Ouça agora este podcast!

“068 Vale a pena ter o seu próprio e-commerce?”

Com o objetivo de empreender, muitas pessoas decidem começar um novo negócio usando suas redes sociais ou construindo o seu próprio e-commerce.

Através das redes sociais você pode se deparar com diversas situações de bloqueios de contas e dificuldades em ser encontrado pelos consumidores, principalmente porque o alcance das redes sociais tem diminuído cada vez mais para quem busca divulgar seus produtos e serviços.

Um ponto importante é a confiança do consumidor em negócios estruturados apenas em redes sociais, pois podem ser associados a algum tipo de fraude, necessitando de muito esforço em publicações e tempo para que as vendas comecem a acontecer em um volume sustentável.

Em seguida, quando o volume de vendas aumenta, você se depara com a necessidade de organizar o seu negócio através de um processo mais estruturado, que principalmente no caso do varejo, se transforma no que conhecemos hoje por e-commerce.

Por isso no episódio de hoje vou comentar sobre as vantagens de construir sua loja virtual e como você pode empreender da forma correta usando esta estratégia.

Eu sou Breno Reis, o expert em Marketing Digital do Dicas Curtas e trago aqui neste podcast, várias dicas e informações para ajudar você a alavancar suas vendas e a conhecer um pouco mais sobre este mercado em constante evolução.

Então para que você não perca nenhuma dica e fique atualizado com todas as informações que estarei compartilhando aqui, basta assinar o podcast e acompanhar todas as semanas o Expert Em Marketing Digital do Dicas Curtas.

Então vamos para o que interessa!

 

Porque iniciar um negócio on-line é menos arriscado?

A grande verdade é que na internet hoje nós temos a possibilidade de testar qualquer modelo de negócio para validar se existe uma demanda para ele.

Como já comentei no início deste episódio, utilizar suas próprias redes sociais já é um primeiro passo. Você pode divulgar para sua rede de amigos que é especialista em um assunto ou vende algo e com certeza irão surgir oportunidades de negócio.

Agora… se você quer realmente estabelecer um negócio que tenha capacidade de crescimento, vai optar por uma estrutura maior.

Porém é a partir daqui que a diferença fica bastante clara entre como era construir um negócio no passado e nos dias atuais.

Antigamente era necessário investir muito em aluguel, reforma, estoque, funcionários e tudo isso sem ter feito ao menos uma venda.

Superada a fase de estruturação do seu negócio, você abre suas portas, faz alguns panfletos e torce para que os clientes te encontrem. Se estiver em um local de muita circulação de pessoas terá mais visibilidade, caso contrário você irá sofrer com a falta de interessados no que oferece.

Mas na internet você gasta pouco, testa, tira conclusões e decide se vale a pena continuar ou não. Ou seja, você monta seu negócio com investimentos irrisórios, faz alguns anúncios on-line e em menos de um mês você já testou seu modelo de negócio!

 

Mas o que é e-commerce?

Apesar de possuir uma variação entre e-commerce ou ecommerce, ambas as palavras se referem ao termo inglês que traduzido significa “comércio eletrônico” ou seja, transações comerciais que acontecem na internet.

Um dos exemplos mais fáceis de e-commerce é a própria Amazon, que iniciou suas atividades com o objetivo de vender livros, e hoje é um dos maiores e-commerces do mundo.

Existe ainda um conceito paralelo que é o marketplace, e esse gera um pouco de discussão porque muitos definem que este modelo não é um e-commerce.

No meu ponto de vista, é sim! Rs…

O motivo é porque no marketplace existe um intermediário que é responsável pela divulgação e cobra uma “comissão” por isso, diferente do e-commerce onde a relação é direta entre fornecedor e consumidor.

 

Com funciona na prática um e-commerce?

Com base nas definições já feitas até aqui, já fica claro que para você começar a utilizar esta estratégia para você e seu negócio, é necessária a criação de uma loja virtual.

A loja virtual é basicamente um site que tem como objetivo principal apresentar os produtos a serem vendidos através da internet. É praticamente um catálogo virtual de produtos que fornece recursos para que o vendedor detalhe, apresente de várias formas todas as características de cada um dos produtos disponíveis para venda e efetive a venda.

Aqui vale ressaltar que existem plataformas prontas para você colocar seu produto no ar, sendo necessário apenas se cadastrar, pagar uma taxa mensal e comercializar seus produtos.

Mas você pode também criar sua própria estrutura com soluções de código aberto e colocar seu negócio para rodar!

Atenção: é preciso estar atento ou atenta à relação custo-benefício, questões que envolvem customização e melhorias da plataforma, de acordo com as características do produto, processo de vendas e o que pode acontecer se o seu negócio crescer.

Observando estes pontos, com certeza você fará uma boa escolha da melhor plataforma para você.

Quando falamos de meios de pagamento, o ideal é que forneça o maior número de opções para que os clientes possam comprar de você.

E isso é bem simples, pois temos alguns já muito bem difundidos no mercado que aceitam cartão de crédito, débito, boletos e outros, além de fornecer recursos para gestão financeira do que foi comercializado através da sua loja.

Dê bastante atenção em relação a segurança, avaliando bem se tudo ficará protegido para evitar problemas com fraudes e vazamento de dados.

Agora quando se tem venda efetivadas, é chegada a hora de se preocupar com a logística dos produtos comercializados, ou seja, com o processo de entrega.

No Brasil a maioria esmagadora das lojas virtuais tem os Correios como principal parceiro de entregas. Fique atento ao contrato firmado entre lojas virtuais e os Correios e tudo ficará bem.

Caso você forneça um produto de grande porte, perecível ou que precise de um transporte especial, estude as opções disponíveis de transportadoras para garantir que o produto chegue rápido e de forma segura.

Em seguida você tem que se preocupar com a parte de divulgação do seu e-commerce.

Daí você me pergunta: não era é só montar a loja e pronto? Claro que não.

Da mesma forma que você precisa de uma estratégia para que as pessoas conheçam sua marca, entrem em sua loja e comprem de você, no e-commerce você também precisa investir para que as pessoas cheguem até sua loja.

Já de cara, investir em anúncios e campanhas de vendas on-line serão primordiais para que você comece o quanto antes a vender. Nesta fase você irá gastar um pouco mais, não apenas para vender, mas para coletar informações do que precisa melhorar ou não no seu processo de vendas.

Outra necessidade é estar entregando através de um blog e das redes sociais, conteúdos relevantes e que gerem valor para seu público alvo, estando presente nos principais canais de comunicação do seu público.

Você também precisará investir no alcance orgânico de sua loja através dos mecanismos de busca.

Veja bem, as pessoas fazem pesquisas no Google para encontrar os produtos que desejam adquirir. Então apesar de você investir em anúncios para se posicionar em 1º lugar para as palavras chave que eles utilizam, você pode aplicar as técnicas de SEO para aumentar as chances de ser encontrado através de pesquisas orgânicas, ou seja, sem pagar nada a mais por isso.

 

Por que ter um e-commerce?

Se você está começando agora a empreender, a maior vantagem é o baixo custo de implantação com os recursos existentes e as soluções que o mercado oferece.

Seu investimento será muito menor do que montar um negócio em um endereço físico.

Estar 24 horas aberto é outro grande diferencial, pois você estará vendendo sempre que seu cliente estiver em busca do seu produto. Claro que os horários de envios de produto e entrega ocorrerão em horários comerciais, mas as vendas poderão ocorrer a qualquer hora do dia.

A escala também é um dos grandes diferenciais, porque estará vendendo para todo Brasil, sem limitações geográficas. Isto não seria possível na construção de negócios tradicionais, onde seu público basicamente está na sua vizinhança.

Neste caso é apenas necessário estar muito atento a questão de logística para evitar transtornos na hora de enviar seu produto.

 

Não sabe o que vender através do e-commerce?

Bom…

Depois de tudo que comentei até aqui, talvez você ainda não possua um negócio e quer uma ideia do que oferecer através de um e-commerce.

Mas também você pode estar em busca de uma nova oportunidade de negócio, então vou dar algumas dicas do que pode funcionar muito bem para você neste modelo:

– Moda e assessórios: aqui não há nenhuma novidade e mesmo que pareça um mercado saturado, você pode trabalhar um conceito de exclusividade, peças únicas e direcionadas a um público específico;

– Artigos para pets: isso mesmo, o mercado de animais de estimação está crescendo e você pode aproveitar a onda. Vi esses dias que este segmento não explora a venda de itens apenas para os bichinhos, mas também oferece produtos personalizados para os donos, como canecas, camisas e muito mais;

– Linha bebê e infantil: este é um segmento que permite você escolher um nicho e conquistar uma boa parcela do mercado. Lembrando que é sempre importante encontrar os melhores fornecedores para garantir um bom faturamento, e claro, lucro.

E existem uma infinidade de outras oportunidades…

 

Comece agora!

Apesar de tudo que você acredita sobre concorrência ou saturação de mercado, investir em um e-commerce pode sim trazer resultados positivos para você.

O primeiro ponto é você focar em um nicho, pois reduz o tempo de implantação, execução e validação. Em seguida busque oferecer um atendimento diferenciado através do WhatsApp, Messenger ou qualquer meio que permita o esclarecimento de dúvidas e suporte a vendas de forma rápida e fácil.

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

 

Curta, comente, compartilhe e deixe sua avaliação no ITunes para que este conteúdo chegue cada vez mais longe, ajudando mais e mais pessoas a alavancarem seus negócios usando o marketing digital.

Caso fique com alguma dúvida ou queira interagir com um grupo de pessoas que estão aplicando tudo que venho compartilhando aqui em seus negócios, procure o grupo do Expert Em Marketing Digital no Facebook, para que eu possa inclusive ajudar você a crescer o seu negócio.

Assine este podcast no seu dispositivo Apple através do aplicativo Podcast, ou no seu dispositivo Android usando o aplicativo de podcast’s de sua preferência.

Assim você irá receber uma notificação sempre que um novo episódio estiver disponível.

Você pode encontrar este podcast também através do Spotify e do Deezer.

Conheça nosso time de experts através do nosso site: dicascurtas.com.br.

Até a próxima semana!

Podcast do Expert Em Marketing Digital | Dicas Curtas

 

Pin It on Pinterest

Share This