmente a operação não é efetuada. Pode até aparecer como débito em sua conta, mas logo em seguida (ou em alguns minutos) vai aparecer a devolução. Provavelmente tem informação errada. Se a operação for realizada, mas o destinatário não recebeu, entre em contato com o banco e pergunte o motivo da não realização da operação ou do problema enfrentado. Os erros mais comuns são número de conta errados, ou da agência e também do CPF ou CNPJ do destinatário. Neste caso, peça orientação para o gerente sobre como resolver esse problema.

 

Além de saber como proceder com essas operações no dia-a-dia, qual é a maior utilidade como investidores?

Por mais que essas informações sejam bem básicas, a maioria das pessoas nem faz ideia que existe. E em relação aos investimentos, a maioria das corretoras só admite transferência de recursos via TED; se você fizer um DOC é bem provável que o seu recurso vai voltar, a transferência não vai ser efetivada e isso, obviamente, pode te atrapalhar na realização de operações dentro do mercado financeiro através das corretoras. Fique atento!

O episódio de hoje foi bem objetivo para tratar de uma coisa bem simples, mas essencial na realização de suas transações bancárias. Espero que tenha sido bastante educativo e que você gostado do episódio de hoje!

 

Se você gostou curta, comente e compartilhe nossas publicações do Dicas Curtas nas redes sociais. Ficou com alguma dúvida? Me procura lá no grupo do Investidor Inteligente no Facebook, pois estarei à disposição para esclarecer todas elas. Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o Investidor Inteligente no Spotify e no Deezer

 

Agora um anúncio muito importante:

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

 

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica!

Aqui é Phillip Souza, o Investidor Inteligente!

Investidor Inteligente do Dicas Curtas

Pin It on Pinterest

Share This