Ouça agora este podcast!

“018 VARIZES: podem ser apagadas com laser?”

Varizes… um problema que afeta 45% das mulheres, e que também pode ser um incômodo para os homens! Uma queixa que pode incluir dores e sensação de peso/cansaço nas pernas, ou resumir-se ao aspecto inestético dos vasinhos, que tiram a liberdade de usar roupas curtas. Será que existe alguma solução que seja diferente da cirurgia ou das injeções que esclerosam os vasos? SIM! O laser que apaga varizes é um grande aliado no tratamento dessas queixas e apresenta uma série de vantagens, que vão desde a comodidade de não necessitar de repouso pós procedimento, até a alta eficácia do método.

Neste episódio, vamos conhecer que laser é esse e para que tipo de varizes ele é mais indicado!

Eu sou Samara Véras, a Diva da beleza do Dicas Curtas, e semanalmente trago aqui neste podcast informações relevantes sobre os elementos que compõem a atratividade humana e a ciência que há por trás dos procedimentos estéticos, interpretada com sensibilidade e clareza para que você, interessado no universo da beleza, entenda mais sobre as possibilidades que a medicina estética tem a oferecer.

Então para que você não perca nenhuma dica e fique atualizado com todas as informações que estarei compartilhando aqui, basta assinar o podcast e acompanhar todas as semanas a Diva da Beleza do Dicas Curtas.

Vem comigo!

 

As varizes são veias superficiais dilatadas, o que pode incluir desde vasinhos aparentes com aspecto de aranhas vasculares, até vasos com aspecto sacular, tortuosos. Quando a dilatação atinge esse nível, geralmente há um comprometimento funcional da circulação venosa, acompanhado de sintomas como dor, queimação e cansaço nas pernas. Tais casos, mais avançados, merecem normalmente, intervenções cirúrgicas, pois o problema pode ter sua origem em vasos mais profundos das pernas. Já os casos que consistem em dilatações de vasos menores, mais superficiais, que geralmente trazem queixas estéticas com pouco ou nenhum sintoma, são casos potencialmente tratáveis com tecnologia. A principal tecnologia direcionada às lesões varicosas das pernas é o laser chamado NDYAG pulso longo, que tem como principal alvo a hemoglobina circulante nos vasos.

O que trago hoje neste episódio é uma explicação detalhada sobre a opção de tratamento a laser das varizes, que pode ser a solução mais prática e confortável para casos selecionados.

O tratamento com a tecnologia NDYAG é realizado em consultório, sem necessidade de anestesia. A ponteira do laser percorre o trajeto de cada vasinho, disparando a energia que é absorvida pelas varizes como forma de calor. O aquecimento causado gera uma reação inflamatória na parede do vaso, capaz de eliminá-lo, ao longo de semanas.

As vantagens deste tratamento advêm da seletividade com que o laser reconhece seu alvo. Uma vez que a energia disparada é absorvida apenas pelo alvo – neste caso, os vasos dilatados – as outras estruturas em volta são poupadas, ou seja, a pele permanece intacta. Isso explica algumas das vantagens do tratamento a laser, como a ausência de sangramento, ou seja, ausência de roxinhos após a sessão. Isso também explica a ausência de necessidade de repouso ou do uso de ataduras, já que não há perfuração dos vasinhos, comparado ao método da escleroterapia, o clássico método de aplicação de solução esclerosante nos vasos.

O legal do tratamento a laser das varizes é que, além da comodidade de manter as atividades rotineiras durante o tratamento, é um método altamente eficaz. Os vasos que são apagados com a energia térmica das ondas de laser não voltam nunca mais, o que gera alto grau de satisfação para quem se submete a este tratamento.

A pergunta que sempre me fazem durante a avaliação em meu consultório é: “quantas sessões são necessárias para apagar completamente as varizes?”.

Bem, essa estimativa depende da apresentação de cada caso. Se as varizes são muito numerosas e muito calibrosas, há necessidade de mais sessões. Mas para um caso dentro da média, podemos estimar entre 3 e 5 sessões de laser para apagar as varizes. Cada sessão é feita com intervalos de 45 a 60 dias, e, à medida que se realiza cada sessão, os vasinhos vão clareando.

Outra curiosidade é sobre o grau de dor para se retirar varizes a laser. Costumo dizer que o calor do laser gera um pequeno desconforto, facilmente suportável. Obviamente há variação no nível de sensibilidade de cada paciente, mas a sensação de aquecimento dos vasinhos pode ser amenizada pelo resfriamento da ponteira do laser que entra em contato com a pele, o que aumenta significativamente a tolerância ao procedimento.

Vale lembrar que com a tecnologia do laser NDYAG é possível tratar varizes em todos os tipos de pele, desde peles brancas até peles negras. Há raras contra indicações para o uso deste laser e uma delas é estar gestante. Dos cuidados após a sessão, a regra básica é evitar sol.

O que posso dizer, diante da experiência que tenho com o tratamento de varizes com laser NDYAG é que, quando bem indicado, o método tem uma alta eficácia, desconforto e restrições mínimas, e uma imensa capacidade de devolver a liberdade de usar roupas curtas sem preocupação com a aparência dos vasos sob a pele!

Espero que tenha gostado do episódio de hoje!

Se você gostou curta, comente e compartilhe o Dicas Curtas em suas redes sociais. E caso fique com alguma dúvida, me procura lá no grupo do Diva da Beleza no Facebook, pois estarei à disposição para esclarecer todas elas. Assine e acompanhe esse podcast através do seu dispositivo Apple ou Android, sendo que você também pode encontrar o Diva da Beleza no Spotify e no Deezer.

Sabia que a partir de agora você também pode ajudar o Dicas Curtas a crescer ainda mais fazendo parte do grupo de apoiadores?

Com incentivos a partir de 1 real por mês, você ajudará o Dicas Curtas a alcançar mais pessoas, incluir novos experts, e claro, ter acesso ao grupo de apoiadores no Facebook para receber conteúdos especiais e ter acesso a lives exclusivas para poder tirar suas dúvidas ao vivo com o expert de sua preferência.

Para ser um apoiador basta acessar o site: apoia.se/dicascurtas.

Você pode encontrar informações adicionais sobre meu trabalho, cursos que ministro e os procedimentos estéticos da área médica em meu site: www.samaraveras.com.br. Lá existem atalhos que te levam a conhecer de perto muitos procedimentos sobre os quais discuto aqui e, caso interesse, é possível marcar uma consulta.

O link vai estar disponível na descrição do episódio!

Ficamos por aqui e até a próxima semana com mais uma dica do Diva da beleza!

Até a próxima semana.

Pin It on Pinterest

Share This